Uma proposta de liga profissional no Brasil surgiu e veio à público hoje, com o anúncio do evento de lançamento da “Rugby Pro Series Brasil”, a ser realizado no dia 14 de outubro no SPAC (Av. Atlântica, 1448), em parceria com a House of Rugby, casa de eventos, que montará uma área VIP no campo para realizar o evento.

O lançamento contará ainda com uma partida entre um combinado de atletas do alto rendimento brasileiro e a seleção da província argentina de Córdoba, no SPAC, no mesmo dia, com transmissão ao vivo pelo Facebook da House of Rugby.

A iniciativa da liga é privada, sem relação direta com a Confederação Brasileira de Rugby, com a qual, no entanto, já existem conversas desde o início do ano. Fundada por Beukes Cremer, Marcelo Sansone, Alexandre Chiofetti e Kléber Ferreira da Silva, a Pro Series Brasil terá seus detalhes, seu formato e plano para sua viabilização revelados durante o evento.

Agora é aguardar pela novidades.

1 COMENTÁRIO

  1. Depende do modelo que essa profissionalização for seguir, não? Afinal, o país tem péssimos exemplos de ligas profissionais (futebol) e bons exemplos (vôlei de quadra)… Com um pouquinho mais de criatividade e política pública, daria para preparar melhor esse terreno (sabemos que a segunda parte não vem em quase nenhuma modalidade no país). Por exemplo, essa coisa de interromper as transmissões online quando qualquer canal acene, é uma besteira – na minha opinião – seria possível criar um contrato de cessão mais atualizado (na boa, quem tem TV paga não vê as coisas em streaming e vice-versa… mais ou menos). Manter esse canal (youtube, streaming sei lá) confiável e com transmissão constante é um baita instrumento. Fico imaginando que enfiar o setor privado numa modalidade que não enche estádio ainda vai obrigar jogadores, técnicos, times a inventar “produtos”… cria uma pressão por resultado etc… abraço!