San Diego coloca o rugby gaúcho novamente na final da segunda divisão

Pela terceira temporada consecutiva, o ascendente rugby gaúcho estará representado na decisão da segunda divisão nacional. O San Diego superou o Wallys por 26 a 14 na tarde deste sábado, dia 26, no estádio da Montanha, em Bento Gonçalves, pelas semifinais da Taça Tupi, e agora terá duas oportunidades para ingressar no Super 8: derrotar o Niterói na decisão da segunda divisão nacional, agendada para o dia 10, em local ainda não divulgado, ou então vencer a repescagem contra o penúltimo colocado da primeira divisão nesta temporada.
 
O duelo deste sábado, inicialmente, estava agendado para Porto Alegre, mas acabou tendo o local alterado em função das chuvas que assolam a região. No estádio do Farrapos, contudo, o San Diego atuou como se estivesse em casa. Em 11 minutos, já vencia por 12 a 0, consequência de dois vacilos da defesa paulista. Primeiro, Renato achou espaço na ponta direita e correu sozinho para o in-goal. Na sequência, a linha abriu no meio, e Bruno caiu embaixo dos paus, facilitando a conversão de Erick. Aos 33, os gaúchos trabalharam o scrum com primor, próximo à linha dos 22 metros, e o abertura Erick concluiu a jogada com o terceiro try, que ele próprio converteu.
 
Na segunda etapa, o San Diego manteve a superioridade, principalmente nos forwards, e ampliou com o try mais bonito do jogo. Erick interceptou passe próximo aos 22 metros de defesa e correu mais que os tackleadores para cravar o quarto. Sem fôlego, deixou a conversão para Arthur. A partir daí, a neblina juntou-se à chuva, cobriu o estádio da Montanha, e pouco se viu dos tries do Wallys, anotados por Bruno Cozin e Alexandre, ambos convertidos por Gastón. A reação, entretanto, veio tarde e não impediu a festa dos porto-alegrenses ao final da partida.
 
Um dos clubes mais tradicionais do Rio Grande do Sul, campeão gaúcho em duas oportunidades, o San Diego chega pela segunda vez à final da divisão de acesso. Em 2009, perdeu o título na prorrogação para o Belo Horizonte. Neste ano, volta à decisão com uma campanha incólume – sete vitórias em sete jogos – e, mais do que uma conquista inédita, busca pôr fim à sina do “quase” dos gaúchos na segunda divisão. Em 2013, o Charrua perdeu o título para o Armstrong Dragons, enquanto no ano seguinte o Serra foi parado pelo Jacareí. Para o Wallys, por outro lado, fica o consolo de uma campanha histórica. Fundado em 2004, o time de Louveira jamais havia chegado tão longe em uma competição nacional.
 
O Portal do Rugby escolheu Erick o melhor jogador da partida.
 
 
Placar final: San Diego (19) 26×14 (00) Wallys
 
San Diego
Tries: Renato, Bruno e Erick (2)
Conversões: Arthur e Erick (2)
Cartão amarelo: Sergio
 
Wallys
Tries: Bruno Cozin e Alexandre
Conversões: Gastón (2)
 
 
Artigo por João Paulo Mileski
Fotos por Tárlis Schneider/Fotojump

Comentários