Foto: Murilo Vieira

Dois jogos agitaram o Campeonato Paulista C e permitiram o Ribeirão se impor como uma das forças para esse ano e viu o Iguanas assegurar uma vitória em casa, se recuperando do tropeço em seu primeiro jogo contra o Rio Preto.

Jequitibá foi até Ribeirão Preto, casa do adversário Ribeirão, não só recém-promovido do Paulista D, mas já bem situado no campeonato e no término desta rodada já entre os clubes no topo da tabela. O Ribeirão teve um início forte, conseguindo cravar dois tries com Samuel Januário e Marcelo “Pezão”, nos primeiros dez minutos de jogo. O Jequitibá tentou frear o time da casa com um penal do abertura Maicon Fretas, mas viu o scrum half ribeirão-pretense Kaique Haleplian ampliar a vantagem. Nos instantes finais do primeiro tempo, o Jequitibá conseguiu com seu terceira linha Luiz Borges marcar o primeiro try, encerrando a primeira etapa por 19×10.

No segundo tempo, o equilíbrio predominou na primeira metade deixando toda emoção para a reta final. O Jequitibá teve uma grande reação, virando o placar pela primeira vez com tries de Renan Trzesniowski e Jameson Santos. Aos 30′ do segundo tempo, porém, para a frustração dos visitantes, o Ribeirão conseguiu reagir e cravar os últimos pontos da partida e retomando a liderança no placar com Arthur Bernardi, autor do try e da conversão da vitória.

O Ribeirão finalizou o jogo com um eletrizante 26 a 24 , fechando dois jogos e duas vitórias na competição, demonstrando que não só subiu para fazer números, mas que possui condições de brigar para subir para o Paulista B. O Jequitibá iniciou a campanha 2019 com dois jogos difíceis fora de casa, Wallys e Ribeirão, e até o momento não conseguiu encaixar os resultados positivos no placar, como foi na temporada passada.

- Continua depois da publicidade -

O jogo de domingo foi um embate de levantar as duas torcidas presentes no CT João do Pulo em São José dos Campos. Iguanas e FEA jogaram uma partida que até os últimos momentos do jogo estava imprevisível definir qual time sairia com a vitória. Como na primeira partida contra o Rio Preto, o Iguanas começou o jogo num ritmo alucinante, mesmo com pouca posse da bola no início, a pressão de sua defesa segurou o ataque da FEA que não conseguiu furar a marcação. Aproveitando erros de finalização e manipulação, os iguanas conseguiram converter três contra-ataques em tries, dois tries sendo de um dos destaques da partida, o ponta Lucas Alcino, abrindo uma larga vantagem no primeiro tempo. A FEA conseguiu se recuperar no finalzinho do primeiro tempo com o pilar Roger Santesso, deixando claro que a FEA não havia desistido do jogo, com o primeiro tempo encerrando em 17 a 5.

Na segunda etapa, assim como foi o histórico recente de ambos os times, o Iguanas caiu de rendimento no segundo tempo e a FEA, que em 2018 ficou conhecida como o time da virada, reagiu de forma surpreendente e chegou muito próximo do placar com um 24 a 22 ainda para o time da casa, mas que por algumas indecisões seja individuais ou coletivas dos Feanos, a esperada virada não aconteceu e permitiu a retomada do Iguanas para voltar ao jogo e concluir com mais 3 tries no final do segundo tempo para sacramentar a primeira vitória na competição por 43 a 22.

 
Na próxima rodada, o Wallys coloca sua liderança à prova contra o Rio Preto em seu primeiro jogo fora de casa.

Campeonato Paulista C – semana 4

Dia 04/05/2019 às 15h – Ribeirão 26 X 24 Jequitibá
Árbitro: Vinícius Aleixo
Auxiliares de linha: Ricardo Marzano e Adauto Nunes
4º árbitro:
Local: Ribeirão Preto, SP

 

Dia 05/05/2019 às 11h – Iguanas 43 X 22 FEA
Árbitro: Régis Dantas
Auxiliares de linha: Luciano Sampaio e Guilherme Queiroz
4º árbitro: Luiz Dantas
Local: CT João do Pulo – São José dos Campos, SP

Classificação

 ClubeCidadePJVED4+7-PPPCSP
Rio PretoSão José do Rio Preto194400301288147
Ribeirão PretoRibeirão Preto1954013012410321
WallysJundiaí/Louveira144301201415586
CougarsVinhedo135212211091081
IguanasSão José dos Campos124211201078720
FEASão Paulo11520321102105-3
Jequitibá Campinas/Paulínia641031171131-60
UniãoSão Paulo541031067113-46
Mogi Mogi das Cruzes150050161146-85
Vitória = 4 pontos
Empate = 2 pontos
Derrota = 0 pontos
Marcar 4 ou mais tries no jogo = 1 ponto
Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto

1º ao 4º colocados = Semifinais
9º colocado = Repescagem de Rebaixamento contra o vice do Paulista D
10º colocado = Rebaixamento direto