Rio Branco vence fora de casa na estreia da Tupi

Num sábado de sol forte e tempo seco rolou o encontro inédito entre o Maringá Hawks e o Rio Branco pela segunda rodada da Taça Tupi. O Rio Branco não havia jogado na primeira rodada, pelo adiamento de seu jogo com o Londrina, e foi descansado a Maringá, vencendo com contundência os Hawks, 50 x 14, sem sustos, para ter um bom início em sua jornada na busca pelo retorno à elite nacional.

 

O Maringá é um time que começou sua trajetória recentemente nos campeonatos nacionais e o Rio Branco um time experiente, com muitos anos de cancha, acostumados a primeira divisão, e foi isso que prevaleceu o embate todo. Logo no inicio, antes dos 5′ o Rio Branco já marcou um try com seus forwards, Pão, na lateral, não convertido.

 

Os Hawks logo emparelharam as ações e mantiveram a partida igual por 20 minutos, até Vina achar o espaço para anotar mais um try para os paulistanos, convertido. O que estava difícil ficou ainda mais complicado quando o Negão do Maringá tomou um cartão amarelo, aos 31 minutos, abrindo as portas para mais dois tries dos paulistas, ambos do destaque da partida dos Pelicanos, Samir.

 

No segundo tempo continuou o domínio do Rio Branco, com menos intensidade, o que era de se esperar já que viajaram com apenas 18 atletas. Logo aos 3 minutos do segundo tempo Samir anotou um try no meio dos postes convertido por ele mesmo, esse era o seu terceiro dos 4 tries que marcou na partida.

 

Depois de conseguir grande margem, o Rio Branco sentiu o cansaço e o Maringá começou a jogar mais, anotando os primeiros pontos com o asa Abobrão, convertido por Bagé aos 6 minutos, e o jogo seguiu parelho até os 30 minutos, quando Samir anotou mais um try convertido por ele mesmo. Waltinho anotou outro logo em seguida, aos 36′, não convertido, e Blade, do Maringá, descontou com um novo try convertido por Bagé aos 39. Não satisfeitos os paulistas anotaram um try ainda aos 40′ novamente com Samir, dando números finais a partida, Maringá 14 x 50 Rio Branco.

 

Na próxima rodada o Rio Branco encara o Wallys, valendo a liderança do Grupo A, enquanto o Maringá faz o clássico paranaense com o Londrina Pé Vermelho.

 

Placar final: Maringá 14 (00) x 50 (31) Rio Branco

 

Maringá

Tries: Abobrão e Blade

Conversão: Bagé (2)

 

 

Rio Branco

Tries: Samir (4), Pão (2), Vina e Waltinho

Conversões: Samir (4)

 

Escrito por: Lucas Vieira

Foto: Foto: João Paulo Santos/ Fotojump

 

Clube Cidade (Estado) Pts J V E D 4+ 7- PP PC
Grupo A
Wallys Louveira (SP) 24 6 5 0 1 4 0 206 69
Rio Branco São Paulo (SP) 24 6 5 0 1 4 0 258 59
Maringá Hawks Maringá (PR) 11 6 2 0 4 3 0 159 251
Pé Vermelho Londrina (PR) 1 6 0 0 6 0 1 50 295
Grupo B
Niterói Niterói (RJ) 30 6 6 0 0 6 0 273 84
Poli São Paulo (SP) 21 6 4 0 2 4 1 194 118
BH Rugby Belo Horizonte (MG) 11 6 2 0 4 3 0 142 203
Guanabara Rio de Janeiro (RJ) 0 6 0 0 6 0 0 47 251
Grupo C
San Diego Porto Alegre (RS) 28 6 6 0 0 4 0 218 47
Serra Caxias do Sul (RS) 17 6 3 0 3 3 2 157 137
Charrua Porto Alegre (RS) 15 6 3 0 3 2 1 170 93
BC Rugby Balneário Camboriú (SC) 0 6 0 0 6 0 0 56 324

 

Comentários