SPAC consegue grande vitória diante do Rio Branco

Debaixo de sol intenso e forte calor, o Rio Branco recebeu o SPAC na Academia do Barro Branco, em São Paulo, em jogo válido pela segunda rodada do Paulista A. As duas equipes vinham de empates: o Rio Branco, contra o Band Saracens (22 a 22) e o SPAC, contra o Jacareí (20 a 20) e a vitória era importante para não deixar os líderes São José e Pasteur abrirem vantagem.
 
O jogo começou e o SPAC em seu primeiro ataque faz try, com Raj, pela esquerda, sem conversão. Seriam os primeiros dos 14 pontos que o full-back azul-e-branco faria na partida. No reinício, o Rio Branco começou a trabalhar com calma a bola e mantê-la em campo de ataque, por algumas vezes forçando o erro do SPAC, que cometeu penais. Numa das ocasiões, o Rio Branco optou pelo chute e reduziu a diferença, com o ponta Maranhão. 5 a 3 para os visitantes, com 10 minutos de jogo. A reação do SPAC foi rápida e dois minutos mais tarde Fernando amplia para mais um try, também não convertido, 10 a 3.
 
A partir de então os visitantes diminuíram o ritmo e Maranhão, em linda jogada, faz o primeiro try (sem conversão) para o Rio Branco, aos 28 minutos. Estava a apenas 2 pontos atrás no marcador (8×10). Depois disso, era o momento em que se esperava mais volume de jogo por parte dos donos-da-casa. Não foi bem isso que aconteceu, e permitiu o SPAC ampliar o placar através de um belíssimo try pelo meio, do capitão da equipe, Torosso, convertido por Raj. Fim do primeiro tempo: Rio Branco 8 x 17 SPAC.
 
Começa a segunda parte e em seus primeiros dez minutos, algumas substituições nas duas equipes, para deixar o jogo mais intenso. Melhor para o SPAC, que depois de uma sequência de fases aumenta o placar com Nick, aos 8 minutos. Raj converte e faz 24 a 8. Com as equipes sentindo os efeitos do forte calor, poucas boas jogadas são vistas dos dois lados, e sim vários penais, sobretudo por parte do Rio Branco, uma vez que os visitantes conseguiram manter a posse de bola em seu campo de ataque. Aos 15 minutos, depois da marcação de uma penalidade, Raj pede postes e coloca lá dentro para mais três pontos. 27 a 8 para os visitantes.
 
Aos 22 minutos o Rio Branco consegue finalmente levar a bola para o campo de ataque. E nessa primeira vez, Samir em bela jogada diminui a diferença, com conversão do Maranhão, 27 a 15 para o SPAC, que não se intimidou e aumentou a
vantagem aos 30 minutos com um try de Zé e mais um chute de conversão bem executado pelo Raj, 34 a 15. Ainda sobraria tempo, o capitão pelicano, Walter, fazer o terceiro try da equipe, com conversão, dando números finais ao jogo.
 
Na próxima rodada, Sábado dia 16, o SPAC recebe a Poli, enquanto que o Rio Branco enfrenta o Pasteur.
 
Melhor em campo: apesar da sua equipe ter perdido, o ponta do Rio Branco, Daniel “Maranhão” Lima. Olho nele!
 
 
Placar final: Rio Branco (08) 22 X 34 (17) SPAC
 
Rio Branco
Tries: Daniel Lima, Samir Trad, Walter Schildberg
Conversâo: Daniel Lima e Walter Schildberg
Penais: Daniel Lima
 
SPAC
Tries: Raj Spago, Fernando Hontavilla, João Neto, Nick Smith, Lucas Tranquez
Conversão: Raj Spago (3)
Penais: Raj Spago
 
 
Classificação
 

Clube Cidade P J V E D 4+ 7- PP PC SP T
São José São José dos Campos 33 7 7 0 0 5 0 252 42 210 30
Jacareí Jacareí 26 7 5 1 1 4 0 200 127 73 24
Pasteur São Paulo 25 7 5 0 2 4 1 200 115 85 25
SPAC São Paulo 20 7 4 1 2 2 0 166 141 25 20
Band Saracens São Paulo 12 7 2 1 4 2 0 118 192 -74 15
Rio Branco São Paulo 7 7 1 1 5 1 0 122 246 -124 12
Poli São Paulo 6 7 1 0 6 2 0 156 233 -77 15
União Rugby Alphaville Barueri/Santana do Parnaíba 6 7 1 0 6 1 1 123 247 -124 8


 
 
Artigo por Virgílio Neto
Foto por Federico Spago

Comentários