Vitória do Band sobre SPAC marca ascensão do clube no Super 8

Na manhã fria e nublada do último sábado(05/09), o Band Saracens enfrentou o SPAC no seu novo campo no Clube Campestre do Palmeiras, em jogo que fora adiado no primeiro turno do torneio. E a vitória bandeirantina garantiu a ascensão meteórica do Band no G-4 e impediu que o SPAC assumisse a liderança isolada do torneio. A tônica do jogo seria permeada de equilíbrio e detalhe, visto que ambos os times entravam com boas equipes, mesmo com o SPAC contando com alguns desfalques por conta de lesões. Já o Band vinha motivado pelas vitórias anteriores e buscava na vitória a redenção e o silenciamento das dúvidas que foram criadas acerca da equipe no início do campeonato.

 

O jogo começou disputado, com muita pressão de ambas as equipes e, com tamanho equilíbrio, ficou em evidencia que os detalhes decidiriam a partida. Logo no primeiro minuto, o SPAC levou um susto com um chute bloqueado dentro de suas 22, obrigando o fullback Zé, a anular o try e colocar o primeiro scrum da partida em favor do Band Saracens. Dois minutos depois, o mesmo aconteceu com o Band, que se viu pressionado pelo scrum alvi-celeste. O jogo seria decidido nos detalhes, e qualquer erro, como o visto antes de 5 minutos de peleja, poderiam ser fatais. Aos 10 minutos, o Band teve a primeira oportunidade de abrir o placar, com um penal, desperdiçado pelo abertura Josh Reeves. O SPAC não tardou de atacar e abriu o placar em penal batido com contundência pelo abertura Matias Newton. Novamente um penal para o Band, aos 16 minutos, porém não convertido. O jogo teria virado em favor dos ingleses não fossem os sucessivos erros de handling da equipe, que impediam o prosseguimento de seus ataques, desperdiçando a posse da bola por diversas vezes no campo de ataque. Além disso, o jogo tinha muitos penais para ambas as equipes e, aos 30 minutos, o Band conseguiu diminuir com penal batido por Josh, sendo esse o último lance da primeira etapa. O SPAC fez mais pressão nesse final, com melhores decisões de seu ataque e uma defesa bem postada, apesar dos sucessivos penais.

 

O segundo tempo começou com o equilíbrio dando a voz na partida, e cada penal decidiria a partida. O SPAC aproveitou mais uma chance aos 6 minutos, convertido por Matias Newton. Porém, cada erro mínimo seria fatal, algo provado aos 9 minutos, no erro de recepção que resultou em knock-on com vantagem jogada pelo Band, Josh correu com a bola e mergulhou na ponta para fazer o primeiro try da partida, acertando uma difícil conversão, rente à lateral. Os turnovers passaram a ser frequentes e ambos os times se mostravam nervosos pelo excessivo número de erros de manuseio, gerando muitos knock-ons e, por vezes, a perda da posse de bola. Aos 21 minutos, o SPAC desperdiçou um penal, que poderia ajudar os ingleses a colocar mais pressão nos rubro-negros. O velho ditado “Quem não faz, toma”, veio em boa hora para o Band que, aos 33, ampliou com mais um penal de Josh. Os ânimos dos jogadores mostravam-se exaltados, com alguns princípios de confusão entre ambas as equipes. O nervosismo pesou para os ingleses que, em mais um erro de manuseio, cederam a bola para o Band e que com um drop goal meio desajeitado de Josh, ampliaram a vantagem em cima dos alvi-celestes. Em uma tentativa desesperada pelo ponto bonus defensivo, o SPAC armou um drop goal, que não foi convertido, selando a vitória bandeirantina por 16 a 6 e confirmando a ascensão do clube no Super 8.

 

O Portal do Rugby elegeu Josh Reeves como melhor em campo.

 

Equipe Cidade (Estado) P J V E D 4+ -7 PP PC SP
São José São José dos Campos (SP) 48 14 10 0 4 4 4 310 227 83
Band Saracens São Paulo (SP) 47 14 10 0 4 3 4 311 199 112
Curitiba Curitiba (PR) 42 14 9 0 5 3 3 341 214 127
SPAC São Paulo (SP) 40 14 8 0 6 5 3 322 213 109
Pasteur São Paulo (SP) 31 14 6 0 8 3 4 232 267 -35
Desterro Florianópolis (SC) 30 14 6 0 8 3 3 284 274 10
Farrapos Bento Gonçalves (RS) 22 14 5 0 9 1 1 236 356 -120
Jacareí Jacareí (SP) 12 14 2 0 12 2 2 207 493 -286

 

Band Saracens

Try: Josh Conversão

Penais: Josh Penais: Josh (2)

Drop Goal: Josh

 

SPAC

Penais: Matias Newton (2)

 

Escrito por: Gustavo Nassar Gaiofato

Comentários