Conhecidas as semifinais do Paulista A!

A festa no fim de semana foi do Vale do Paraíba, porque São José e Jacareí encerraram a primeira fase do Campeonato Paulista A nos dois primeiros lugares e terão o direito de serem os mandantes das semifinais que acontecem no dia 4 de junho.

 

O São José, único invicto até aqui, venceu na última rodada o Pasteur por 25 x 10 e receberá na semifinal o SPAC, que se garantiu com um triunfo por 32 x 3 sobre o Band Saracens. A derrota derrubou o Pasteur para o terceiro lugar, sendo ultrapassado pelo Jacareí, que venceu o Rio Branco por 26 x 14, assegurou seu bônus ofensivo, e agora terá o direito de ser o mandante contra o Pasteur. Para o Rio Branco, a derrota não teve maiores consequências e os Pelicanos já têm a garantia de que seguirão na elite paulista em 2017.

 

São José segue imparável

São José e Pasteur é certamente um dos clássicos de maior rivalidade no país. Nesse sábado, o São José foi o mandante de um grande jogo, que começou parelho, como esperado, e duro no embate físico. Demorou até os 18′ para o placar ser inaugurado, pelas mãos do asa Carlão, que rompeu para o primeiro try joseense na disputa. Com 7 x 0 no placar, o Pasteur sabia que era preciso reduzir logo e, aos 33′, Di Pilla não teve dúvidas e chutou drop goal certeiro para levar a partida ao intervalo em 7 x 3.

 

Ciente do perigo de ter o Pasteur muito próximo no placar, o São José não vacilou e Grilo bateu dois penais com precisão logo no começo da segunda etapa. O momento decisivo veio aos 52′, com o centro Pedrinho achando o espaço para anotar o segundo try dos anfitriões. Os Galos sentiram e o Sanja aproveitou o bom momento para cruzar o in-goal novamente, três minutos depois, com o ponta Rafa, abrindo decisivos 25 x 3.

 

O Pasteur, no entanto, não se abateu. Logo depois sofreu mais um revés, com amarelo mostrado a Robert, mas mesmo assim o time da capital chegou a seu try, com um homem a menos, aos 64′, com o oitavo Thomas. Os Galos foram para cima no fim, mas a defesa joseense prevaleceu, resguardando a preciosa vitória e sua invencibilidade.
Placar final: São José 25 X 10 Pasteur

 

São José

Tries: Carlos Alberto de Andrade “Carlão”, Pedro Lopes e Rafael Dawalibi

Conversões: Rafael Morales “Grilo”

Penais: Rafael Morales “Grilo”

 

Pasteur

Try: Thomas Tallenberg

Conversão: Pedro di Pilla (1)

Drop goal: Pedro di Pilla (1)

 

Jacareí conquista o mando de jogo

Jacareí e Rio Branco se encararam no Campo do Balneário nesse fim de semana em jogo crucial para os dois lados. Os Jacarés precisavam vencer para terem chances de conseguir o mando de jogo nas semifinais, enquanto os Pelicanos precisavam da vitória para não correrem riscos de terminarem no penúltimo lugar e terem que enfrentar uma repescagem contra o vice do Paulista B.

 

E o primeiro tempo correspondeu às expectativas de um duelo duro. A partida largou parelha, com nenhum dos lados conseguindo prevalecer nos minutos iniciais. O primeiro try saiu somente aos 26′ e foi dos visitantes, com o centro Lucas Zanetti “Jaqueta”. O Jacareí deu o troco três minutos depois com o fullback Luiz Gustavo cruzando o in-goal. Mas, os Pelicanos seguiram assustando os mandantes e antes do intervalo o ponta Alan Wagner “Black” devolveu a vantagem – até inesperada – para os riobranquinos antes do intervalo, 14 x 7.

 

No segundo tempo, contudo, o Jacareí se recompôs, conseguindo os três preciosos tries para ter uma vitória bonificada. Matheus Cruz, jogando com a 9, achou o caminho do try logo aos 46′, igualando o marcador. O Rio Branco voltou a mostrar competência na defesa e foi somente com o amplo domínio do Jacareí na reta final da partida que os dois últimos tries saíram. E foram pelas mãos do segunda linha Mathias, que após se lesionar atuando pela Seleção Brasileira contra a Alemanha, vai recuperando sua forma. Mathias mostrou a sua qualidade e rompeu para os dois tries decisivos nos dez minutos finais, fechando o placar me 26 x 14 para os jacareienses.

 

Placar final: Jacareí 26 X 14 Rio Branco

 

Jacareí

Tries: Matheus Daniel “Mathias (2), Luiz Gustavo Andrioti e Matheus Cruz

Conversões: Leonardo Ceccarelli (2) e Matheus Cruz (1)

 

Rio Branco

Tries: Lucas Zanetti e Allan Wagner

Conversões: Daniel Lima “Maranhão” (2)

 

SPAC nas semis

SPAC e Band Saracens mediram forças em jogo decisivo no Clube de Campo do Palmeiras, casa do Band, no extremo sul da capital paulista. E foi o SPAC que emergiu classificado e vitorioso do clássico paulistano, tirando o Band Saracens – de campanha muito fraca – da fase semifinal.

 

O clube ingês dominou a peleja do começo ao fim e teve poucos sustos. O primeiro try saiu logo aos 3′ com o oitavo Nathan rompendo a defesa oponente. O Band foi capaz de igualar as ações e somente pouco antes do intervalo o SPAC encontrou seu segundo try, com o hooker Marlon, provando a força que o clube azul tem nos avançados, quando os donos da casa estavam reduzidos a 14 homens, após amarelo para o asa Zinho.

 

Na volta para o segundo tempo, o SPAC abriu ótima vantagem com Raj chutando penal e com Lucas Abud entrando para o terceiro try dos visitantes, aos 45′. JP ainda reduziria para o Band aos 59′ com penal, mas o SPAC colocaria um ponto final na disputa com dois tries em sequência, do asa Bergo e do centro Anderson, aos 64′ e aos 69′, colocando frente de 32 x 3 para o SPAC. Intransponível. No fim, confusão e dois cartões vermelhos para o SPAC.

 

Placar final: Band Saracens 03 x 32 SPAC

 

SPAC

Tries: Nathan Lepiscopo, Marlon Bombi, Lucas Abud, Arthur Bergo e Michael Anderson

Conversões: Rafael Spago “Raj” (2)

Penais: Rafael Spago “Raj” (1)

 

Band Saracens

Penal: João Paulo Neto “JP” (1)

 

ClubeCidadePJVED4+7-PPPCSPT
São JoséSão José dos Campos337700502524221030
JacareíJacareí267511402001277324
PasteurSão Paulo257502412001158525
SPACSão Paulo207412201661412520
Band SaracensSão Paulo12721420118192-7415
Rio BrancoSão Paulo7711510122246-12412
PoliSão Paulo6710620156233-7715
União Rugby AlphavilleBarueri/Santana do Parnaíba6710611123247-1248

 

Semifinais – dia 04 de junho

São José x SPAC

Jacareí x Pasteur
 

Foto: Xandão / XDesign

Comentários