Foto: World Rugby

Tem Série Mundial de Sevens nesse fim de semana e em dose dupla em Sydney, na Austrália! Os melhores jogadores e as melhores jogadoras do mundo estarão em campo pela 4ª etapa do circuito masculino e pela 3ª etapa do circuito feminino da temporada 2018-19, que vale 4 lugares nos Jogos Olímpicos de 2020, tanto para os homens como para as mulheres.

A etapa da Austrália tem novidade para este ano: o estádio mudou! Agora, os jogos serão no Spotless Stadium, estádio de futebol australiano (casa do GWS Giants) na zona oeste da cidade, com 24 mil lugares. Isso porque o Allianz Stadium, palco tradicional do rugby na cidade, está fechado para ser demolido e reconstruído.

Fique ligado que todos os jogos serão exibidos online. Clique aqui para assisti-los ao vivo.

 

- Continua depois da publicidade -

Masculino pegando fogo

O circuito masculino pegou fogo no fim de semana passada na Nova Zelândia com o título de Fiji, em vitória na final sobre os Estados Unidos, igualando os dois times na liderança da classificação geral. Mas Nova Zelândia e África do Sul ainda sonham e sabem que precisam vencer na Austrália para seguirem nutrindo esperanças de título. Já os australianos, jogando em casa, também têm ambições, e o título os colocaria de vez dentro da luta pelas vagas nos Jogos Olímpicos.

Mas, e como estão os grupos?

  • O Grupo A tem Fiji como grande favorito, com os artilheiros de tries da temporada, Naduva e Tuimaba. Mas Samoa e Inglaterra correm por fora e poderão atrapalhar os fijianos, em especial os ingleses, que precisam de uma grande campanha de qualquer jeito para voltarem a sonhar vivamente com vaga antecipada nos Jogos Olímpicos. O Japão é a quarta força;
  • O Grupo B é encabeçado pela sensação da temporada, os EUA, que poderão não contar com Perry Baker, em recuperação de lesão. Mas o time já se provou forte mesmo sem o melhor jogador do mundo e o grupo não é dos mais difíceis, com Canadá, Quênia e França correndo por fora em briga quente pela segunda posição;
  • A Nova Zelândia encabeça o Grupo C e também teve um grupo bastante acessível para disputar, com Escócia, Espanha e Gales. Favoritismo absoluto para os All Blacks, os maiores tacleadores da temporada, com o craque Sione Molia no topo dos rankings de performance;
  • Já o Grupo D promete muito com o choque entre África do Sul, que vive assombrada por lesões, e o time da casa, a Austrália, dos tryman John Porch, um dos destaques da temporada. O grupo é ainda mais perigoso para os dois times porque conta com a Argentina, capaz de derrubar qualquer um dos rivais. Tonga, a seleção convidada da etapa, completa a chave e é perigosa;
 SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6Etapa 7Etapa 8Etapa 9Etapa 10
EUA113191919192215
Nova Zelândia106221517221713
Fiji101132222151217
África do Sul89121715131022
Inglaterra8017138171312
Austrália6515101012108
Samoa59871231910
Argentina56108581510
Escócia47101013185
França4475210119
Espanha4251251073
Canadá355510537
Gales18321525
Quênia18137151
Japão14211712
- 1ª ao 4º colocados = classificados aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020
- 15º colocado = rebaixamento;

Obs 1: Japão já está classificado aos Jogos Olímpicos;
Obs 2: Inglaterra, Gales e Escócia não disputam os Jogos Olímpicos, sendo representados pela Grã-Bretanha. A seleção inglesa foi designada para buscar a qualificação da Grã-Bretanha. Os resultados de Escócia e Gales não valerão para qualificar a seleção britânica;
Obs 3: nossa tabela não mostra a pontuação das equipes convidadas


Pontuação:
1º - 22 pontos; 2º - 19 pts; 3º - 17 pts; 4º - 15 pts;
5º - 13 pts; 6º - 12 pts; 7º e 8º - 10 pts;
9º - 8 pts; 10º - 7 pts; 11º e 12º - 5 pts;
13º - 3 pts; 14º - 2 pts; 15º e 16º - 1 pt.

 

Feminino retorna após pausa

A última etapa feminina foi em dezembro em Dubai e as seleções voltarão à ativa justo na casa da Austrália, campeã olímpica, que está pressionada para entregar melhores resultados. A Nova Zelândia dominou as primeiras etapas e se as australianas ainda quiserem o título geral precisarão vencer em casa, pois estão apenas em quarto lugar, atrás de Canadá e EUA. Vamos aos grupos:

  • No Grupo A, a questão que fica é: quem vai deter a Nova Zelândia, superfavorita? As Black Ferns contam com a melhor do mundo Michaela Blyde e não balançaram até aqui. Inglaterra e França são as candidatas, tendo que dividir seus grupos profissionais com o XV do Six Nations Feminino. A França foi destaque em 2017-18 e sugere maior força hoje. A convidada Papua Nova Guiné fecha a chave;
  • No Grupo B, o Canadá, da artilheira Ghislaine Landry, é a cabeça de chave e favorita, em um grupo tranquilo, com a Rússia (a mais perigosa rival), Irlanda e Fiji. A briga promete por classificação entre as demais seleções;
  • E a Austrália está no Grupo C medindo forças com os Estados Unidos, que largaram fortes nesta temporada, com Ilona Maher performando muito. As australianas sofreram com lesões e passam por transformações no elenco, mas ainda conta com craques como Elia Green e Sharni Williams. China e Espanha fecham a chave e sabem que para avançarem não poderão sofrer derrotas largas para EUA e Austrália;

Vale lembrar que no torneio feminino avançarão às quartas de final as 2 melhores de cada grupo e as 2 melhores 3ªs colocadas.

 SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6
Nova Zelândia60202020
EUA48181416
Canadá46161812
Austrália46121618
França3214810
Irlanda3010614
Rússia288128
Inglaterra196103
Espanha13436
Fiji9324
China8242
- Pontuação: 1º lugar, 20 pontos / 2º, 18 pts / 3º, 16 pts / 4º, 14 pts / 5º, 12 pts / 6º, 10 pts / 7º, 8 pts / 8º, 6 pts / 9º, 4 pts / 10º, 3 pts / 11º, 2 pts / 12º, 1 pt;

1º a 4º lugares = Classificação aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020;
11º lugar =Rebaixamento
Obs: tabela com somente as equipes fixas

 

HSBC Sevens World Series 2018-19 – Série Mundial de Sevens – em Sydney, Austrália

Masculino – 4ª etapa

Grupo A: Fiji, Samoa, Inglaterra e Japão

Grupo B: Estados Unidos, Canadá, Quênia e França

Grupo C: Nova Zelândia, Escócia, Espanha e Gales

Grupo D: África do Sul, Austrália, Argentina e Tonga

 

Feminino – 3ª etapa

Grupo A: Nova Zelândia, Inglaterra, França e Papua Nova Guiné

Grupo B: Canadá, Rússia, Irlanda e Fiji

Grupo C: Austrália, Estados Unidos, China e Espanha

 

*Horários de Brasília

Quinta-feira, dia 31 de janeiro / Sexta-feira, dia 1º de fevereiro

23h00 – Rússia x Irlanda – Feminino

23h22 – Canadá x Fiji – Feminino

23h44 – Inglaterra x França – Feminino

00h06 – Nova Zelândia x Papua Nova Guiné – Feminino

00h28 – Estados Unidos x China – Feminino

00h50 – Austrália x Espanha – Feminino

 

01h44 – Rússia x Fiji – Feminino

02h06 – Canadá x Irlanda – Feminino

02h28 – Inglaterra x Papua Nova Guiné – Feminino

02h50 – Nova Zelândia x França – Feminino

03h12 – Estados Unidos x Espanha – Feminino

03h34 – Austrália x China – Feminino

 

04h28 – Irlanda x Fiji – Feminino

04h50 – Canadá x Rússia – Feminino

05h12 – França x Papua Nova Guiné – Feminino

05h34 – Nova Zelândia x Inglaterra – Feminino

05h56 – Austrália x Estados Unidos – Feminino

06h18 – China x Espanha – Feminino

 

Sexta-feira, dia 1º de fevereiro / Sábado, dia 02 de fevereiro

20h00 – Escócia x Espanha – Masculino

20h22 – Nova Zelândia x Gales – Masculino

20h44 – Canadá x Quênia – Masculino

21h06 – Estados Unidos x França – Masculino

21h28 – Austrália x Argentina – Masculino

21h50 – África do Sul x Tonga – Masculino

22h12 – Samoa x Inglaterra – Masculino

22h34 – Fiji x Japão – Masculino

 

23h06 – Semifinal Challenge Trophy (9º lugar) – Feminino

23h28 – Semifinal Challenge Trophy (9º lugar) – Feminino

23h50 – Quartas de final – Feminino

00h12 – Quartas de final – Feminino

00h34 – Quartas de final – Feminino

00h56 – Quartas de final – Feminino

 

01h28 – Escócia x Gales – Masculino

01h50 – Nova Zelândia x Espanha – Masculino

02h12 – Canadá x França – Masculino

02h34 – Estados Unidos x Quênia – Masculino

02h56 – Austrália x Tonga – Masculino

03h18 – África do Sul x Argentina – Masculino

03h40 – Samoa x Japão – Masculino

04h02 – Fiji x Inglaterra – Masculino

 

04h34 – Decisão de 11º lugar – Feminino

04h56 – Final do Challenge Trophy (9º lugar) – Feminino

 

05h33 – Espanha x Gales – Masculino

05h55 – Nova Zelândia x Escócia – Masculino

06h17 – Quênia x França – Masculino

06h39 – Estados Unidos x Canadá – Masculino

07h01 – Argentina x Tonga – Masculino

07h23 – África do Sul x Austrália – Masculino

07h45 – Inglaterra x Japão – Masculino

08h07 – Fiji x Samoa – Masculino

 

Sábado, dia 02 de fevereiro / Domingo, dia 03 de fevereiro

19h50 – Semifinal pelo 5º lugar – Feminino

20h12 – Semifinal pelo 5º lugar – Feminino

20h34 – Semifinal pelo Ouro – Feminino

20h56 – Semifinal pelo Ouro – Feminino

 

21h38 – Quartas de final pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Masculino

22h00 – Quartas de final pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Masculino

22h22 – Quartas de final pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Masculino

22h44 – Quartas de final pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Masculino

23h16 – Quartas de final pelo Ouro – Masculino

23h38 – Quartas de final pelo Ouro – Masculino

00h00 – Quartas de final pelo Ouro – Masculino

00h22 – Quartas de final pelo Ouro – Masculino

 

01h04 – Semifinal pelo 13º lugar – Masculino

01h26 – Semifinal pelo 13º lugar – Masculino

01h48 – Semifinal pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Masculino

02h10 – Semifinal pelo Challenge Trophy (9º lugar) – Masculino

02h32 – Semifinal pelo 5º lugar – Masculino

02h54 – Semifinal pelo 5º lugar – Masculino

03h16 – Semifinal pelo Ouro – Masculino

03h38 – Semifinal pelo Ouro – Masculino

 

04h20 – Decisão de 7º lugar – Feminino

04h42 – Decisão de 5º lugar – Feminino

05h04 – Decisão de Bronze (3º lugar) – Feminino

05h31 – FINAL – Decisão de Ouro (1º lugar) – Feminino

 

06h08 – Decisão de 13º lugar – Masculino

06h30 – Final do Challenge Trophy (9º lugar) – Masculino

07h07 – Decisão de 5º lugar – Masculino

07h29 – Decisão de Bronze (3º lugar) – Masculino

07h56 – FINAL – Decisão de Ouro (1º lugar) – Masculino