Foto: SA Rugby

ARTIGO COM VÍDEO – África do Sul e Argentina voltaram a duelar neste sábado em amistoso em Pretória, de olho na Copa do Mundo. No jogo passado, os Springboks venceram com categoria e optaram por entrar em campo agora com um XV totalmente remodelado, rodando seu elenco. A Argentina mostrou evolução, flertou com a vitória, mas acabou derrotada por 24 x 18.

Em dia de desempenho baixo dos dois times nos tackles, o jogo começou ruim, com erros, mas melhorou em seu decorrer. Elton Jantjies e Bonilla trocaram penais aos 20′ e aos 27′ mexendo no marcador e, aos 32′, finalmente saiu o primeiro try da partida, com Nkosi rompendo na ponta em velocidade. Mas, antes da pausa, Cobus Reinach teve passe interceptado por Guido Petti, que correu para o try dos Pumas que os colocava em vantagem de 10 x 08.

O segundo tempo começou com a Argentina flertando com try. Primeiro, Tuculet se envolveu em disputa aérea com Reinach e a arbitragem não entendeu haver um penal try no lance. Depois, em bela ação sul-americana, Kremer serviu Cancelliere com offload, mas o ponta não teve o controle e cometeu knock-on em cima do in-goal. A resposta dos donos da casa foi com mágica de Nkosi, que de novo rompeu os tackles na velocidade e finalizou com try de forma acrobática para os Boks. Jantjies e Urdapilleta trocaram penais e na reta final os Pumas responderam com try de Matera, na potência, aos 65′, igualando tudo. Com 18 x 18, o jogo ficou eletrizante. Os visitantes pecaram na disciplina, cederam penal para Jantjies colocar os Boks na frente, aos 69′.

Os Pumas cresceram no fim e, aos 76′, o debutante Mensa cravou um lindo try, porém anulado por uma penalidade em seu nascedouro, com uma obstrução de tackle sul-africano. O lance foi seguido de um último penal para Jantjies selar a vitória dos Boks em 24 x 18.

- Continua depois da publicidade -

A África do Sul encarará o Japão, em solo japonês, no dia 6 de setembro, em seu último amistoso pré Mundial, ao passo que a Argentina não terá mais nenhum test match, mas ainda duelará com o clube australiano Randwick, em Sydney, no dia 7 de setembro.

24versus copiar18

África do Sul 24 x 18 Argentina, em Pretória

Árbitro: Luke Pearce (Inglaterra)

África do Sul

Tries: Nkosi (2)

Conversões: Jantjies (1)

Penais: Jantjies (4)

15 Warrick Gelant, 14 Sbu Nkosi, 13 Jesse Kriel, 12 André Esterhuizen, 11 Dillyn Leyds, 10 Elton Jantjies, 9 Cobus Reinach, 8 Marcell Coetzee, 7 Rynhardt Elstadt, 6 Siya Kolisi, 5 Lood de Jager, 4 RG Snyman, 3 Vincent Koch, 2 Schalk Brits (c), 1 Thomas du Toit;

Suplentes: 16 Scarra Ntubeni, 17 Lizo Gqoboka, 18 Wilco Louw, 19 Marvin Orie, 20 Marco van Staden, 21 Kwagga Smith, 22 Faf de Klerk, 23 Frans Steyn;

Argentina

Tries: Petti e Matera

Conversões: Bonilla (1)

Penais: Bonilla (1) e Urdapilleta (1)

15 Joaquin Tuculet, 14 Sebastián Cancelliere, 13 Jeronimo de la Fuente, 12 Lucas Mensa, 11 Ramiro Moyano, 10 Joaquín Díaz Bonilla, 9 Felipe Ezcurra, 8 Javier Ortega Desio, 7 Marcos Kremer, 6 Pablo Matera (c), 5 Tomas Lavanini, 4 Guido Petti, 3 Santiago Medrano, 2 Julian Montoya, 1 Mayco Vivas;]

Suplentes: 16 Agustin Creevy, 17 Nahuel Tetaz Chaparro, 18 Juan Figallo, 19 Matias Alemanno, 20 Tomas Lezana, 21 Gonzalo Bertanou, 22 Benjamin Urdapilleta, Santiago Carreras;