São José perde partida e liderança no novo palco do rugby em São Paulo

ARTIGO COM VÍDEO – Inaugurando o novo palco do rugby em São Paulo, o Band-Saracens recebeu o até então líder São José no Clube de Campo do Palmeiras. O jogo foi o primeiro jogo do returno para as duas equipes. São José buscava se manter na liderança do torneio e o Band Saracens procurava se recuperar dos maus resultados do início do campeonato e melhorar sua posição na tabela.

 

O time de rugby da capital paulista fará uso da sede campestre do Palmeiras para mandar seus jogos como firmado em acordo com o clube de futebol (leia aqui a notícia sobre o acordo dada em primeira mão pelo Portal do Rugby).

 

O jogo em seu início foi dominado pelo time visitante e líder do campeonato. Fernando Portugal jogando de abertura conduzia bem a equipe e Moisés jogando de centro dava continuidade às boas armações de Portugal. Não demorou a sair o try da equipe caipira. Anotado por Moisés em uma linda jogada, o try foi convertido por ele mesmo e o São José saía na frente: 7 x 0. Cinco minutos depois, outra jogada excelente de Moisés, um chute para o avanço de Rivaldo que pega a bola e anota o try. Neste momento, São José mandava no placar – 12 x 0.

 

O ritmo imposto pelo São José era forte, mas o Band Saracens conseguiu reagir pouco tempo depois e iniciou a pressão sobre o time do interior. E, em uma cobrança de penal, o abertura neozelandês do Band Saracens Josh Reeves converteu e diminuiu  diferença para 12 x 3. São José ainda na frente.

 

A armação das jogadas do São José estava ficando mais difícil. A terceira linha do Band juntamente com Jake (o técnico e scrum-half da equipe) e Josh intensificaram a marcação e os reveses do time do interior estavam se intensificando. Os forwards da equipe da capital já estava ganhando os laterais e em formações volantes. E não tardou a pontuação refletir o domínio momentâneo do campo. A menos de 5 minutos do final mais um penal e logo após um try convertido, todos por Josh Reeves proporcionou ao Band Saracens a virada a poucos segundos antes do fim da primeira etapa. Neste momento, Band 13 x 12 São José.

 

O intervalo proporcionou gás novo e um acerto do técnico do São José, o resultado foi um time ofensivo e agudo como se espera do líder do campeonato. E aos 2 minutos da segunda etapa, um penal proporcionou uma nova virada no jogo, agora para o São José. Moisés converteu e o jogo foi para 15 x 13 para os jogadores do interior.

 

O jogo passou a ficar equilibrado e as jogadas das duas equipes eram desfeitas pelas duas defesas muito bem postas. Alguns erros de posicionamento em rucks, knock on’s e scrums que ruíam deixavam o jogo mais disputado e emocionante proporcionando os turn overs de posse de bola.

 

E é nesse momento que os forwards fazem a diferença no jogo. Seja nos laterais, nos volantes e nos scrums. Após a cobrança de um lateral dentro dos 22 metros do São José, o Band Saracens conseguiu montar um volante poderoso que avançou para o ingoal do adversário e próximo à linha, Jake recebeu a bola e anotou mais um try para o Band. Josh não converteu, e o placar volta a ser do Band: 18 x 15.

 

A partir de então, Band começou a mandar no jogo. As ações do Band foram mais incisivas e o desgaste físico era visível em alguns jogadores do São José. E o Band pressionava o São José que se aliviava em chutes penais e nos scrums que vencia. Apenas alguns poucos momentos de pressão do São José.

 

A 3 minutos do fim do jogo, o golpe final: um penal para o Band que Josh converteu e deu os números finais ao placar. Band Saracens 21 x 15.

 

Com este resultado o São José perdeu a liderança para o atual campeão brasileiro, o Curitiba que venceu na rodada. E o Band mantém a sexta colocação e se distancia um pouco dos dois últimos colocados.

 

O Portal do Rugby elegeu Josh Reeves como o melhor jogador da partida.

 

 

 

Band Saracens 21 (13) X (12) 15 São José

 

Band Saracens

Tries: Josh e Jake

Conversão: Josh

Penais: Josh (2)

 

São José

Tries: Moisés e Rivaldo

Conversão: Moisés

Penal: Moisés

 

Árbitro: Xavier Vouga

Auxiliares de linha: Nayara Lima e Cláudio Romero

4o árbitro: Twyla Bueno

Local: Clube de Campo do Palmeiras – São Paulo, SP

 

Comentários