Jogando em casa, pelo Campeonato Paulista A, o SPAC não teve dificuldades para comandar a partida e bater um Tornados de Indaiatuba visivelmente inferior física e tecnicamente. Para não dizer que não falamos das flores, o time do interior mostrou vantagem nos scrums, colocando os ingleses para trás na maioria das disputas; mas, como sabemos, as formações fixas não garantem pontos. Assim, o SPAC se impôs com uma linha rápida e habilidosa e venceu por 50 a 13.

 

A partida começou pontualmente às 14h horas com kick off do Tornados, que nos primeiros minutos pareceu desenvolver um jogo parelho frente o SPAC. Contudo, um try – convertido pelo excelente abertura argentino Matias Newton, o Mati, abriu o placar e fez o ímpeto do time do interior minguar assim como o sol que banhava a região de Santo Amaro, deixando a tarde cinza e fria, mas sem expectativas de tempestade ou ventos fortes.

 

- Continua depois da publicidade -

Foi o mesmo Mati quem anotou o segundo try e a segunda conversão para os ingleses, colocando os 14 a 0 no placar. Em um penal bem executado, Ripabello descontou para o Tornados, mas pouco tempo depois o ponta-maravilha Boy engatou a quinta marcha, ganhou do adversário na corrida e chegou primeiro ao in-goal para apenas cair em cima da ovalada que havia sido chutada da metade do campo.

 

Antes do final da primeira etapa, o SPAC – mesmo em desvantagem nas formações fixas, como dito anteriormente, conseguia hookear a bola quando de posse desta e armar jogadas de impacto. Tanto que houve tempo para mais dois tries, um de Bishop e outro de Boy, ambos convertidos. E o Tornados fez seu try também. Até agora, SPAC 33 x 8 Tornados.

 

Na volta para o segundo tempo, os ingleses mantiveram o ritmo e anotaram com um belo try de Careca, que bem ao seu estilo, com pisadas fortes e sidesteps desconcertantes, se livrou da marcação e apoiou debaixo do H com tranquilidade. Newton converteu.

A partir daí, o jogo, dinâmico, ganhou em morosidade. Confortável, o SPAC parece ter tirado o pé do acelerador enquanto o Tornados buscou o que lhe restava de energia para tentar equilibrar as forças. O resultado: disputas concentradas no meio de campo, muitos rucks, erros de passe e nervosismo do time do interior, que terminou o jogo com quatro de seus atletas tendo recebido cartão amarelo.

 

O movimento voltou à tona com mais dois tries do SPAC, nenhum convertido, e outro do Tornados, este sim com direito a mais dois pontos. Mas a esta altura tudo já estava decidido e o placar ficou fechado em SPAC 50 x 13 Tornados.

 

Paulista A – SPAC 50 x 13 Tornados

 

ClubeCidadePJVED4+7-PPPCSP
PasteurSão Paulo297610301919893
São JoséSão José dos Campos2675024221778139
Band SaracensSão Paulo2375022117912059
SPACSão Paulo2074122018213547
JacareíJacareí11720521128151-23
Rio BrancoSão Paulo10720520107140-33
PoliSão Paulo972051097233-136
TornadosIndaiatuba9710632141274-133

 

Escrito por: Marcelo La Farina

Clique aqui para conferir o álbum de fotos da partida.