O Band Saracens está na final da Taça Tupi. A equipe repetiu a grande performance da primeira fase e apesar de alguns momentos de desatenção, conquistou uma vitória tranquila diante do BH Rugby, por 67 a 5.

Veja as fotos da partida, por Daniel Venturole

Antes do início, foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem de Ubaldo Rivero, morto na última semana em acidente de carro. O time da casa não demorou para impôr sua superioridade dominando a posse de bola e em sua primeira subida ao ataque, abriu o placar com Erick Iglesias na ponta esquerda aproveitando os espaços na linha, e Paganini ampliou com dois tries em sequência, o primeiro após sequência de pick and gos e depois saindo bem pelo lado do scrum. O BH não conseguia manter a posse de bola e criar jogadas que levassem perigo, se limitando ao jogo de chutes para afastar o perigo.

João Carozi anotou o quarto try bandeirantino do dia atravessando a defesa adversária pelo meio dos forwards, mas mesmo atrás do placar, o BH finalmente acordou para a partida colocando pressão utilizando sua principal arma, os forwards e chegando ao seu try com um bom maul apoiado por Batata e ganhou terreno nos minutos seguintes, mas não conseguiu traduzir em pontos seu bom momento. Leandro “Cavalo” deu números finais à etapa inicial.

- Continua depois da publicidade -

A etapa final começou com um penal try após boa arrancada de Laurent pela ponta esquerda e a vantagem tranquila permitiu ao Saracens aplicar sua tradicional blitz, fazendo rápida transição entre forwards e linha e ganhando terreno sobretudo com as fintas impossíveis de Laurent, criando espaços onde não haviam antes. Assim, saíram mais três tries em meros dez minutos, contando ainda com a fragilidade defensiva mineira, que errou muitos tackles.

A blitz poderia produzir um resultado ainda mais elástico, mas a tranquilidade do jogo acabou tirando a concentração da equipe, errando passes fáceis e cometendo penais desnecessários e novamente dando oportunidades para o BH descontar, em especial com uma grande corrida de seu ponta, contido nos metros finais por Erick. Mas ainda assim, o domínio do Saracens se manteve, que esteve em superioridade numérica por duas ocasiões devido a tackles altos dos mineiros e infrações reiteradas. Nos minutos finais, ainda sobrou tempo ara Diogo Raucci e Léo Monteiro guardarem os seus tries, fechando mais um dia memorável para a família bandeirantina

O adversário do Band será o Charrua, que superou o Guanabara por 27 a 18.
O local será divulgado ao longo da semana.

O Portal do Rugby elegeu Gabriel Paganini como melhor jogador da partida.

 

67versus copiar05

Band Saracens (31) 67 X 05 (05) BH Rugby

Band Saracens
Tries: Erick Iglesias, Gabriel Paganini (2), João Carozi, Leandro Cavalo (2), Devon Muller, JP, Diogo Raucci, Léo Monteiro, Penal Try,
Conversões: Erick Iglesias (5)

BH Rugby
Try: Batata