Curitiba vence bem e retoma a segunda colocação do Super 8

O Curitiba recebeu o Farrapos em dia de muito calor na capital paranaense e conquistou uma importante vitória na reta final do campeonato, 37 x 17. Se tradicionalmente o ponto forte dos dois times sempre foi o conjunto, desta vez destaques individuais desenharam a partida, assim como o jogo limpo, também tradicional a este confronto.

 

Logo aos cinco minutos, o maior destes destaques, o fullback curitibano Stefano, serviu Elias na ponta, que escapou em grande jogada, Stefano seguiu no apoio e furou a defesa gaúcha, abrindo o placar, 5 x 0 sem a conversão.

 

Aos dez e aos doze, antevendo um duelo muito disputado, o abertura dos Touros, Facundo, começou a arriscar com seus chutes, e com o vento a favor, aumentou o placar com dois belos drop goals. 11 x 0.

 

O Curitiba seguia melhor, e parecia disposto a retomar as boas apresentações anteriores às derrotas seguidas que começavam a complicar o time na tabela. Mas no retorno de intervalo para hidratação foram os gaúchos que marcaram com penal de Maurício Frizon, mas os touros logo descontaram com Facundo em novo penal.

 

Aos trinta e quatro minutos outra jogada individual fez valer a ida das sessenta pessoas presentes, Stefano recebe bola nas cinco de defesa, atravessa o campo furando três tackles dos gaúchos e mergulha na ponta para seu segundo try na partida. Sem a conversão o placar ficou em 19 x 3 para os anfitriões. A equipe da casa ainda teve tempo para mais um penal, e levar com grande vantagem a partida para a segunda etapa em 22 x 3.

 

Porém a vantagem não disse nada à equipe visitante, que voltou para a segunda etapa muito melhor e logo aos cinco minutos o oitavo Vini fura a linha curitibana em seu centro e embaixo dos postes anota o primeiro try gaúcho. Convertido por Maurício, 22 x 10 para os paranaenses.

 

Mesmo voltando pior para a partida e sentindo a pressão do visitante, aos doze minutos em penal que seria conversível, os touros decidem ir para o line, e o tiro quase acabou saindo pela culatra, o Farrapos rouba a posse, e avança em contra-ataque, somente parado a quinze metros do try por Stefano. A pressão continuou e aos vinte, em um pick & go pelo lado esquerdo do campo, o destaque dos Farrapos, Vini, mergulhou para seu segundo try. Novamente convertido e colocando os visitantes a um try do empate. Dois minutos depois, sentindo de novo a pressão no placar, Facundo novamente acerta drop, deixando novamente duas pontuações entre eles para abrir 25 x 17.

 

Os gaúchos faziam muita pressão e os touros não encontravam seu jogo, porém em decisão semelhante a anterior do Curitiba, em penal conversível os Farrapos vão para o line e perdem a oportunidade de encostar e deixar o jogo em apenas uma posse.

 

Após nova parada para hidratação, os touros se reencontram no jogo, Facundo dá excelente chute para lateral e mantendo a posse, Bicudo fura a linha gaúcha pelo centro do campo e aumenta o placar para o time da casa.

 

Após o susto e a recuperação, o Curitiba voltou a jogar melhor, e aos trinta e três, após bela jogada na ponta e duas fases do pack, Felipe Tissot, outro destaque da partida, serve o pilar Vitão para novo try e importantíssimo ponto bônus, que garantiria o Curitiba na segunda posição isolado. Convertido por Facundo, 37 x 17.

 

Mostrando que realmente o time melhorou no final da partida, o Curitiba ainda teve dois tries anulados em decisões um pouco contestadas, mas que, com o bônus já conquistado, não influenciariam muito na tabela, na qual incrivelmente o time se colocou na segunda posição mesmo após entrar a rodada em quarto lugar e com dois times à sua frente jogando entre eles.

 

O Curitiba agora viaja para Santa Catarina em jogo que vale tudo para o Desterro. O Farrapos, por sua vez, busca a reabilitação, após três derrotas seguidas, contra o lanterna Jacareí em São Paulo, e só pode pensar em vencer, após esta nova derrota suas chances são bem pequenas e sua tabela indigesta, pois na sequência pega a sensação do segundo turno Band Saracens em casa e viaja na última rodada para enfrentar o Pasteur.

 

Antes da partida principal, aconteceu um jogo entre combinados de Urutau, Formativa do Curitiba e Uniandrade/All Blues, nesta partida o atleta do Curitiba Rugby Jean Bettega sofreu uma grave lesão na perna. O Portal do Rugby torce pela recuperação do grande amigo e informa que ele já passou por cirurgia e está bem, na medida do possível, apenas esperando ter alta e nova cirurgia com especialistas. #ForçaJean

 

Placar final: Curitiba 37 X 17 Farrapos
Árbitro: Murilo Bragotto
Local: Paraná Esporte – Curitiba, PR

Auxiliares: Regis Oliveira e Guillaume Ribéra

 

Curitiba:

Tries: Stefano (2), Bicudo e Vitão

Conversões: Facundo (1)

Penais: Facundo (2)

Drop Goals: Facundo (3)

 

Farrapos:

Tries: Vini (2)

Conversões: Frison (2)

Penal: Frison (1)

 

Escrito por: Carlos Gustavo Woellner

Foto: Luiz Pires/FOTOJUMP

 

Equipe Cidade (Estado) P J V E D 4+ -7 PP PC SP
São José São José dos Campos (SP) 48 14 10 0 4 4 4 310 227 83
Band Saracens São Paulo (SP) 47 14 10 0 4 3 4 311 199 112
Curitiba Curitiba (PR) 42 14 9 0 5 3 3 341 214 127
SPAC São Paulo (SP) 40 14 8 0 6 5 3 322 213 109
Pasteur São Paulo (SP) 31 14 6 0 8 3 4 232 267 -35
Desterro Florianópolis (SC) 30 14 6 0 8 3 3 284 274 10
Farrapos Bento Gonçalves (RS) 22 14 5 0 9 1 1 236 356 -120
Jacareí Jacareí (SP) 12 14 2 0 12 2 2 207 493 -286

Comentários