Abalos sísmicos nas montanhas mineiras: outra vez o BH Rugby atropela o Terremoc

Uma temporada para ser esquecida pelo Montes Claros. Depois do descenso no estadual, time do norte de minas sofre segunda goleada e deu adeus a Taça Tupi. A classificação ficou com o BH Rugby, que será o único representante do estado na fase de grupos da segunda divisão nacional.

 

O jogo começou atrasado pois o sistema de irrigação do campo estava ativado no horário do partida. Então com 43 minutos de espera o pesadelo começa para o “Terremoc”. Os primeiros 12 minutos de bola rolando foram marcados pelo volume de jogo do BH, boa troca de passes e soberania nos rucks. O time visitante só saia da linha dos 22 nos chutes, que normalmente eram devolvidos para os anfitriões que tornavam a atacar. Aos 12 minutos a pressão era irresistível, tanto que a trave literalmente desabou com o try do segundo centro Pintinha, que teve de esperar a remontagem para que pudesse chutar a conversão. Uma jogada que anunciava a enxurrada de tries que viria a seguir. A única oportunidade do “Moc” no primeiro tempo veio de um high tackle, na cobrança, o abertura Ian chutou muito mal, sequer saiu pela linha de fundo. 3 minutos depois de abrir o placar, a dobradinha Pinta-Pintinha funcionou e com uma bela finta seguida de um passe perfeito, Pinta ampliou com mais um try, sem conversão. Pintinha estava bem com os postes converteu 4 dos 5 tries que aconteceram na primeira etapa, um deles que ele mesmo fez. Final do primeiro tempo BH 45, Montes Claros 0.

 

O Abertura Ian começou o segundo tempo tirando o zero incomodo do placar com cobrança de penal. Aos 9 minutos, Rodrigo fez mais um para o BH e pintinha converteu. O “Terremoc” só tinha um reserva, Borges, e o usou para substituir Tiago Lacerda, lesionado. A defesa do time visitante marcava em linha e sequer o fullback estava em posição adequada para conter o forte ataque da equipe da capital. Simplesmente bastava passar por um marcador que passava por todos, e toda abertura de fases era um try ou jogada de perigo. Aos 17 minutos, após dois tries seguidos para o BH, feitos por Humberto e Bruno, Ian se machucou e deixou o “Moc” com 14. Borges, o único reserva que há pouco entrou no jogo, foi amarelado. Os visitantes estavam com 13 atletas e o BH não diminuiu seu volume.

 

Caio, Pintinha, Filipe Alemão e Rodrigo fizeram 6 tries ao todo, fechando assim uma goleada monstruosa. Final, UNI/BH Rugby 98, Montes Claros 3. O destaque do jogo foi Pintinha, com 29 pontos.

 

Placar final: BH Rugby 98 x 03 Montes Claros

 

BH Rugby

Tries: Pintinha (3), Vicente (2), Bonitinho (2),Nichele (2), Caio (2), Pinta, Dentim, Furioso, Filipe, Ipatinga e Nichele

Conversões: Pintinha (6), Bonitinho (2), Ipatinga (1)

 

Montes Claros

Penal: Ian (1)

 

 
Escrito por: Leandro Vieira

Foto: Daniel Coelho Teobaldo/Fotojump

Comentários