A Hurra, ONG de São Paulo que atende mais de 16 CEUs e utiliza do rugby como ferramenta de transformação social, é uma das mais afetadas pelas medidas de paralisações e precisa de sua ajuda para continuar as suas atividades e pagar seus funcionários. A seguir, a mensagem do presidente da ONG, Eduardo Pacheco:

Boa tarde,

Escrevo a você meu amigo para fazer um pedido de ajuda e um apelo social.
Devido à suspensão de todos nossos atendimentos e projetos, não teremos alternativa senão dispensar todos os funcionários e cortar todos os custos.
Para tentar evitar essa situação, sabendo das condições de cada um dos meus funcionários e de suas famílias, estou fazendo uma campanha para tentar levantar recursos para pagar os salários (ou parte dele) dos próximos 3 meses e não ser obrigado a tomar tais medidas.
O custo total da minha equipe é R$30.700,00 (líquido sem encargos) – uma diarista que recebe $500, sete funcionários com salário de $2,6 e 3 com 4 mil.

Meu pedido é para uma ajuda de qualquer valor para que possamos passar os próximos 3 meses.

- Continua depois da publicidade -

Peço encarecidamente que considere esse pedido e possamos juntos ajudar aqueles que mais sofrerão com essa pandemia.

Meu muito obrigado.
Abraço

Dados para contribuição:
Banco do Brasil
Ag 1526-1
CC 22.240-2
Associação Hurra
CNPJ 10.696.215/0001-42