Nesse sábado, será dado o pontapé inicial para a Taça Tupi, o Campeonato Brasileiro da 2º divisão, que neste ano valerá 8 vagas na primeira divisão do ano que vem, o novo Super 16.

A competição manteve seu formato do ano passado, com uma fase qualificatório, com clubes dos 6 estados federados à CBRu (SP, RJ, MG, PR, SC, RS), e uma fase de grupos decisiva, com 12 equipes divididas em 3 grupos de 4, valendo vagas nas semifinais do torneio.

Os 7 melhores clubes pegando os resultados de 2016 já estão assegurados na fase de grupos, por conta das desistências de outros clubes que tinha vagas no torneio mas optaram por não disputá-lo (casos de Uberlândia e Nova Lima em Minas Gerais, Maringá, Lobo Bravo e Urutau no Paraná e BC Rugby em Santa Catarina). Os 7 já classificados são:

  • – Niterói (RJ) – rebaixado do Super 8 de 2016;
  • – Band Saracens (SP) – rebaixado do Super 8 de 2016;
  • – Rio Branco (SP) – semifinalista de 2016;
  • – San Diego (RS) – semifinalista de 2016;
  • – BH Rugby (MG) – 2º colocado do Grupo A de 2016;
  • – Charrua (RS) – 2º colocado do Grupo C de 2016;
  • – Guanabara (RJ) – melhor 3º colocado da fase de grupos de 2016;

 

- Continua depois da publicidade -

As demais 5 vagas na fase de grupos de 2017 serão determinadas a partir da fase preliminar, que terá 10 clubes jogando 5 confrontos em jogos de ida e volta, que ocorrerão nos dias 1º e 8 de julho. Os confrontos serão:

 

Fase Classificatória Jogos de ida

Sábado, dia 1º de julho

versus copiar

13h00 – Joaca (SC) x Brummers (RS)

Local: Fazenda Experimental da Ressacada/UFSC – Florianópolis, SC

Prévia (opinativa): Os catarinenses do Joaca e os gaúchos do Brummers fazem o único confronto de equipes que já se conhecem, sendo uma reedição do duelo do Classificatório do ano passado, quando o time de Floripa levou a melhor nas duas partidas com largas margens (53 x 03 e 20 x 08). O Brummers teve neste ano desempenho melhor do que no ano passado no Gaúcho, mas ainda não voltou à forma dos anos anteriores, ao passo que o Joaca segue como a segunda força de Santa Catarina e com acesso à Academia de Alto Rendimento da CBRu de Florianópolis. Portanto, favoritismo para o Joaca.

 

versus copiar

14h00 – Templários (SP) x Itaguaí (RJ)

Local: Arena Paulista de Rugby – São Paulo, SP

Prévia (opinativa): Templários e Itaguaí duelam em um embate inédito, reforçando a velha rivalidade Rio-São Paulo. Os dois times vem crescendo em seus estados e as previsões ficam no campo da especulação. Contudo, o Templários tem o momento a seu favor, sendo o atual líder invicto do forte Paulista B e atual vice campeão da competição. O Itaguaí, por sua vez, se firmou como a quarta força do Rio de Janeiro, tendo alcançado a semifinal de seu estadual. No saldo, favoritismo paulista.

 

versus copiar

15h00 – São Carlos (SP) x Pé Vermelho (PR)

Local: USP São Carlos – São Carlos, SP

Prévia (opinativa): São Carlos e Pé Vermelho fazem outro duelo inédito na competição. O São Carlos fez um grande 2016 subindo para a elite paulista, mas sofreu no Paulista A e acabou com o último lugar, colhendo, no entanto, valiosa experiência. O time de Londrina, por sua vez, é veterano na Taça Tupi e flertou no ano passado com uma vitória sobre os paulista do União Rugby Alphaville. No Paranaense, o Pé Vermelho acabou com o previsível vice-campeonato, em um torneio desigual com o Curitiba. Previsão complicada para os dois, portanto, sem favoritismo.

 

versus copiar

15h00 – Inconfidentes (MG) x Rio Rugby (RJ)

Local: Campo da Barra – Ouro Preto, MG

Prévia (opinativa): Ouro Preto estreará na Taça Tupi, com o Inconfidentes sendo o time mineiro da vez a se aventurar no torneio nacional. A equipe fez campanha superior neste ano com relação a 2016 e acabou o Mineiro com o bom terceiro lugar, tendo investido fora de campo em transmissões e no marketing. Pela frente, o Inconfidentes terá o tradicional Rio Rugby, que tem uma longa história nas costas e retornará à disputa da Taça Tupi, munido de um sólido projeto de rugby social e com imenso potencial de crescimento. Desde sua ausência no ano passado, o Rio Rugby evoluiu, foi campeão estadual de sevens e acabou também com o terceiro lugar no Fluminense de XV. Com isso, o favoritismo é dos carioca por toda sua bagagem.

 

versus copiar

15h00 – Chapecó (SC) x SC Rugby (RS)

Local: Campo da Cordilheira Alta – Chapecó, SC

Prévia (opinativa): No ano passado, o Chapecó não havia sequer disputado o Catarinense de XV, mas voltou com tudo em 2017, já fez bom jogo contra o Desterro no estadual e pegou uma das vagas do estado na Taça Tupi. Pela frente, no entanto, o Chapecó terá o experimentado SC Rugby, que herda a tradição do Serra Rugby Club na competição, vice campeão de 2014. Depois de certo declínio em resultados, o time de Caxias do Sul subiu um degrau no Gaúcho de 2017 e alcançou o terceiro lugar geral, chegando à Taça Tupi embalado pela última vitória sobre o Charrua. O favoritismo é gaúcho.

 

Lista de campeões

AnoCampeãoCidade (Estado)Promovidos (Cidade/Estado) Nome da competição
2004VarginhaVarginha (MG)--Série B
2005CuritibaCuritiba (PR)Curitiba (Curitiba/PR) RJ Union (Rio de Janeiro/RJ)Série B
2006Rio BrancoSão PauloRio Branco (São Paulo/SP)-Copa do Brasil
2007BH RugbyBelo Horizonte (MG)BH Rugby (Belo Horizonte/MG) Orixás (Salvador, BA)Copa do Brasil
2008SPACSão Paulo (SP)SPAC (São Paulo, SP)Pasteur (São Paulo, SP)Copa do Brasil
2009BH RugbyBelo Horizonte (MG)--Copa do Brasil
2010Farrapos Bento Gonçalves (RS)Farrapos (Bento Gonçalves/RS) BH Rugby (Belo Horizonte/MG)Copa do Brasil
2011IlhabelaIlhabela (SP)--Copa do Brasil
2012TornadosIndaiatuba (SP)--Copa do Brasil
2013AlecrimNatal (RN)Alecrim (Natal/RN)-Copa do Brasil
2014JacareíJacareí (SP)Jacareí (Jacareí/SP-Taça Tupi
2015NiteróiNiterói (RJ)Niterói (Niterói/RJ)-Taça Tupi
2016JacareíJacareí (SP)Jacareí (Jacareí/SP) Poli (São Paulo/SP)Taça Tupi
2017Band SaracensSão Paulo (SP)8 clubes ao todo-Taça Tupi

 

Foto: Brummers Facebok – Taça Tupi 2016, Brummers x Joaca