Foto: Brasil Rugby

A Poli foi a Curitiba para enfrentar os Touros e, num campo encharcado e jogando num clima frio, conquistou a tão sonhada vaga na final do Super 16.

O início do jogo foi dominado pelo Curitiba, ao menos em posse de bola. Para infelicidade da equipe da casa, este domínio pouco se converteu em pontos sendo apenas dois penais convertidos por Marcelo Matiauda deixando o placar em 6 a 0 para os Touros de Curitiba.

Pouco depois, a Poli respondia com um try com o melhor entrosamento dos Tupis, Lucas Tranquez, o Zé, fez hábil jogada pela linha e deixou Maranhão livre para anotar o primeiro try da partida. Como foi na extrema direita, a posição do try não foi muito amigável com o chutador da Poli e Zé não converteu.

A Poli pressionava o Curitiba e o segundo try da equipe paulistana não demorou a sair, apesar de o jogo estar complicado devido às condições climáticas e do campo. Desta vez, Zé converteu e deu os números finais ao placar na primeira etapa. 12 a 6 para a Poli.

- Continua depois da publicidade -

Curitiba volta para o segundo tempo pressionando a Poli que começa a cometer penais. E os Touros tem Matiuada, que converte mais um logo no início. Mas a Poli reage com mais um try, agora com o Beukes e Zé novamente converte. Neste momento a Poli ampliaria para 10 pontos a vantagem e passaria a controlar a dinâmica do jogo.

Curitiba lutava bravamente e a Poli cometia penais e Matiauda sempre convertendo. Mas sua equipe também cometia penais e Zé também convertia. Foram dois para cada lado e a diferença mantia-se sempre em 10 até o fim da partida.

Com o placar de Curitiba 15 x 25 Poli, a Poli se classificou para a final do Super 16 contra o Farrapos. Destaque para o penal cobrado por Zé desde seu campo de defesa que foi convertido com requintes, a bola ainda tocou o poste antes de entrar.

A Poli chega à tão sonhada final do Campeonato Brasileiro no mesmo ano em que conquistou pela segunda vez o Campeonato Paulista. É o coramento do trabalho do técnico Mauricio Carli e da equipe que busca resultados contando com vários jogadores dos Tupis. Final inédita contra o Farrapos no dia 13 e campeão inédito pela frente.

Escrito por: Luís Kolle

15versus copiar25

Curitiba 15 x 25 Poli

Árbitro: Xavier Vouga

Local: Paraná Esporte – Curitiba, PR

Curitiba
Penais: Matiauda (5)
Poli
Tries: Maranhão, Zé e Beukes
Conversões: Zé (2)
Penais: Zé (2)