O Portal do Rugby vem a público manifestar seu descontentamento com a forma com que o debate sobre o futuro do rugby do brasileiro pretende ser feito. O debate não pode ser apenas simbólico para se validar o que será proposto pela CBRu. Ele precisa ser real.

Primeiramente, ressaltamos a iniciativa de se colocar aberta ao público a discussão do futuro do rugby nacional pela Confederação é salutar e merece elogios, devendo ser seguida por outras entidades, como verdadeiro exemplo de iniciativa democrática.

No entanto, a forma não é a adequada. O debate é sério e importante demais para ser anunciado com tão pouca antecedência, que inviabiliza a presença de pessoas de outras cidades e estados. É preciso haver uma margem de tempo maior para os interessados se organizarem.

Mas, acima de tudo, o plano precisa ser publicado no site da CBRu com tempo significativo de antecedência (ao menos um mês) para que as pessoas tomem conhecimento das propostas, façam suas análises com embasamento e possam previamente discutir as questões dentro de seus clubes e círculos de amigos – e os próprios clubes e federações poderem debatê-lo com os demais clubes e federações. Assim, quando houvesse a assembleia, o debate seria muito mais rico e produtivo.

- Continua depois da publicidade -

Uma assembleia aberta e com o público desconhecendo o que será apresentado não tem grandes chances de resultar no debate necessário. Nesse caso, o que seria uma grande oportunidade de se ter verdadeira participação da comunidade no processo decisório poderá se tornar mera validação de um item de governança.

O que precisa ser feito? O adiamento da Assembleia para uma data futura com mais tempo para apreciação e a publicação imediata do plano no site da CBRu, para as conversas poderem começar entre os rugbiers e serem concluídas na Assembleia com um debate que beneficie todo o rugby nacional.

Assinado pela Equipe do Portal do Rugby