Rio Branco vence fácil e decide a vaga contra Wallys

No último sábado, o Rio Branco recebeu na Arena Paulista o Londrina Rugby, em partida adiada do 1o turno da Taça Tupi por motivo de fortes chuvas em São Paulo – SP. Último colocado, os visitantes tentariam ao menos não repetir o placar do jogo em casa, vencido com facilidade pelos Pelicanos, que por sua vez, buscavam vencer a qualquer custo para levar a decisão para a última rodada.

 

 

A partida iniciou com o Rio Branco pressionando a equipe do Londrina e mostrando que estava focado em seu objetivo: uma vitória com ponto bônus, e logo no primeiro minuto de partida já abriu o placar com Felipe Luques, convertido por Samir. O Rio Branco se mostrava disposto a resolver a partida no primeiro tempo e impôs nos primeiros 25 minutos um forte ritmo. Pressionando, dominando e não deixando o time
Paranaense passar do meio-campo. Essa forte pressão inicial dos Pelicanos resultou nos primeiros quatro tries da partida, com Vina, Pincel e Waltinho, mostrando logo de início uma grande superioridade sobre seu adversário, tanto nos aspectos físicos, técnicos e de conjunto.

 

 

A equipe do Londrina, sofrendo com a pressão, não conseguia organizar sua defesa, cometiam muitos erros, panais, e era claro a falta de entrosamento da equipe que não conseguia se organizar em campo. Para complicar ainda mais o dia infeliz dos paranaenses a equipe de Londrina recebeu dois cartões amarelos no primeiro tempo, com Victor Hugo e Deoclecio Mello. Esses erros complicaram ainda mais a vida dos Paranaenses que nessa altura da partida já não era nada fácil. O Rio Branco, soube explorar a fragilidade do adversário e dominou o primeiro tempo, marcando mais três tries, com Yogui, Waltinho e um penal try, somando na primeira etapa 07 trys, nos quais 05 foram convertidos, encerrando a primeira etapa em 45 a 0 para os mandantes.

 

 

O placar elástico do primeiro tempo deu mais tranquilidade para o Pelicanos voltarem para a segunda etapa e construírem jogadas mais envolventes e precisas na linha. O Rio Branco, além de mostrar uma grande superioridade no seu do pack de forwards não se acomodou e continuou pressionando a equipe visitante durante toda a segunda etapa. Já os visitantes, tentavam sem sucesso segurar a forte pressão dos donos da casa que buscavam aumentar ainda mais o placar.
 

 

O segundo tempo inteiro seguiu o script do primeiro, sendo novamente uma partida de ataque do Rio Branco contra a defesa Pé Vermelho, o que resultou em mais cinco tries para os Pelicanos, com Tomas, Samir (2), Pão e Bastareaud, fechando a partida em implacáveis 72 a 0.
 

 

A vitória bonificada mantém os Pelicanos na briga pela classificação às semifinais da Taça Tupi, que em sua próxima partida viajará a Louveira – SP, para decidir a vaga contra o líder Wallys. Já o Londrina Rugby busca finalizar sua participação com uma vitória contra o Maringá no clássico Paranaense.
 

 

Placar final: Rio Branco (45) 72 X 00 (00) Londrina
 

 

Rio Branco
Tries: Luques, Vina, Pincel, Valtinho (2), Yogui, Penal Try, Samir (2), Pão, Bastareaud e Tomas
Conversões: Samir (5)
 

 

Clube Cidade (Estado) Pts J V E D 4+ 7- PP PC
Grupo A
Wallys Louveira (SP) 24 6 5 0 1 4 0 206 69
Rio Branco São Paulo (SP) 24 6 5 0 1 4 0 258 59
Maringá Hawks Maringá (PR) 11 6 2 0 4 3 0 159 251
Pé Vermelho Londrina (PR) 1 6 0 0 6 0 1 50 295
Grupo B
Niterói Niterói (RJ) 30 6 6 0 0 6 0 273 84
Poli São Paulo (SP) 21 6 4 0 2 4 1 194 118
BH Rugby Belo Horizonte (MG) 11 6 2 0 4 3 0 142 203
Guanabara Rio de Janeiro (RJ) 0 6 0 0 6 0 0 47 251
Grupo C
San Diego Porto Alegre (RS) 28 6 6 0 0 4 0 218 47
Serra Caxias do Sul (RS) 17 6 3 0 3 3 2 157 137
Charrua Porto Alegre (RS) 15 6 3 0 3 2 1 170 93
BC Rugby Balneário Camboriú (SC) 0 6 0 0 6 0 0 56 324


 

 
Artigo por Henrique Lima
Foto: Ale Cabral

Comentários