Foto: Sofia Villalba

O Sul-Americano Seis Nações começou muito bem para o Brasil, que pela primeira vez joga para defender seu título continental. Os Tupis foram a Assunção e conseguiram o maior placar na história sobre os rivais do Paraguai, o velho clássico sul-americano: 66 x 10.

O jogo foi de domínio brasileiro de ponta a ponta, com muita superioridade física dos Tupis, que efetivamente deixaram os Yacarés para trás. O primeiro try saiu com o scrum, aos 11′, em penal try. E não tardou para Buda atropelar a defesa paraguaia saindo de scrum e cravar o segundo try brasileiro, aos 17′.

Mas o Paraguai ainda tinha gana e teve boa chance de inaugurar o placar aos 19′, mas Marcelo Matiauda (ex Curitiba) desperdiçou o primeiro penal para os Yacarés. Quem não faz, leva, e pouco depois Daniel Sancery arrancou e serviu De Wet para o terceiro try brasileiro. E tinha mais ainda do sul-africano de nascimento, que correu logo depois para seu segundo try, abrindo 26 x 00 para os Tupis.

O Brasil ainda tinha gana, com mais atletas da Poli se destacando. E com uma jogada bem conhecida de quem assiste aos jogos do campeão brasileiro. Zé chutou cruzado para Maranhão aparecer na ponta e concluir o try. 33 x 00, placar de intervalo.

- Continua depois da publicidade -


E o segundo tempo começou idêntico a como acabou o primeiro, com try de Maranhão, em majestosa corrida após bela ação de mãos do Brasil desde o campo de defesa. O try parecia nocautear de vez o Paraguai, que logo na sequência cedeu novo try penal de scrum para os Tupis, que iam demolindo o rival histórico. Mas os Yacarés foram para cima e, aos 50′, trabalharam bem na base para Argaña receber no lado cego do ruck e marcar o try guarani.

A potência dos corredores brasileiro seguiu sendo sentida e Robert cravou mais um try, aproveitando que o Paraguai fora reduzido a 13 homens por 2 amarelos. Mas, aos 60′, o pick and go paraguaio funcionou e Bravo marcou o segundo try dos donos da casa, que eram valentes apesar da inferioridade numérica.

Mas pouco depois, após investida pesada dos carregadores de bola do Brasil, sempre muito superior ao Paraguai, Yan deu mágico offload, Zé enxergou Maranhão na ponta e desferiu o chute cruzado para o companheiro marcar novo try.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

De novo @lucastranquez @dsilva.maranhao try! Placar final: Paraguai 10 x 66 Brasil. #SA6N #culturaderugby #fanáticosporrugby

Uma publicação compartilhada por Portal Do Rugby (@portaldorugby) em


Ainda houve tempo para mais um try dos Tupis, de Ilha, finalizando boa ação de mãos do Brasil. 66 x 10, números finais no Estadio Héroes de Curupayti.

O Brasil voltará a campo no próximo sábado recebendo o Uruguai XV.

 

10versus copiar66

Paraguai 10 x 66 Brasil, em Assunção

Árbitro: Francisco González (Uruguai)

Paraguai

Tries: Argaña e Bravo

15 Renato Cardona, 14 Santiago Alamo, 13 Gonzalo Berdejo (c), 12 Diego Argaña, 11 Marcelo Matiauda, 10 Joaquin Auge, 9 Gastón Navas, 8 Carlos Plate, 7 Marcos Riquelme, 6 Enrique Riera, 5 Mariano Garcete, 4 Mario Bravo, 3 Germán Aranda, 2 Emilio Garostiaga, 1 Martin Sitjar;

Suplentes: 16 Daniel Cabral, 17 Joaquin Vera, 18 Enrique Quinteros, 19 Ariel Nuñez, 20 David Sosa, 21 Eymard Brizuela, 22 Sergio Alvarenga, 23 Camilo Orrego;

Brasil

Tries: Maranhão (3), De Wet (2), Penal try (2), Buda, Robert e Ilha

Conversões: Zé (6)

15 Daniel Sancery, 14 Stefano Giantorno, 13 Robert Tenório, 12 Jacobus De Wet Van Niekerk, 11 Daniel “Maranhão” Lima, 10 Lucas “Zé” Tranquez, 9 Laurent Bourda-Couhet, 8 André “Buda” Arruda, 7 Cleber “Gelado” Dias (c), 6 Matheus Claudio, 5 Gabriel Paganini, 4 Luiz “Monstro” Vieira, 3 Wilton Murilo “Nelson” Rebolo, 2 Yan Rosetti, 1 Lucas Abud;

Suplentes: 16 Caique Silva, 17 Pedro Bengaló, 18 Matheus “Blade” Rocha, 19 Lucas “Bruxinho” Piero, 20 Michael “Ilha” Oliveira, 21 Douglas Rauth, 22 Lucas “Tanque” Duque, 23 Ariel Rodrigues;

 

 SeleçãoApelidoPJVED4+7-PPPCSP
Argentina XVArgentina XV102200201346128
Uruguai XVUruguai XV8220000775126
BrasilTupis5210110854837
ColômbiaTucanes52101104692-46
ChileCóndores12002013594-59
ParaguaiYakarés020020023109-86
- Vitória por 3 tries ou mais de diferença = 5 pontos
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos
- Empate = 2 pontos
- Derrota por 7 pontos ou menos de diferença = 1 ponto
- Derrota por mais de 7 pontos de diferença = 0 pontos