Foto: Dialog League

ARTIGO COM VÍDEOS – Você talvez nunca tenha ouvido falar no rugby do Sri Lanka, mas a ilha ao sul da Índia é um país que tem paixão pela bola oval. Ex colônia britânica, o Sri Lanka é, na verdade, maníaco por críquete, esporte no qual o país realmente se destaca, tendo sido campeão mundial em 1996.

No entanto, o rugby ocupa um lugar de destaque entre os demais esportes do país (que é muito fraco no futebol). Ao contrário da Índia, onde o rugby é pequeno demais (apesar de crescimento recente), no Sri Lanka o esporte é muito tradicional, uma vez que foi introduzido e bem incorporado dentro do sistema educacional do país, ainda em tempos coloniais, criando um campeonato de colégios prestigiado no universo esportivo do país. O número de praticantes do Sri Lanka o coloca em um Top 15 do mundo (segundo sua federação, são mais de 100 mil jogadores registrados), algo que não é refletido no rendimento de sua seleção nacional, que é no momento a quinta força da Ásia, tanto no sevens como XV, pegando-se o ranking por base (ainda que os “Elefantes”, como é apelidada a seleção do país, tenha ficado em 7º lugar no XV asiático em 2019).

A história do país no cenário internacional, no entanto, é longa. Antes da proclamação da república (1972), o país era conhecido como Ceilão (tendo sido colônia britânica até 1948). A seleção do país (ainda recheada de britânicos) chegou a receber e enfrentar os British and Irish Lions em 1930 e em 1950.

Com cerca de 22 milhões de habitantes, o Sri Lanka conta com uma liga sólida (para os padrões do terceiro escalão mundial), a Dialog League (batizada por conta do patrocinador), que tem 8 clubes, alguns dos quais profissionais, sendo transmitida na TV local e YouTube.

A liga do Sri Lanka está cheia de times de instituições públicas: Navy (Marinha), Air Force (Força Aérea), Army (Exército) e Police (Polícia) disputam a liga, com atletas no fundo amadores. Porém, outros clubes pagam atletas só para o rugby e até contratam estrangeiros – a exemplo de alguns fijianos que buscaram lugar por lá. A remuneração dos jogadores, inclusive, tem enfraquecido a seleção nacional, com jogadores dando preferência a seus clubes ao invés de defenderem os Elefantes.

Os outros clubes da Dialog League são instituições antigas, como o Colombo Hockey & Football Club (CH&F) e o Ceylonese Rugby & Football Club (CR&F), além do Havelock Sports Club, todos de Colombo, a capital do país. O único clube de fora de Colombo é o Kandy Sports Club, da cidade de mesmo nome, no centro da ilha. Kandy é considerada a capital do rugby do Sri Lanka, com seu clube atraindo grandes públicos e sendo o “bicho-papão” do campeonato.

- Continua depois da publicidade -

Com a pandemia do coronavírus, a Dialog League conseguiu chegar a seu final no último dia 8, antes que o COVID-19 estragasse a festa. O Kandy foi o grande campeão, grande somando 82 pontos, contra 60 do vice líder Police. Apenas o mata-mata foi cancelado. Foi o 6º título seguido do Kandy.

Clique aqui para mais da Dialog League