O primeiro clube de Rugby League do Brasil, o Baixo Guandu, do Espírito Santo, que também atua em Aimorés, Minas Gerais, se reorganizou ao longo de 2019 e começará 2020 com um grande projeto.

O clube criou 3 núcleos – Leopardos, Búfalos e Víboras – que se enfrentaram na nova Taça Guerreiros da Fronteiras de Rugby League 9s. Cada time enfrentará o outro 4 vezes, com o torneio rolando entre março e junho. O mesmo sistema será aplicado no torneio do segundo semestre, com os campeões de cada semestre fazendo uma final no encerramento do ano. As cidades de Baixo Guandu e Aimorés estão na fronteira entre Espírito Santo e Minas Gerais, às margens do Rio Doce, e por isso o nome do torneio.

O torneio é de independente e ainda não vinculado à Confederação Brasileira de Rugby League. Como apontou Wander Ferraz, diretor do clube, “temos uma história de buscar desenvolver o League aqui dentro de nossa região e nosso foco é trabalhar como sempre trabalhamos, de modo independente. No futuro podemos pensar em disputar as competições nacionais”.

Em breve o calendário será publicado.

- Continua depois da publicidade -