Band Saracens supera SPAC e segue na sequência vitoriosa

No último sábado (19) o SPAC recebeu o Band-Saracens, em partida importante para as duas equipes que buscavam se manter entre no G4 do Super 8, valendo um lugar nas semifinais. Os britânicos queriam devolver a derrota sofrida no primeiro confronto (Band 16 X 06 SPAC) e confirmar a boa fase no campeonato garantindo mais uma vitória na competição, enquanto os visitantes queriam manter a sua incrível sequência vitoriosa.

O confronto iniciou com muita cautela e estudo entre as duas equipes. O SPAC buscou nos primeiros minutos pressionar o adversário e forçar os erros do Bandeirantes. Essa táctica logo surtiu efeito aos sete minutos, após penal cometido pelo Band, o abertura, Matias Newton “ Mati” chutou e converteu os primeiros 3 pontos para os donos da casa.

As equipes mediram forças em disputas de formações fixas e lines e a partida após os dez minutos iniciais aumentou de intensidade e velocidade. O Bandeirantes passou a explorar sua maior força, o pack de forwards, e passou a jogar no campo de ataque dos britânicos, buscando sempre explorar os erros do adversário, que surgiu aos 15 minutos, que Josh aproveitou para empatar com um chute.

Mesmo sob forte calor, o ritmo do clássico era intenso, e aos trinta minutos, os donos da casa, após cobrança de line próximo à linha de 5m do in goal do Sarries, Luiz Ricca “Cabelo” conseguiu aproveitar o vacilo na defesa do line adversário, pegou a bola que havia caído e em velocidade apoiou a bola dentro do in goal dos visitantes, marcando o primeiro try da partida convertido por Mati.

A resposta dos visitantes veio com apenas dois minutos para o fim, com cobrança certeira de penal do neozelandês Josh diminuindo a vantagem do SPAC e fechando o placar no primeiro tempo e criando uma boa expectativa para segundo tempo.

A segunda etapa começou com as equipes decididas a deixar tudo em campo e garantir uma boa vitória. Os donos da casa buscaram explorar sua maior arma em campo, suas jogadas de linha em velocidade, mas cometeram alguns erros de comunicação, o que resultou em penal para o Bandeirantes. Aos nove minutos, novamente em cobrança certeira de penal de Josh, a diferença cai para apenas um ponto. Aos treze, o argentino Martin Visuara recebeu cartão amarelo por reclamação, desfalcando por 10 minutos a equipe do Ibirapuera.

O SPAC aproveitou a vantagem numérica e organizou a ligação entre forwards e linha e aos dezoito, em jogada rápida pela lateral do campo o ponta Lucas Tranquez “Zé”, conseguiu furar a defesa do Band marcando o segundo try dos alvicelestes. A resposta do Bandeirantes veio dez minutos depois, com o Sarries já recomposto em quinze jogadores. Josh conseguiu explorar o buraco na defesa do SPAC e marcou o primeiro try dos visitantes, convertido por ele mesmo, colocando o clube em vantagem pela primeira vez.

Os dez minutos finais da partida foram emocionantes e ao SPAC não restava outra alternativa a não ser partir para o ataque e conseguir a virada na partida a qualquer custo. E logo deu resultado, com novo penal de Mati, e para piorar a situação dos visitantes, o Band jogaria até o final com um homem a menos, devido o cartão amarelo dado ao terceira linha argentino Nico Peñaloza.

Mas não era hoje o dia que o Band cairia no Super 8, e faltando apenas um minuto para o fim, Josh converteu mais 3 pontos para os visitantes, virando o placar novamente. Os britânicos não se entregaram, retomaram a posse de bola e partiram para o ataque. Nos acréscimos tiveram a grande chance de garantir a vitória no último lance com penal, mais infelizmente para a torcida local o abertura
Matias Newton “ Mati”, em chute de mais de 40 metros não conseguiu converter o penal, sacramentando a vitória do Band-Saracens

A vitória do Bandeirantes manteve o clube na terceira colocação, à frente do SPAC, que caiu para a quarta colocação. Na próxima rodada, será a vez de novo clássico, contra o Pasteur, enquanto o SPAC também duela no estado, contra o líder São José.

Placar final: SPAC (10) 18 X 19 (06) Band-Saracens
SPAC
Tries: Luiz Ricca, Lucas Tranquez
Conversão: Matias Newton
Penal: Matias Newton (2)

Band Saracens
Tries: Josh Reeves
Conversões: Josh Reeves
Penais: Josh Reeves (4)
Cartão amarelo: Martin

EquipeCidade (Estado)PJVED4+-7PPPCSP
São JoséSão José dos Campos (SP)481410044431022783
Band SaracensSão Paulo (SP)4714100434311199112
CuritibaCuritiba (PR)421490533341214127
SPACSão Paulo (SP)401480653322213109
PasteurSão Paulo (SP)311460834232267-35
DesterroFlorianópolis (SC)30146083328427410
FarraposBento Gonçalves (RS)221450911236356-120
JacareíJacareí (SP)1214201222207493-286

Artigo por Henrique Lima
Foto: Dani Mayer/Fotojump

Comentários