Jacareí e Desterro produziram uma grande semifinal no Vale do Paraíba. O Jacareí carimbou sua vaga inédita à final do Super 8 com um triunfo por 20 x 12 em um campo do Balneário lotado que presenciou um jogo leal e de alto nível entre os dois lado.

O Desterro havia sido a única equipe que passara pelas quartas de final vencendo fora de casa e buscava seguir na trilha de seu quarto título nacional, com o qual o time de Floripa já havia flertado no ano passado. Porém, a estratégia do Jacareí – invicto em casa em 2017 – pegou os catarinenses desprevenidos no início do jogo. A mensagem do técnico Júlio Faria foi clara: blitz no início da partida. E os Jacarés morderam forte nos minutos iniciais.

Logo na primeira bola, Lucas Drudi rompeu a linha de defesa catarinense e avançou na velocidade, com o Jacareí liberando a bola rapidamente até a ponta para Josh Reeves finalizar o primeiro try com menos de 1 minuto. E o segundo try saiu na sequência, aos 4′, em outra ação da linha jacareiense, com Ariel achando o espaço entre a defesa rubroverde para correr para o segundo try dos anfitriões. 14 x 00 logo de saída.

O Desterro ainda sofreu nas formações fixas no início da partida, com o técnico Nativo precisando efetuar substituições ainda na primeira etapa. Somente na segunda metade do primeiro tempo o Desterro conseguiu acumular posse de bola e território, apostando na força de seu pack. Porém, a defesa do Jacareí falou alto, não cedeu pontos aos visitantes e, aos 30′, Leo Ceccarelli guardou penal para os donos da casa colocarem 17 x 00 no marcador.

- Continua depois da publicidade -

Com grande prejuízo no marcador, a conversa de intervalo do Desterro fez efeito e logo na primeira bola da segunda etapa Ige engatou a quinta marcha, rompeu a defesa e achou o corredor na ponta para marcar seu sexto try no campeonato (o forward com mais tries no Super 8) e recolocar os rubroverdes no páreo. Ruan Weiss guardou a conversão e colocou o marcador no 17 x 07.

A partida ganhou em qualidade e emoção. Os visitantes foram para cima, obrigaram o Jacareí a buscar afastar o perigo com chutes, mas dando oportunidade do contra golpe. Aos 58′, Lucas Muller furou a defesa apanhando chute e correndo desde o fundo do campo. Na sequência, a insistência do Desterro foi recompensada com Nativo correndo pelo lado cego de um maul e cravando o segundo try de sua equipe, mas a conversão foi perdida, o que deixou o Desterro ainda precisando de mais um try.

Mas o Jacareí soube lidar com a pressão, encaixou um jogo de chutes que devolveu os Jacarés ao campo ofensivo em momentos importantes. O Desterro teve suas chances, apostando nos forwards, mas parando em um forte breakdown dos anfitriões, que souberam impor pressão defensiva. Os Jacarés cresceram no fim, tiveram a chance do try final com Drudi furando a defesa e Estrela recebendo na ponta, mas sendo detido por tackle salvador de Ruan. O jogo se decidiu na sequência, quando o Jacareí arrancou um penal crucial para Leo deixar o Desterro a mais de um try de distância. 20 x 12, com 3 minutos restando para o fim do jogo. O tempo estava esgotado, com os números finais decretados.

Com a vitória, o Jacareí fará a final do Super 8 contra o Farrapos, no dia 24, em campo neutro, a ser oficializado pela CBRu.

 

20versus copiar12

Jacareí 20 x 12 Desterro

Árbitro: Murilo Bragotto

Local: Campo do Balneário – Jacareí, SP

 

Jacareí

Tries: Josh Reeves e Ariel Rodrigues

Conversões: Leo Ceccarelli (2)

Penais: Leo Ceccarelli (2)

 

Desterro

Tries: João Luiz “Ige” da Ros e Daniel “Nativo” Danielewicz

Conversões: Ruan Weiss (1)

 

Leo do @jacareirugby_oficial comenta a vitória suada em casa com direito a dançarinos no apoio

Uma publicação compartilhada por Portal Do Rugby (@portaldorugby) em

Foto: Adriano Matos