Beauden Barrett. Foto: All Blacks

Giro de notícias internacionais!

 

Beauden Barrett assina com os Blues

O abertura dos All Blacks, Beauden Barrett, ídolo dos Hurricanes, está de mudança. O atleta renovou seu contrato com a New Zealand Rugby até 2023, o que significa que ficará no Super Rugby, mas o atleta trocará de franquia. Barrett jogará a partir de 2020 nos Blues, de Auckland, time da maior cidade da Nova Zelândia e segundo maior campeão o Super Rugby, mas que vive longo período de insucesso.

- Continua depois da publicidade -

 

Sergio Parisse no Toulon

Aos 35 anos, o terceira linha da seleção da Itália, Sergio Parisse, parecia que estava se despedindo do Top 14 francês, ao deixar o Stade Français, clube que defendia desde 2005. Mas o argentino de nascimento assinou contrato para a próxima temporada com o Toulon e permanecerá jogando em alto nível na França em 2019-20.

 

James O’Connor voltou!

O 3/4s australiano de 29 anos, James O’Connor, apelidado de “Justin Bieber”, está de volta ao Super Rugby – e aos Wallabies. O atleta deixou o Sale Sharks, da Inglaterra, e assinou com o Queensland Reds até 2022 e, com isso, se tornou apto a voltar a jogar pela seleção da Austrália. E ele já se apresentou ao elenco que está treinando para o Rugby Championship e a Copa do Mundo, sendo a novidade do momento.

 

Will Genia e Quade Cooper deixam os Rebels

Já outros dois Wallabies, Will Genia (que está no elenco do Mundial) e Quade Cooper (que ficou de fora da seleção de 2019), que desempenharam papel importante na temporada do Super Rugby pelos Rebels, confirmaram que não estarão na competição no próximo ano. Os dois australianos fecharam contrato para 2020 com o Kintetsu Liners, tradicional clube de Osaka, que amarga a segunda divisão japonesa. Os dois astros são a receita dos Liners para voltarem à Top League.

 

Ruan Pienaar nos Cheetahs

Já o scrum-half sul-africano Ruan Pienaar, de 88 tests pelos Springboks, voltará o PRO14, mas voltará à África do Sul. O atleta de 35 anos deixou o Montpellier, da França, e assinou contrato com o Cheetahs para a próxima temporada.

 

Goneva nos Harlequins

Vereniki Goneva, jogador multiuso de linha, da seleção de Fiji, tem casa nova. O atleta convocado para o elenco que treina para a Copa do Mundo deixou o Newcastle Falcons (rebaixado para a próxima temporada do Campeonato Inglês) e se transferiu para os Harlequins, mantendo-se na Premiership.

 

Mark Wilson no Sale

Enquanto isso, Mark Wilson, terceira linha da seleção da Inglaterra, igualmente treinando para a Copa do Mundo, também deixou o rebaixado Newcastle Falcons e se transferiu (por empréstimo) ao Sale Sharks.

 

Steffon Armitage na Major League Rugby

Aos 33 anos, o terceira linha inglês Steffon Armitage (de 5 tests pela seleção da Inglaterra, mas muita história pelo Toulon, da França, onde foi tricampeão da Heineken Champions Cup europeia) anunciou que está de mudança para os Estados Unidos. O atleta que defendia o Pau, do Top 14 francês, irá jogar em 2020 pelo San Diego Legion, vice campeão da Major League Rugby.