Foto: Mike Lee/World Rugby

ARTIGO COM VÍDEOS – A Série Mundial de Sevens Masculina viveu decisões neste domingo em Sydney, na Austrália, com as finais de sua 4ª etapa, de um total de 10. O circuito está com disputas cada vez mais acirradas pela liderança e quem acabou festejando desta vez foi a Nova Zelândia, que conquistou o título do torneio e, de quebra, assumiu a liderança da temporada, deixando Estados Unidos e Fiji para trás. Os EUA (mesmo sem o melhor jogador do mundo, Perry Baker, lesionado) chegaram a 4 vices em 4 etapas disputas e estão na vice liderança.

Já na luta pelo importante quarto lugar (uma vez que os 4 melhores do circuito irão aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020), a África do Sul começou a ficar preocupada, pois a Inglaterra encostou de vez. E enquanto isso, na luta contra o rebaixamento (destinado ao último colocado), o Japão respirou, encostando em Gales na classificação.

Clique aqui para conferir como foi o primeiro dia de jogos no Sydney Sevens masculino.


As quartas de final começaram com a torcida da casa vendo a Austrália perder por apertados 22 x 17 para Fiji, com o mágico Naduva fazendo 2 tries para Fiji. Na sequência, a Nova Zelândia passou com contundência pela França, 28 x 05, mas o jogo mais importante seria entre África do Sul e Inglaterra, ambos pensando no G4. E os ingleses não deram chances a uma irreconhecível África do Sul, vencendo por 26 x 05. Por fim, os EUA despacharam a Espanha por tranquilos 38 x 10.

- Continua depois da publicidade -

Nas semifinais, a Nova Zelândia provou que nesta temporada voltou a ser gigante e impôs 36 x 14 sobre Fiji, que teve seu jogo prejudicado por uma expulsão. Ng Shui e Gregory abriram o placar e Baker e Koroi marcando 2 tries cada para selarem o brilhante triunfo. Já EUA e Inglaterra tiveram um encontro bastante acirrado, com as Águias vencendo por 14 x 07, de virada, com tries de Tomasin e Pinkelman.

Nas decisões menores, o destaque ficou com o Japão no Challenge Trophy, derrotando Gales em duelo direto contra o rebaixamento para chegar à final contra a Argentina. Mas os Pumas prevaleceram por 10 x 07 na decisão de 9º lugar. Já a África do Sul reduziu o prejuízo vencendo o 5º lugar por 12 x 10 sofridos contra a anfitriã Austrália. No bronze (3 º lugar), Fiji não se reergueu e viu a Inglaterra triunfar por 19 x 17, em resultado precioso na busca pelo G4. Bowen foi destaque com 2 tries.

Por fim, a grande final entre Nova Zelândia e Estados Unidos começou com Ware fazendo o primeiro try para os All Blacks, mas os EUA seguraram o jogo e só sofreram o 2º try pouco antes da pausa, com Dickson. O momento decisivo foi o início do segundo tempo, com Ng Shiu marcando fazendo o try do título neozelandês. Thompson ainda fez try de honra para os americanos, mas sem tempo de reação. 21 x 05, números finais e 2º título de etapa na temporada para a Nova Zelândia.

A próxima etapa será em Las Vegas, nos EUA, nos dias 1 a 3 de março. Chance finalmente de título americano.

 

HSBC Sevens World Series 2018-19 – Série Mundial de Sevens – em Sydney, Austrália

Masculino – 4ª etapa

Sábado, dia 02 de fevereiro / Domingo, dia 03 de fevereiro

21h38 – Quartas de final pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Japão 31 x 19 Tonga

22h00 – Quartas de final pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Gales 19 x 14 Quênia

22h22 – Quartas de final pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Argentina 36 x 12 Samoa

22h44 – Quartas de final pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Canadá 35 x 21 Escócia

23h16 – Quartas de final pelo Ouro – Fiji 22 x 17 Austrália

23h38 – Quartas de final pelo Ouro – Nova Zelândia 28 x 05 França

00h00 – Quartas de final pelo Ouro – África do Sul 05 x 26 Inglaterra

00h22 – Quartas de final pelo Ouro – Estados Unidos 38 x 10 Espanha

 

01h04 – Semifinal pelo 13º lugar – Tonga 20 x 17 Quênia

01h26 – Semifinal pelo 13º lugar – Samoa 26 x 12 Escócia

01h48 – Semifinal pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Japão 19 x 17 Gales

02h10 – Semifinal pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Argentina 24 x 19 Canadá

02h32 – Semifinal pelo 5º lugar – Austrália 17 x 14 França

02h54 – Semifinal pelo 5º lugar – África do Sul 33 x 00 Espanha

03h16 – Semifinal pelo Ouro – Fiji 14 x 36 Nova Zelândia

03h38 – Semifinal pelo Ouro – Inglaterra 07 x 14 Estados Unidos

 

06h08 – Decisão de 13º lugar – Samoa 25 x 05 Tonga

06h30 – Final do Challenge Trophy (9º lugar) – Argentina 10 x 07 Japão

07h07 – Decisão de 5º lugar – Austrália 10 x 12 África do Sul

07h29 – Decisão de Bronze (3º lugar) – Fiji 17 x 19 Inglaterra

07h56 – FINAL – Decisão de Ouro (1º lugar) – Nova Zelândia 21 x 05 Estados Unidos

 

 SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6Etapa 7Etapa 8Etapa 9Etapa 10
EUA1451919191922151715
Fiji1421322221512172219
Nova Zelândia1302215172217131212
África do Sul1211217151310221022
Inglaterra107171381713121017
Samoa878712319101513
Austrália8015101012108510
Argentina791085815101310
França7175210119198
Escócia6210101318587
Espanha475125107332
Canadá41551053715
Quênia2613715153
Gales2532152525
Japão2221171271
- 1ª ao 4º colocados = classificados aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020
- 15º colocado = rebaixamento;

Obs 1: Japão já está classificado aos Jogos Olímpicos;
Obs 2: Inglaterra, Gales e Escócia não disputam os Jogos Olímpicos, sendo representados pela Grã-Bretanha. A seleção inglesa foi designada para buscar a qualificação da Grã-Bretanha. Os resultados de Escócia e Gales não valerão para qualificar a seleção britânica;
Obs 3: nossa tabela não mostra a pontuação das equipes convidadas


Pontuação:
1º - 22 pontos; 2º - 19 pts; 3º - 17 pts; 4º - 15 pts;
5º - 13 pts; 6º - 12 pts; 7º e 8º - 10 pts;
9º - 8 pts; 10º - 7 pts; 11º e 12º - 5 pts;
13º - 3 pts; 14º - 2 pts; 15º e 16º - 1 pt.