ARTIGO COM VÍDEOS – O último sábado foi especialíssimo para o rugby do Distrito Federal. Pela primeira vez na história, um estádio da Copa do Mundo de 2014 foi utilizado pelo rugby. E foi logo o monumental Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha, que recebeu a grande final da Taça Cerrado, a competição que envolve os clubes do Distrito Federal, Goiás e Tocantins.

Campeão da região pela primeira vez em 2016, o Rugby Sem Fronteiras, da Cidade Satélite de Sobradinho, foi à decisão com campanha inferior à do Goianos, campeão de todos os anos entre 2010 e 2015. Na primeira fase, a vitória havia sido do time de Goiânia, em casa, por 35 x 10.

Porém, o Rugby Sem Fronteiras, junto da Federação Cerrado de Rugby, fizeram seu trabalho extra campo e conseguiram junto da Secretaria de Lazer e Turismo que o Estádio Nacional fosse o palco da decisão. O público do rugby veio, com 600 torcedores prestigiando o evento. E foi um jogão, com direito a virada no placar.

O Goianos largou na frente, indo ao intervalo com a vantagem de 20 x 17, em um jogo lá e cá. No segundo tempo, quem falou mais alto foi o pack brasiliense, com a virada no placar no segundo tempo. O time de Goiás reagiu e voltou à liderança no marcador, mas com um try de scrum o RSF se pôs na frente. O Goianos sentiu o golpe no fim e os brasilienses ainda caíram para mais um último try, assegurando o bicampeonato. Mateus França, Tadeu Kairala, JP, Andres Botalla, Lucas Costa e Matheus Palma fizeram os tries do RSF.

- Continua depois da publicidade -

Com o resultado, o Rugby Sem Fronteiras espera pelo campeão da Taça Pantanal, para saber quem será seu oponente na decisão da Copa Brasil Central, o “Pequi Nations” de 2017.

Antes da partida entre Goianos e Rugby Sem Fronteiras, o rugby do Cerrado ainda conheceu seu 3º colocado. Foi a UNB, também de Brasília, que venceu diante de sua torcida. 49 x 06 sobre o Palmas, de Tocantins.

 

27versus copiar34

Goianos 27 x 34 Rugby Sem Fronteiras – FINAL

Local: Estádio Nacional de Brasília – Brasília, DF

Clique aqui para ouvir o áudio do jogo.
Foto: Federação Cerrado de Rugby