Desterro despacha Pasteur e segue vivo no Super 8

A rodada nublada do Super 8 em Florianópolis foi colorida pelas cores predominantes verde do Desterro e azul do Pasteur. Um jogo que teve um inicio bem equilibrado com ambas as equipes gerindo muita vontade tanto na defesa quanto no ataque. No fim, o time da casa conquistou uma vitória crucial em sua luta para chegar às semifinais.

 

A partida que teve os primeiro minutos com troca de posse de bola tranquila começou a ficar mais animada com uma roubada de bola do Piu para o Desterro que abriu uma boa oportunidade para o primeiro try, mas logo foi pressionado pela defesa paulista deixando a bola escapar gerando um knock on. O scrum perto do in-goal do Pasteur foi outra oportunidade para de pressão para o Desterro, mas logo a defesa conseguiu tirar a bola da zona de perigo.

 

Disputas de scrum intercalaram as posses de bola no decorrer do primeiro tempo e o Desterro soube usar a seu favor, com vantagem de força aproveitou da formação para avançar campo.

 

Outra situação recorrente no jogo foi a troca de chutes para buscar o campo adversário. O time da casa buscou trabalhar a bola após as recepções em que possuíam espaço da defesa mas o investimento maior foi nas entradas de contato para que o sistema desse oportunidade para a linha abrir porém, a defesa do Pasteur se manteve fechada.

 

A primeira oportunidade dos visitantes de pontuar foi em um penal onde Pedro di Pilla tentou um chute, mas sem sucesso. Momentos seguintes jogando na vantagem, ameaçaram aproximação do ingoal, mas a defesa do Desterro também se fechou forte para o ataque paulista. Lances seguintes a oportunidade de chute chegou para os manezinhos. Panta aproveitou o penal para o primeiro chute e abriu o placar marcando 3 pontos no placar para o Desterro.

 

Com a saída na frente do adversário o Pasteur respondeu com pressão e os line-outs foram transformados em oportunidades bem aproveitadas. A equipe investiu em mauls e conseguiram se aproximar mais do ingoal verde e vermelho.

 

O jogo começou a ter uma disputa mais dura quando o fim do primeiro tempo se aproximava, os times valorizavam cada vez mais a posse da bola e a tentativa de penetração na defesa foi ficando cada vez mais intensa. Defesas duras e fechadas, mas em meio ao ataque paulista Lucas rouba a bola e dispara para o in-goal marcando o primeiro try faltando 1min para o fim do primeiro tempo, que unido a conversão de Panta, colocou o Desterro na frente com 10 pontos para iniciar o próximo período.

 

Os donos da casa na frente fizeram com que os visitantes precisassem reagir. O segundo tempo começou com o PAC ameaçando no ataque com o jogo acontecendo em cima da linha do ingoal, mas a defesa desterrense voltou reforçada com a linha fechada e bons tackles, mas terminaram o lance com menos um jogador após irregularidade no ruck, amarelo para Nonô. O ataque investiu no maul e em seguida trabalhou bem a bola até a ponta e venceu em superioridade marcando try na ponta com Douglas que não convertido sobe 05 pontos para os visitantes.

 

O Desterro voltou com boas entradas para o contato. Outra oportunidade surgiu com um penal e Panta aproveitou marcando mais 3 pontos no placar. O jogo ficou ainda mais ameaçador a cada situação de ataque, ambas equipes com jogadores sagazes tentaram aproveitar os espaços e após entrada de Buda com Ige um chute ocorreu com recuperação de Grampola a bola percorre por Panta chegando até Rodox que com boas pisadas finaliza o lance com mais um try sem conversão para sua equipe. Desterro 18 x 05 Pasteur.

 

O placar trouxe mais resultado em campo. Os paulistas tentavam cada vez mais aumentar a pontuação e virar o jogo, mas com ação ilegal de Diegão ficaram desfalcados com um amarelo também. Thiago Maihara tentou se avançar para o PAC mas foi pego pela defesa que em seguida recuperou a bola com Rodox. A bola avançou com desterro e Buda disparou com a bola pela ponta e marcou mais 7 pontos com Lelê convertendo.

 

O jogo terminou com boas tentativas do Pasteur, mas domínio do ataque ficou com Desterro que terminou a tarde nublada com vitória em casa. Na próxima rodada, os catarinenses recebem o Curitiba no sábado, em duelo direto pela classificação, enquanto o Pasteur praticamente joga suas últimas fichas pelas semifinais em clássico paulistano contra o Band Saracens.

 

Placar final: Desterro 25 X 05 Pasteur
Árbitro: Henrique Platais
Local: AMOCAN – Florianópolis, SC

Desterro
Tries: Buda, Rodox e Lucas
Conversões: Panta (1) e Lelê (1)
Penais: Panta (2)
Pasteur
Try: Douglas
Escrito por: Erika Caroli
Foto: Hermínio Nunes/FOTOJUMP
Equipe Cidade (Estado) P J V E D 4+ -7 PP PC SP
São José São José dos Campos (SP) 48 14 10 0 4 4 4 310 227 83
Band Saracens São Paulo (SP) 47 14 10 0 4 3 4 311 199 112
Curitiba Curitiba (PR) 42 14 9 0 5 3 3 341 214 127
SPAC São Paulo (SP) 40 14 8 0 6 5 3 322 213 109
Pasteur São Paulo (SP) 31 14 6 0 8 3 4 232 267 -35
Desterro Florianópolis (SC) 30 14 6 0 8 3 3 284 274 10
Farrapos Bento Gonçalves (RS) 22 14 5 0 9 1 1 236 356 -120
Jacareí Jacareí (SP) 12 14 2 0 12 2 2 207 493 -286

Comentários