Foto: Fotojump

A Argentina XV é a grande campeã do Sul-Americano de 2019. Na partida final, os argentinos derrotaram o Brasil em Belo Horizonte, no Estádio Independência, por nada menos que 62 x 00, em jogo seguro do time argentino de ponta a ponta.

O time visitante abriu o placar logo no começo com try de Portillo, em jogada iniciada de um lateral – bem defendido pelo Brasil, mas que não segurou as fases na sequência. O mesmo Portillo, no entanto, foi do céu ao inferno, recebendo cartão vermelho (por um soco na cabeça em ruck), que deixou os Tupis em ótima situação para a reação.

Mas o Brasil não conseguiu executar um jogo ofensivo capaz de quebrar a defesa argentina. A intensidade dos visitantes não foi igualada e logo o time adversário já encontrou seu segundo try, com Fortuny. O Brasil tentou algumas jogadas até a ponta, com Zé usando seu recurso de chutes cruzados, mas sem efetividade. A Argentina controlou a posse de bola, ciente de seu homem a menos, e ainda conquisto o terceiro try antes do intervalo, com Facundo Cordero (irmão de Santiafo Cordero, dos Pumas). 19 x 00.

No segundo tempo, os argentinos logo somaram 3 pontos com penal chutado por Albornoz, para mexer no marcador no reinício, e não tardou para a linha argentina funcionar, com Segura rompendo a defesa brasileira para o quarto try.

A porta se abriu, com o Brasil perdendo ânimo e falhando defensivamente. Cordero, Segura, Castiglione duas vezes e, por fim, Montero finalizaram os tries argentinos em uma segunda etapa dominante. 62 x 00, números finais.

- Continua depois da publicidade -

Agora os Tupis pensam nos desafios dos amistosos de junho contra Espanha e Romênia, no Brasil, em locais a serem ainda confirmados.

00versus copiar62

Brasil 00 x 62 Argentina XV, em Belo Horizonte

Árbitro: Francisco González (Uruguai) / Assistentes: Esteban Filipanics (Argentina) e Vinicius Aleixo (Brasil);

Brasil

15 Daniel Sancery (c), 14 Stefano Giantorno, 13 Robert Tenório, 12 Jacobus de Wet, 11 Daniel “Maranhão” Lima, 10 Lucas “Zé” Tranquez, 9 Lucas “Tanque” Duque, 8 André “Buda” Arruda, 7 Cléber “Gelado” Dias, 6 Matheus Cláudio, 5 Lucas “Bruxinho” Píero, 4 Luiz “Monstro” Vieira, 3 Caique Segura, 2 Wilton Murilo “Nelson” Rebolo, 1 Lucas Abud;

Suplentes: 16 Yan Rosetti, 17 João Pedro “Sininho” Talamini, 18 Matheus “Blade” Rocha, 19 Gabriel Paganini, 20 Matteo Dell’Acqua, 21 Laurent Bourda-Couhet, 22 Ariel Rodrigues, 23 Lorenzo Massari;

Argentina XV

Tries: Segura (2), Castiglione (2), Cordero (2), Portillo, Fortuny e Montero

Conversões: Albornoz (4) e Castiglione (3)

Penais: Albornoz (1)

15 Cordero, 14 Dominguez, 13 Segura, 12 Mensa, 11 Montero, 10 Alborboz, 9 Del Prete, 8 Portillo, 7 Gorrissen (c), 6 Ureta, 5 Saenz Peña, 4 Repetto, 3 Segurotti, 2 Fortuny, 1 Solveyra;

Suplentes: 16 González, 17 Corvalán, 18 Favre, 19 Calas, 20 Sbrocco, 21 Nogués, 22 Castiglione, 23 Ezcurra;

 SeleçãoApelidoPJVED4+7-PPPCSP
Argentina XVArgentina XV153300301966190
Uruguai XVUruguai XV123300001157540
ChileCóndores631021188104-16
BrasilTupis531021085110-25
ColômbiaTucanes531021070130-60
ParaguaiYakarés030030033162-129
- Vitória por 3 tries ou mais de diferença = 5 pontos
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos
- Empate = 2 pontos
- Derrota por 7 pontos ou menos de diferença = 1 ponto
- Derrota por mais de 7 pontos de diferença = 0 pontos

 

Histórico

AnoSedeCampeãoVice campeão3º lugar4º lugar5º lugar6º lugar
1951Buenos Aires (Argentina)ArgentinaUruguaiChileBrasil
1958Santiago e Viña del Mar (Chile)ArgentinaChileUruguaiPeru
1961Montevidéu (Uruguai)ArgentinaChileUruguaiBrasil
1964São Paulo (Brasil)ArgentinaBrasilUruguaiChile
1967Buenos Aires (Argentina)ArgentinaChileUruguai
1969Santiago (Chile)ArgentinaChileUruguai
1971Montevidéu (Uruguai)ArgentinaChileUruguaiBrasilParaguai
1973São Paulo (Brasil)ArgentinaUruguaiChileBrasilParaguai
1975Assunção (Paraguai)ArgentinaChileUruguaiBrasilParaguai
1977Tucumán (Argentina)ArgentinaUruguaiChileParaguaiBrasil
1979Santiago e Viña del Mar (Chile)ArgentinaUruguaiChileBrasilParaguai
1981*Montevidéu (Uruguai)UruguaiChileParaguaiBrasil
1983Buenos Aires (Argentina)ArgentinaUruguaiChileParaguai
1985Assunção (Paraguai)ArgentinaUruguaiChileParaguai
1987Santiago (Chile)ArgentinaUruguaiChileParaguai
1989Montevidéu (Uruguai)ArgentinaUruguaiChileBrasilParaguai
1991Todos os paísesArgentinaUruguaiChileParaguaiBrasil
1993Todos os paísesArgentinaUruguaiParaguaiChileBrasil
1995Todos os paísesArgentinaUruguaiChileParaguai
1997Todos os paísesArgentinaUruguaiChileParaguai
1998Todos os paísesArgentinaUruguaiChileParaguai
2000Montevidéu (Uruguai)ArgentinaUruguaiChile
2001Todos os paísesArgentinaUruguaiChileParaguai
2002Mendoza (Argentina) e Santiago (Chile)ArgentinaUruguaiChileParaguai
2003Montevidéu (Uruguai)ArgentinaUruguaiChileParaguai
2004Santiago (Chile)ArgentinaUruguaiChileVenezuela
2005Buenos Aires (Argentina)ArgentinaUruguaiChile
2006Todos os paísesArgentinaUruguaiChile
2007Todos os paísesArgentinaUruguaiChile
2008Todos os paísesArgentinaUruguaiChile
2009Montevidéu (Uruguai) e Santiago (Chile)ArgentinaUruguaiChileBrasilParaguai
2010Santiago (Chile)ArgentinaUruguaiChileBrasilParaguai
2011Puerto Iguazu (Argentina)ArgentinaChileUruguaiBrasilParaguai
2012Santiago (Chile)ArgentinaUruguaiChileBrasil
2013Montevidéu (Uruguai) e Temuco (Chile)ArgentinaUruguaiChileBrasil
2014**Todos os paísesUruguaiParaguaiBrasilChile
2015**Todos os paísesChileUruguaiParaguaiBrasil
2016**Todos os paísesUruguaiChileBrasilParaguai
2017**Todos os paísesUruguaiChileBrasilParaguai
Sul-Americano Seis Nações
2018Todos os paísesBrasilArgentina XVChileUruguai XVParaguaiColômbia
2019Todos os paísesArgentinaUruguai XVChileBrasilColômbiaParaguai
RankingTítulosVices3ºs lugares4ºs lugares5ºs lugares6ºs lugares
Argentina3500000
Uruguai4278000
Chile11125200
Brasil1131430
Paraguai0231380
Venezuela000100
Peru000100
Colômbia000001
Copa Sul-Americana**
2014Montevidéu, Paysandu (Uruguai) e Santiago (Chile)ArgentinaUruguaiChile
2015Montevidéu (Uruguai) e Assunção (Paraguai)ArgentinaUruguaiParaguai
2016Colonia de Sacramento (Uruguai) e Santiago (Chile)ArgentinaUruguaiChile
2017Colonia de Sacramento (Uruguai) e Santiago (Chile)ArgentinaUruguaiChile
RankingTítulosVices3ºs lugares
Argentina300
Uruguai030
Chile002
Paraguai001
Sul-Americano "B"
AnoSedeCampeãoVice campeão3º lugar4º lugar5º lugar6º lugar
2000São Paulo (Brasil)BrasilVenezuelaPeru
2001Todos os paísesBrasilVenezuelaPeruColômbia
2002Lima (Peru)BrasilPeruVenezuelaColômbia
2003Bogotá (Colômbia)VenezuelaBrasilColômbiaPeru
2004São Paulo (Brasil)ParaguaiBrasilPeruColômbia
2005Assunção (Paraguai)ParaguaiBrasilPeruColômbiaVenezuela
2006Caracas (Venezuela)BrasilColômbiaVenezuelaPeruCosta Rica
2007Lima (Peru)BrasilPeruColômbiaVenezuela
2008Luque (Paraguai)BrasilParaguaiVenezuelaColômbiaPeru
2009San José (Costa Rica)ColômbiaVenezuelaPeruCosta Rica
2010Medellín (Colômbia)PeruVenezuelaColômbiaCosta Rica
2011Lima (Peru)VenezuelaPeruColômbiaCosta Rica
2012Valencia (Venezuela)ParaguaiColômbiaVenezuelaPeru
2013Luque (Paraguai)ParaguaiColômbiaPeruVenezuela
2014Apartadó (Colômbia)ColômbiaVenezuelaPeruEquador
2015Lima (Peru)ColômbiaPeruVenezuelaEquador
2016Lima (Peru)ColômbiaVenezuelaPeruEquador
2017Lima (Peru) e Medellín (Colômbia)ColômbiaVenezuelaPeru-
2018Antigua Guatemala (Guatemala)PeruGuatemalaCosta Rica-
2019-----
Sul-Americano "C"
AnoSedeCampeãoVice campeão3º lugar4º lugar5º lugar6º lugar
2012Cidade da Guatemala (Guatemala)Costa RicaGuatemalaEquadorEl Salvador
2013San José (Costa Rica)EquadorCosta RicaGuatemalaEl Salvador
2014Balboa (Panamá)El SalvadorGuatemalaCosta RicaPanamá
2015San Salvador (El Salvador)GuatemalaCosta RicaEl SalvadorPanamá
2016Cidade da Guatemala (Guatemala)GuatemalaCosta RicaPanamáEl Salvador
2017San José (Costa Rica)Costa RicaGuatemalaNicaráguaPanamá
2018Todos os paísesPanamáEl SalvadorHonduras-
2019-----
* Argentina não participou em 1981;

**A partir de 2014, a Argentina não participa do Campeonato Sul-Americano de Rugby. Mas, os dois primeiros colocados da competição enfrentam no ano seguinte a Argentina na Copa Sul-Americana (Copa CONSUR em 2014 e 2015, Copa Sudamérica Rugby a partir de 2016), que passou a ser o título máximo do continente.