SPAC mantém escrita e a invencibilidade no Super 8

ARTIGO COM VÍDEO – O tradicional São Paulo Athletic Club (Spac) outra vez vem indicando competência para brigar pelo título do Campeonato Brasileiro de Rugby. Neste sábado, dia 18, a equipe foi até o Rio Grande do Sul, suportou o campo do estádio da Montanha castigado pelas chuvas e a pressão do Farrapos nos últimos minutos para alcançar a terceira vitória em três jogos e a manutenção da invencibilidade na competição. A equipe no entanto não lidera mais a competição, ficando um ponto atrás do Desterro, que venceu com ponto bônus a disputa contra o Jacareí.

 

O triunfo em Bento Gonçalves pode ser ainda mais valorizado pelas circunstâncias. Se considerada a produção das duas equipes, além do domínio territorial e posse de bola, talvez o mais justo seria o empate ou menos injusto seria uma vitória dos donos da casa. Fez a diferença, no entanto, a efetividade dos paulistas e a qualidade individual de dois jogadores que defendem também as seleções de XV e sevens. Felipe Claro, o Alemão, da seleção de sevens, apresentou o cartão de visita logo aos 2 minutos. Ele recebeu passe ainda no campo de defesa, furou a linha adversária e só parou no ingoal. Lucas Tranquez, da seleção de XV, converteu e abriu 7 a 0. No único erro do SPAC na partida, em troca de passes mal executada, Civardi foi letal e diminuiu com um try aos 10 minutos, não convertido. Aos 32, os paulistas trabalharam pacientemente uma série de fases até o árbitro Ricardo Sant’Anna sinalizar penal-try, convertido por Tranquez, mostrando mais uma vez a força de seu pack.

 

Ainda no primeiro tempo, Frison acertou um penal para o Farrapos e Tranquez fez o mesmo para o Spac, que foi para o vestiário com vantagem de nove pontos.

 

Na etapa final, o inspirado Lucas Tranquez acertou outro penal e fechou a sua participação decisiva com quatro acertos em cinco chutes – três penais e duas conversões. O Farrapos endossou a agressividade nos últimos 20 minutos e resumiu o jogo à área dos 22 metros de ataque, mas apesar do desgaste físico, a defesa do SPAC manteve-se rígida até o final e os gaúchos só conseguiram pontuar com dois penais de Frisson, insuficiente para evitar a derrota na estreia em casa e a frustração dos cerca de 600 torcedores que se deslocaram até o estádio da Montanha. Os donos da casa conseguiram no entanto, o ponto bônus defensivo, que deixa a equipe na sexta colocação.

 

O SPAC, por sua vez, festejou cantando e dançando no centro do gramado a quinta vitória em cinco jogos na história contra o Farrapos. A equipe tentará prolongar a invencibilidade no próximo sábado, dia 25, no clássico contra o Band Saracens. Já o Farrapos seguirá em Bento Gonçalves, onde terá outra “pedreira” na próxima rodada, contra o atual campeão Curitiba.

 

O Portal do Rugby elegeu Lucas Tranquez o melhor jogador da partida.

 

Placar final: Farrapos (08) 14 X 20 (17) SPAC

Farrapos
Tries: Civardi
Penais: Frison (3)

Cartão Amarelo: Moisés

 

SPAC
Tries: Felipe Claro e penal try
Conversões: Lucas Tranquez (2)
Penais: Lucas Tranquez (2)

Cartão Amarelo: Alexandre Castiglioni e André Santos

 

 

EquipeCidade (Estado)PJVED4+-7PPPCSP
São JoséSão José dos Campos (SP)481410044431022783
Band SaracensSão Paulo (SP)4714100434311199112
CuritibaCuritiba (PR)421490533341214127
SPACSão Paulo (SP)401480653322213109
PasteurSão Paulo (SP)311460834232267-35
DesterroFlorianópolis (SC)30146083328427410
FarraposBento Gonçalves (RS)221450911236356-120
JacareíJacareí (SP)1214201222207493-286

 

 

Artigo por João Paulo Mileski
Foto: Grupo SERRANOSSA

Comentários