Foto: Mike Lee - KLC fotos for World Rugby

ARTIGO COM VÍDEOS – O Dubai Sevens terminou para as mulheres, com o título da Nova Zelândia, mas está só começando entre os homens. Hoje, o primeiro dia de jogos do torneio que abre a temporada 2018-19 da Série Mundial de Sevens (temporada que vale vaga nos Jogos Olímpicos!) não teve maiores surpresas, com os favoritos avançando às quartas de final.

Mas teve destaque para quebrar bolão sim. A África do Sul, atual campeã, foi derrotada pela Argentina por 17 x 12, em jogão que teve Franco Sabato marcando 2 tries, incluindo o da vitória dos Pumas no apagar das luzes. Os argentinos, no entanto, já tinham sido derrotados por Samoa e acabaram no segundo lugar do Grupo A, atrás dos Boks pelo saldo.

No Grupo B Fiji se impôs com tranquilidade invicto em primeiro lugar, mas a briga pela segunda colocação foi intensa entre Escócia e França, com empate entre os dois – melhor para os escoceses, por conta do saldo.

- Continua depois da publicidade -

No Grupo C, a Nova Zelândia falou mais alto também avançando invicta, enquanto os EUA ficaram em segundo lugar. O melhor jogador do mundo, Perry Baker, deixou sua marca na velocidade para os americanos contra os All Blacks.

Já no Grupo D a Austrália foi o destaque com a primeira colocação, vencendo a vice campeã da Copa do Mundo, a Inglaterra, por suados 22 x 19 no jogo final do dia, com O’Donnell brilhando com o try da vitória no minuto derradeiro. Mas o duelo foi marcado por um lindo try inglês de Ethan Waddleton, após jogada de mestre de Dan Norton – que se tornou hoje o primeiro atleta a alcançar 300 tries na Série Mundial de Sevens.



Os jogos retornarão no sábado, com as finais, que terão transmissão ao vivo pela World Rugby TV.

 

HSBC Sevens World Series 2018-19 – Série Mundial de Sevens Feminina – 1ª etapa, em Dubai, Emirados Árabes Unidos

*Horários de Brasília

Sexta-feira, dia 30 de novembro

03h00 – Estados Unidos 29 x 00 Espanha

03h22 – Nova Zelândia 28 x 07 Gales

03h44 – Quênia 14 x 35 Escócia

04h06 – Fiji 41 x 00 França

04h30 – Argentina 19 x 21 Samoa

04h52 – África do Sul 31 x 00 Zimbábue

05h14 – Inglaterra 26 x 12 Canadá

05h36 – Austrália 43 x 00 Japão

 

06h00 – Estados Unidos 33 x 12 Gales

06h22 – Nova Zelândia 28 x 17 Espanha

06h44 – Quênia 17 x 21 França

07h06 – Fiji 21 x 17 Escócia

 

08h14 – Argentina 22 x 19 Zimbábue

08h36 – África do Sul 19 x 12 Samoa

08h58 – Inglaterra 31 x 07 Japão

09h20 – Austrália 31 x 19 Canadá

 

12h00 – Espanha 35 x 07 Gales

12h22 – Nova Zelândia 24 x 07 Estados Unidos

12h44 – Escócia 14 x 14 França

13h06 – Fiji 43 x 12 Quênia

13h31 – Samoa 17 x 15 Zimbábue

13h53 – África do Sul 12 x 17 Argentina

14h15 – Canadá 27 x 07 Japão

14h37 – Austrália 22 x 19 Inglaterra

 

Grupo A: 1 África do Sul, 2 Argentina, 3 Samoa, 4 Zimbábue

Grupo B: 1 Fiji, 2 Escócia, 3 França, 4 Quênia

Grupo C: 1 Nova Zelândia, 2 Estados Unidos, 3 Espanha, 4 Gales

Grupo D: 1 Austrália, 2 Inglaterra, 3 Canadá, 4 Japão

 

Sábado, dia 1º de dezembro

Quartas de final Challenge Trophy (9º lugar)

03h30 – Samoa x Japão

03h52 – Espanha x Quênia

04h14 – Canadá x Zimbábue

04h36 – França x Gales

 

Quartas de final Ouro

05h00 – África do Sul x Inglaterra

05h22 – Nova Zelândia x Escócia

05h44 – Austrália x Argentina

06h06 – Fiji x Estados Unidos

 

Semifinais pelo 13º lugar

07h38

08h00

 

Semifinais pelo Challenge Trophy (9º lugar)

08h22

08h44

 

Semifinais pelo 5º lugar

09h33

09h55

 

Semifinais pelo Ouro

10h17

10h39

 

Finais

11h53 – Disputa de 13º lugar

12h15 – Final do Challenge Trophy (Disputa de 9º lugar)

12h40 – Disputa de 5º lugar

13h04 – Disputa de Bronze (3º lugar)

13h29 – FINAL – Disputa de Ouro (1º lugar)