SPAC tem dupla vitória sobre o Band Saracens

SPAC se enfrentaram em jogos valendo pela Série A e pelo M17 na Arena Paulista, em jogos bem distintos. Enquanto os M19 dominaram a partida dese o princípio, no confronto principal a partida mudou de mãos a todo instante, resultando em um grande jogo, disputado até o final.

 

Veja as fotos da partida, por Daniel Venturole

 

O Band começou forte, com bons pick and gos, apostando sempre no jogo de base, e em sua primeira investida, parou a um metro do ingoal. O SPAC rapidamente equilibrou a partida, e passou a ter mais posse de bola e apostando no bom jogo de chutes com seu abertura, Matias Newton, para ganhar terreno. Mas assim como nos jogos anteriores, o dia estava difícil para os chutadores, e ele desperdiçou um penal frontal aos paus. A bola bateu na trave, e por desatenção do Band, os azuis e brancos conseguiram recuperar a posse, sem pontuar.

 

O excesso de penais cometidos pelo Band eventualmente custariam pontos, e Mati abriu o placar em sua terceira tentativa de chute aos paus. O Sarries voltou ao ataque com perigo, Josh comandando a linha, mas o pack de forwards dava trabalho. O SPAC não entanto superava o adversário no seu ponto forte, roubando bolas importantes nos scrums.

 

O clube se veria desfalcado devido amarelo dado a Marcos, mas o Band não aproveitou, com Rodrigo sendo excluído também por dez minutos. Mati errou seu terceiro chute do dia e a falta de pontaria acabaria sendo punida nos instantes finais. Depois de uma boa corrida de JP pela ponta direita, o Band inverte bem a bola e  dentro dos 5m, Josh dá um chute rasteiro que Yan consegue apoiar mesmo sob forte pressão, deixando o Band na frente no fim da etapa.

 

No segundo tempo, o jogo seguiu aberto, os donos da casa tinham mais posse de bola, mas tampouco conseguiam furar a defesa adversária. Nos esforços para segurar o ataque bandeirantino, Abud acabou punido com o cartão amarelo, e Josh ampliou com um penal. O jogo era mais favorável ao band que aproveitando um erro do SPAC, roubou a bola e Japinha apostou na velocidade para correr quase meio campo para anotar o segundo try do clube.

 

Mas o SPAC ainda estava vivo no jogo, e a reação se iniciou com o try daquele que seria o personagem da partida. Os britânicos passaram a bola até a ponta e encontrou Nick, em um curioso confronto com outro forward na ponta, que acabou melhor para o Oitavo SPACiano, que ainda carregou dois defensores e consegui apoiar na ponta antes de ser colocado para fora do campo. Mati anotou a difícil conversão.

 

 

No minuto seguinte, veio a redenção do SPAC, com try de Franklin, colocando o clube na liderança pela primeira vez na partida e a situação do band só pioraria com a saída de Josh, o grande articulador do clube, por lesão. A pressão seguiu forte, e Abud, em seu retorno ao clube, anotou pela direita, dando uma margem segura para o SPAC, com a partida encaminhando-se para o fim. O band jamais desistiu da partida, tentando de todas as formas reverte o placar, e com a exclusão de Galdieri, chegou a mais um try, com Bruno Gil. No entanto, o tempo não foi suficiente para a reação bandeirantina, mas garantiu o ponto extra ao clube.

 

O Portal do Rugby elegeu Nick Smith como melhor jogador da partida.

 

Placar final: Band Saracens (05) 18 X 22 (03) SPAC

Band Saracens

Tries: Yan Cazaban, Valter Sugarava, Bruno Gil

Penal: Josh

Cartão Amarelo: Rodrigo

 

SPAC

Tries: Nick Smith, Franklin, Abud

Conversões: Matinas Newton (2)

Penais: Matias Newton

Cartão Amarelo: Marco, Fábio Galdieri

 

SPAC vence fácil no M19

Paulista M19 2015 - Band X SPAC_Daniel Venturole

Ao contrário da disputa principal, o SPAC não teve dificuldades diante de um desfalcado Band Saracens, que entrou em campo com apenas catorze jogadores.

 

Veja as fotos da partida, por Daniel Venturole

 

Logo aos cinco minutos, os visitantes abriram o placar com try de Marco Piccolin, e Raj complementou com a conversão e minutos depois, mais um penal. Spago estava em dia muito inspirado e depois de uma boa finta pelo centro, serviu Pedro Costa para ampliar. O domínio era pleno dos britânicos, que só não aumentaram o placar devido a uma série de erros na definição das jogadas.

 

O Band se defendia com valentia, mas o SPAC não perdia a chance de pontuar, mesmo quando o try não saía Spago anotou mais um penal e antes do fim da primeira etapa, aproveitando o cartão amarelo de Pedro Gaia, anotou mais um try, com Giovani Bellintani.

 

O segundo tempo começou com Raj anotando mais um penal. Ele não perdia a oportunidade de arriscar de diversos locais do campo, mesmo desperdiçando alguns chutes. Ele ampliou com um try e conversão e o Band em suas poucas subidas, teve mais sucesso sempre quando acionava os forwards, mas sem chegar ao ingoal adversário. Bellintani fechou o placar com seu segundo try do dia.

 

O Portal do Rugby elegeu Rafael “Raj”Spago como melhor jogador da partida.

 

 

Placar final: Band Saracens (00) 00 X 42 (27) SPAC

 

Band Saracens

Cartão Amarelo: Pedro Gaia

 

SPAC

Tries:Marco Piccolin, Pedro Costa, Giovani Bellintani (2), Raj Spago

Conversões: Raj Spago (4)

Penal: Raj Spago (3)

Comentários