SPAC vence na abertura do M19, Pasteur triunfa no Paulista D

O fim de semana foi de duelo triplo entre SPAC e Pasteur, com jogos válidos pelo Paulista A e que terminou com vitória dos Galos, e não menos importante, a estreia do SPAC, atual campeão da Série D e também a abertura da temporada M19 no estado, com os tradicionais formadores de talentos se enfrentando no primeiro jogo do dia.
 
A novidade desse ano (e motivo de preocupação?) é a união entre SPAC e Band Saracens no M19. O Band teve dificuldades para completar seu elenco em alguns jogos no ano passado, e nesse ano optou por uma parceria similar à já realizada entre SPAC e Pasteur. Se por um lado o campeonato perde um participante, diminuindo o número já reduzido de jogos nas categorias inferiores, por outro, temos jogadores que de outra forma não atuariam, o que é benéfico, além da troca de experiências entre diferentes estilos de jogo que caracterizam as equipes.
 
Veja as fotos do M19, por Bruno Ruas
 
As primeiras ações da partida se deram a partir da linha do SPAC, que com boa trocas de passes e boa velocidade chegaram a ponta direita com chances de abrir o placar nas mãos de José Eduardo, mas a defesa dos Galinhos mostrou qualidade, especialmente com Varejão, um dos destaques da etapa inicial com tackles certeiros. O atleta ainda inaugurou o placar após interceptar um passe na linha adversária e apoiar sem dificuldades no ingoal, depois do SPAC desperdiçar dois penais para os donos da casa.
 
A reação SPACiana não demorou, virando o jogo com um try na ponta do Oitavo Giovanni Scozzari minutos depois, e com uma grande sequência de Dudu Trindade, que complementou com dois penais, e um belo try, que encobriu a defesa e recuperou o próprio chute, correndo até o ingoal adversário e adicionando os dois pontos de bonificação, encerrando a etapa inicial com 13 pontos de vantagem sobre o Pasteur.
 
O segundo tempo começou num ritmo mais quente do que no primeiro tempo, e logo no primeiro scrum o hooker da casa revida uma provocação adversária, reduzindo o SPAC a 14 jogadores nos minutos iniciais. No entanto, o Pasteur não conseguiu pontuar com vantagem numérica, chegando ao ingoal adversário logo depois do retorno do 1a linha, com Joel Victor. A indisciplina foi o ponto negativo do lado do SPAC, que se viu novamente reduzido a 14 jogadores, mas era o seu dia de vencer, ampliando a vantagem com mais três pontos, que não seriam respondidos pelos Galinhos.
 
 
Placar final: SPAC 21 X 12 Pasteur
 
SPAC
Tries: Giovani e Dudu Trindade
Conversão: Dudu Trindade
Penais: Dudu Trindade (3)
 
Pasteur
Tries: Varejão e João Victor
Conversão: Sérgio Baeta
 
 
Pasteur vence a segunda na Série D
A sorte do dia foi melhor para o Pasteur entre os adultos, que entrou em campo pela segunda vez no Paulista D, e conquistou uma importante vitória sobre o atual campeão e sério candidato ao título novamente.
 
Veja as fotos do Paulista D, por Bruno Ruas
 
O jogo mal começo e o Pasteur já deu sinais de como seria o jogo e a sua força frente à equipe da casa. Nos primeiros minutos de jogo o placar já estava em 10 a 0 a favor do Pasteur, com dois tries anotados por Lipe e André Hulle. O SPAC tinha posse de bola, mas desperdiçava seus ataques, cometendo muitos penais. A entrada do veterano Little, do SPAC, deu um gás novo ao time e com ele o time saiu da pressão que vinha sofrendo na defesa e arriscando mais jogadas na linha. Porém isso não diminuiu o ritmo do Pasteur que chegou a mais um try com Vinícius, fechando a etapa inicial em 17 pontos não respondidos a favor dos Galos.
 
O SPAC voltou ao segundo tempo com mais atitude e disposto a diminuir a diferença no placar, fazendo um jogo com mais continuidade e pressionando o fundo do Pasteur. A pressão não resultou em pontos para o time da casa, mas acabou excluindo um jogador adversário, que no entanto não foi aproveitado. O Pasteur por sua vez manteve seu bom ritmo de jogo quase ampliou com Lipe pela lateral. A insistência do talentoso centro deu resultado, conseguindo uma boa infiltração pelo centro e passando para Lucas fazer o try. Dez minutos depois, foi a vez do pack dos Galos demonstrar sua força e dar números finais ao jogo, com Amapá.
 
 
Placar final: SPAC 00 X 31 Pasteur
 
Pasteur
Tries: Lipe, André, Vinícius, Lucas e Amapá
Conversões: André (2) e Felipe

Comentários