No sábado, em pleno dia do profissional de educação física, 22 professores da rede pública de ensino se reuniram no CEU Azul da Cor do Mar, na zona leste da capital paulista, para a capacitação inicial em Rugby Tag. Aprenderam técnicas específicas e novas formas de difundir uma nova modalidade. Vivenciaram os valores que acompanham a prática e como o esporte é fundamental para a formação cidadão dentro do projeto.

O Instituto Anchieta Grajaú foi palco de um encontro de entidades que desenvolvem ações de educação inclusiva, e a HURRA! ficou de fora, compartilhou sua participação ativa na sensibilização para o tema, mostrando como pessoas com diversos tipos de deficiências podem realizar atividades físicas e beneficiarem-se dos impactos positivos na socialização e na saúde. Ao longo dos últimos anos, a HURRA! teve a felicidade de incluir alunos com síndrome de Prader-Willi, paraplegia e paralisia cerebral em todas as suas atividades, enriquecendo ainda mais o convívio dos alunos.

Na última quarta, no CÉU Água Azul, foi a vez dos alunos largarem a bola oval para pegar no apito. Em mais uma edição do curso de arbitragem nível 2 HURRA!, Mariano de Goycochea, chefe da arbitragem nacional, trouxe para os postulantes a árbitros, qualificação profissionalizante para os que desejam se aprofundar na condução de jogos.

Uma vez formados, os novos árbitros poderão atuar nos Festivais da entidade, como ir além, e tornarem-se parte do quadro da Federação Paulista de Rugby.