Foto: World Rugby

Em entrevista ao site argentino Hablemos de Rugby, o diretor de rugby da União Argentina de Rugby, Francisco “Pancho” Rubio, confirmou que as edições 2020 e 2021 do Americas Rugby Championship contarão como as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2023 nas Américas, com as duas edições sendo somadas para que todos os times se enfrentem em turno e returno.

O World Rugby ainda não anunciou oficialmente como serão as eliminatórias para o próximo Mundial, mas é sabido que o torneio de 2023 seguirá com 20 seleções, sendo que os 12 primeiros colocados de 2019 ganharão vagas diretas em 2023. Considerado-se que a Argentina é favorita a terminar o Mundial de 2019 entre os 12 primeiros colocados, há grandes chances de que as Américas sigam contando com 2 vagas diretas e 1 na Repescagem.

Com isso, Estados Unidos, Canadá, Uruguai, Brasil e Chile jogariam em turno e returno de olho nas vagas, sem distinção entre América do Norte e América do Sul. Os jogos contra a Argentina XV não deverão contar para as Eliminatórias. Com o novo sistema, poderá haver até quatro sul-americanos (contando a Argentina) na Copa do Mundo, e não mais apenas dois.

Para 2019, as Américas contavam com 2 vagas diretas, sendo que 1 era obrigatoriamente da América do Norte, decidida entre Canadá e Estados Unidos (que teve vitória dos EUA), enquanto a segunda vaga foi disputada entre o campeão da América do Sul (Uruguai) e o perdedor do jogo entre Canadá e EUA (que acabou sendo o Canadá). O perdedor desse último duelo (o Canadá, derrotado pelo Uruguai) ganhou ainda uma vaga na Repescagem Mundial (que acabou vencida pelos canadenses).

- Continua depois da publicidade -

Ainda não está claro como os demais países das Américas poderão jogar pelas vagas na Copa do Mundo, mas a adoção do modelo europeu é possível. Na Europa, os times que não jogam o Rugby Europe Championship pleiteiam apenas vaga numa Repescagem Europeia que leva à Repescagem Mundial.

Não foi confirmado se a partir de 2020 haverá sistema de promoção e rebaixamento do Americas Rugby Championship com o Americas Rugby Challenge (a 2ª divisão), vislumbrado quando da criação da competição principal em 2016. Naquela oportunidade, falava-se na possibilidade de introdução de tal sistema a partir da temporada 2020.