São José vence e dispara no Super 8

ARTIGO COM VÍDEOS – Florianópolis tremeu na sexta rodada do Super 8 com o confronto entre Desterro e São José. As equipes entraram em campo com muita garra e propondo um jogo acelerado e com muitas tentativas de abrir espaços pelo meio de duas defesas fortes e duras e a vitória acabou nas mãos do São José, 22 x 7, mais líder que nunca.

 

A troca de posse foi constante. Foi preciso caprichar nos passes e contatos para manter-se com a bola e se aproximar do in goal. Aproveitando um line out, o Desterro com um maul, consegue avançar no campo adversário mas depois de seguir com passes, logo a defesa do São José se fechou. Os visitantes também sentiram a defesa Mané, com muita dificuldade tentavam se aproximar do in goal.

 

O Scrums foram bem aproveitados pelos joseenses. Com boas saídas, a defesa adversária precisou ser rápida para segurar e tentar recuperar a bola. O jogo a cada lance se mostrava mais disputado, pau a pau as equipes corriam contra o tempo e contra as defesas que a cada lance pareciam se fechar ainda mais. Os dois times souberam aproveitar os poucos espaços para jogas mas sempre sofrendo boa pressão defensiva.

 

Após uma disputa de bola, penal para São José e o placar começa a se movimentar com Moíses marcando três pontos. A partir daí a disputa ficou ainda mais forte. O Desterro não abaixou a cabeça e apostou no trabalho de bola que logo foi roubada pelo ataque do São José.

 

Depois de um line out, os Caipiras saíram com a bola tentando furar a linha adversária e em seguida foram empurrados para fora o que gerou mais um line recuperado por eles que na busca pelo in goal acabaram cometendo um penal a favor do Desterro. A disputa se manteve em perdas e recuperadas de posse, com atividade rápida de ambas equipes e defesas fechadas.

 

Após recuperada de ataque, Pecapedra chuta por cima da linha adversária e com um belo balão, caprichou nos side steps alcançando o in goal e marcando para o Desterro. Café acrescentou os dois pontos adicionais, deixando os rubro-verdes na frente com sete pontos. O primeiro try tornou o jogo ainda mais pegado, São José brigou pela virada até os últimos segundos do primeiro tempo.

 

O segundo período começou com domínio dos chutes. Com ambas defesas fechadas e duras, os times começaram a apostar nos penais. Café tentou o primeiro mas não acertou. Minutos depois foi a vez de Moisés que impressionando a torcida, anunciou chute do meio de campo que bem efetuado acrescentou mais três pontos pro São José, reduzindo a margem para apenas um ponto.

 

O jogo voltou com sucessivas alternâncias de posse de bola, propiciadas por roubadas de bola, e a disputa nos rucks e scrums aumentou cada vez mais, até que Moisés assinalara o terceiro chute do dia e recoloca os visitantes na frente. Os donos da casa tentaram reverter o placar, buscando espaços, forçaram até o fim, mas em cima da linha do in goal a defesa adversária conseguiu recuperar a posse de bola e afastar o perigo. Logo depois, o São José retornou ao ataque, e em mais uma oportunidade para penal, Moisés não desperdiçou. O São José soube aproveitar bem os scrums e os espaços criados, e na saída de um deles, o oitavo Diogo Borges mergulhou no in goal marcando o único try joseense na partida, convertido por Moisés, que ampliou a vantagem para 12 pontos, praticamente assegurando a vitória para os visitantes.

 

Nos minutos finais Moisés marcou mais três no último penal fechando o jogo em 22 x 7 para os Caipiras que terminam a rodada com 23 pontos em primeiro lugar na classificação. Na próxima rodada, o São José revive a final contra o Curitiba na casa do adversário, enquanto o Desterro recebe o SPAC em casa, também revivendo a disputa de 3o lugar do ano passado.

O Portal do Rugby elegeu Moisés como o melhor jogador da partida.

 

Placar final: Desterro (07) 07 X 22 (03) São José

Desterro
Try: Pecapedra
COnversão: Eduardo Café

São José
Tries: Diogo Borges
Conversão: Moisés
Penais: Moisés (5)

 

Equipe Cidade (Estado) P J V E D 4+ -7 PP PC SP
São José São José dos Campos (SP) 48 14 10 0 4 4 4 310 227 83
Band Saracens São Paulo (SP) 47 14 10 0 4 3 4 311 199 112
Curitiba Curitiba (PR) 42 14 9 0 5 3 3 341 214 127
SPAC São Paulo (SP) 40 14 8 0 6 5 3 322 213 109
Pasteur São Paulo (SP) 31 14 6 0 8 3 4 232 267 -35
Desterro Florianópolis (SC) 30 14 6 0 8 3 3 284 274 10
Farrapos Bento Gonçalves (RS) 22 14 5 0 9 1 1 236 356 -120
Jacareí Jacareí (SP) 12 14 2 0 12 2 2 207 493 -286

 

Artigo por Erica Caroli
Foto: Hermínio Nunes/Fotojump

 

Comentários