São José bate Curitiba e volta a levantar a taça do Brasileiro!

Nesse sábado, em São Paulo, no Estádio do Ibirapuera, o “Ibirapwickenham”, São José e Curitiba fizeram a grande final do Super 8, o Campeonato Brasileiro de Rugby de 2015. E o título voltou para São José dos Campos três anos depois da última conquista, quebrando um incômodo e atípico jejum dos gigantes do Vale do Paraíba Paulista. Campeão de 2014, o Curitiba fez uma grande partida, mas foi o São José que prevaleceu, fazendo 18 x 6 para levantar seu nono título nacional na história.

 

O São José começou o jogo mais forte, trabalhando fases rápidas até chegar ao primeiro try cedo. Logo aos 2′, os “Caipiras” trabalhando a bola com velocidade de mão em mão até Pelo voar pela ponta para cruzar o in-goal e fazer o primeiro try joseense na partida. Cartão de visitas com estilo, 7 x 0 no marcador.

 

O Curitiba lidou bem com o susto inicial e exerceu a esperada pressão no pack de forwards, apostando no jogo físico para evoluir no campo. Aos 14′, Facundo , que já havia desperdiçado uma chance de penal, visualizou a oportunidade e descontou para os Touros com belo drop goal. E três minutos depois o ótimo abertura argentino arrematou outro drop goal certeiro, fazendo os paranaenses encostarem de vez no marcador, 7 x 6, em momento que o volume de jogo dos avançados curitibanos era superior, com apostas nos mauls e no forte jogo de fases.

 

Facundo ainda se empolgou e tentou um terceiro drop goal, mas não foi feliz no chute. E, logo depois, perde penal para os Touros. A situação se voltou contra o Curitiba rapidamente. Francisco recebeu cartão amarelo e, aos 21′, Moisés deu uma folga ao São José com chute certeiro de penal. 10 x 6, com o São José voltando a pressionar. No fim, o CRC ainda voltou a crescer, recomposto em campo, e ameaçou o in-goal paulista antes do intervalo, mas o São José falou mais alto na defesa.

 

A segunda etapa se iniciou com o São José assegurando mais três pontos com um penal do meio campo de Moisés, aos 47′, para levantar a fanática torcida do Vale presente. O Curitiba precisava voltar a construir jogadas no campo de ataque, mas se precipitou. Facundo perdeu novo drop goal e, logo depois, Stéfano recebe cartão amarelo.

 

Apesar da desvantagem numérica mais uma vez, o Curitiba mostrou a razão de ter uma defesa aclamada nacionalmente e resistiu à pressão joseense. Moisés teve chance com penal, mas não foi feliz, e a chance de reação para os Touros apareceu. Próximo do fim, o Curitiba teve um try anulado, com a bola sendo trabalhada em velocidade, aos 76′, para aquele que seria o try do empate curitibano, com Stéfano, mas o TMO invalidou a jogada.

 

Com o try anulado, os Touros não tiveram mais força para a reação tardia e, no minuto final, Saulo matou o jogo para os valeparaibanos, após grande jogada de Moisés, achando o espaço para garantir o título do São José. 18 x 6. São José da o troco da derrota no ano passado e volta a comemorar um merecido título.

 

Ao final da partida, a CBRu confirmou que Moisés foi eleito o melhor jogador do Super 8 de 2015, superando Facundo na última partida no ranking do Troféu Outback.

 

Clique aqui para conferir as fotos de Bruno Ruas exclusivas para o Portal do Rugby.

 

saojoserugby18versus(14)06curitiba logo

São José 18 x 6 Curitiba
Local: Estádio Ícaro de Castro Melo, São Paulo – SP

Árbitro: Henrique Platais

Assistentes: Murilo Bragotto e Victor Hugo Barboza / TMO: Mariano de Goycoechea

 

São José

Tries: Pelo e Saulo

Conversões: Moisés (1)

Penais: Moisés (2)

 

Curitiba

Drop goals: Facundo (2)

 
 
Veja as entrevistas com personagens centrais das campanhas de São José e Curitiba!
 
Irmãos Duque – São José
 

 
 
Facundo Flores – Curitiba
 

 
 
Foto: Bruno Ruas
Vídeos: Bruno Ruas

 

Lista de campeões do Campeonato Brasileiro

1 – SPAC – 13 títulos

2 – São José – 9 títulos

3 – Alphaville – 7 títulos*

4 – Niterói – 6 títulos

5 – Bandeirantes – 4 títulos

Rio Branco – 4 títulos

7 – Desterro – 3 títulos

8 – Medicina USP – 2 títulos

Pasteur – 2 títulos

São Paulo Barbarians – 2 títulos*

11 – Curitiba – 1 título

FUPE – 1 título*

 

*Extintos ou inativos

Comentários