Foto: Pedro Girardelli/Poli Rugby

É reta final do Campeonato Paulista de Rugby Série A! A elite estadual chega à sua penúltima rodada e poderemos conhecer todos os finalistas e o rebaixado da temporada, então todos entram em campo com foco total na vitória.

No alto da tabela, Poli e São José revivem a final de 2018 e já garantidos na semi, mais uma vez duelam pela liderança na primeira fase, que no ano passado, terminou com triunfo joseense. Dessa vez, o duelo é na casa dos politécnicos, e o momento é melhor para o atual bicampeão, que tem o melhor ataque e defesa da competição e foi dominante em todos os seus jogos, além de ter folgado na última rodada.

A preocupação fica por conta dos desfalques de seu elenco estrelado que deve servir à seleção no mesmo fim de semana; De Wet, Maranhão, Gelado, Sininho, Waltinho, Muller, Abud, Zé, Ariel são alguns dos que podem desfalcar o elenco na reta final do campeonato ainda que os joseenses também percam atletas (irmãos Duque e Daniel Sancery – Felipe está lesionado) e o restante do elenco tenha qualidade de sobra para buscar a vitória, a expectativa é de um confronto mais parelho. Além do histórico favorável, os joseenses devem contar com o artilheiro da competição, Pancho, que ultrapassou a marca dos 100 pontos na última rodada e foi decisivo na vitória contra o Jacareí e as jovens revelações do elenco, disposta a mostrar serviço para o treinador Duda Padilla.

Pasteur e Jacareí fazem o outro duelo do G4 tentando carimbar o passaporte para mais uma fase final e quebrar a série de duas derrotas seguidas que ostentam na tabela. Ponto especial de atenção para os Jacarés que não marcaram tries nos últimos jogos e podem ver o Tornados entrar de vez na briga pela classificação caso perca mais uma partida e a equipe laranja vença o SPAC. Diante do Pasteur, os chutes de Cecarelli serão importantes, mas podem não ser suficientes, principalmente diante de uma equipe com jogo similar e de muita habilidade no jogo aberto como os Galos, que fizeram jogos melhores tanto no setor defensivo quanto no ofensivo diante de seus algozes em comum e possuem nunca perderam para o Jacareí em casa pelo Paulista. Apesar dos elencos experientes e com, jovens valores de duas grandes escolas formadoras, o provável único desfalque para a seleção deve ser Blade, da primeira linha do Jacareí.

- Continua depois da publicidade -

 

Z4 pode conhecer o rebaixado da temporada

Na parte de baixo da tabela, a disputa é pela permanência na divisão, e para os Templários, a partida é decisiva. Única equipe a não pontuar até aqui, uma derrota diante do Band Saracens significará o rebaixamento antecipado do clube que no ano passado fez história ao se tornar o primeiro campeão da Série B a se manter na elite estadual por mais de uma temporada seguida. No entanto, a equipe faz uma campanha para esquecer, com média de quase 90 pontos sofridos e apenas 23 pontos. O Band por outro lado se recuperou nos dois últimos jogos depois de um início tenebroso que colocava o tradicional clube como candidato certo para o rebaixamento, e uma nova vitória deve garantir aos bandeirantinos mais um ano na Série A e um bom tempo para reorganizar a casa.

Clube mais antigo do país em atividade, o SPAC também está na berlinda, ocupando a incômoda penúltima posição, que deixa a equipe na repescagem da divisão, situação inédita para o alvi-celeste da zona sul paulistana. A vitória diante do Templários deu novo ânimo aos comandados de Chubby e o retorno de Leco deu outra cara para a equipe, relembrando grandes momentos em campo ao lado de veteranos de seleção como Alemão, Boy e Pedro Rosa, todos com boas atuações na última partida. O Tornados será um desafio muito mais duro e exigirá mais criatividade de seu ataque e melhor organização defensiva, além de evitar ceder penais que tem sido garantidos por Sandrinho, 66 pontos e a terceira posição entre os artilheiros nesse ano na competição. Para os alvi-laranjas, que já fizeram história ao se tornar a primeira equipe promovida a vencer dois jogos no seu ano de retorno, um novo triunfo coloca a equipe mais próxima do G4 e garante a melhor colocação da equipe em campeonatos, seguindo o bom momento que teve seu auge ano passado com o bicampeonato da Série B e da segunda divisão nacional.

 

Campeonato Paulista – Semana 8

Dia 18/05/2019 às 11h – Poli X São José – AO VIVO na TV NSports
Árbitro: Xavier Vouga
Auxiliares de linha: Natasha Olsen e Vinícius Aleixo
4º árbitro: Ryanne Sousa
Local: CEPEUSP – São Paulo, SP

Dia 18/05/2019 às 11h – Tornados X SPAC
Árbitro: Giancarlo Bristot
Auxiliares de linha: Tomás de Goycochea e Renata Martines
4º árbitro: Laís Alves
Local: Campo Municipal – Indaiatuba, SP

Dia 18/05/2019 às 15h30 – Jacareí X Pasteur
Árbitro: Renato Scalércio
Auxiliares de linha: Guilherme Queiroz e Raphael Gentile
4º árbitro: Beatriz Ijano
Local: Campo do Balneário – Jacareí, SP

Dia 18/05/2019 às 15h30 – Band Saracens X Templários
Árbitro: Vinícius Aleixo
Auxiliares de linha: Murilo Bragotto e Genival de Souza Filho
4º árbitro: Juliana Simionato
Local: Arena Paulista – São Paulo, SP

 ClubeCidadePJVED4+7-PPPCSP
São JoséSão José dos Campos3377005046070390
PoliSão Paulo3176016142740387
PasteurSão Paulo2675025136898270
JacareíJacareí21740341280103177
Band SaracensSão Paulo11720521114471-357
SPACSão Paulo1072052095304-209
TornadosIndaiatuba10720520163283-120
TempláriosSão Bernardo do Campo070070035570-535
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

- 1º ao 4º colocado = Classificação às Semifinais;
- 7º colocado = Repescagem de Rebaixamento/Promoção contra o vice campeão do Paulista B;
- 8º colocado = Rebaixamento