Foto: Brasil Rugby/Fotojump

Nessa terça-feira, dia 9, será dado o pontapé inicial para o Troféu Mundial M20 (World Rugby U20s Trophy), a 2ª divisão do Mundial M20, no Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, com transmissão ao vivo do BandSports. É torneio inédito em território brasileiro, com participação inédita do Brasil no atual formato do Mundial.

Clique aqui para comprar seu ingresso! Apoie os Curumins no estádio

Mas, o que esperar da 1ª rodada?

 

- Continua depois da publicidade -

Tonga e Canadá abrem torneio com promessa de emoção

O primeiro jogo do Trophy vai opor duas seleções que têm muito a responder. Tonga não joga o torneio desde 2015, mas superou Samoa para alcançar o torneio deste ano e conta com atletas que já vem ganhando experiência com a seleção de desenvolvimento, ao passo que o Canadá vem de altos e baixos em suas campanhas recentes no Trophy, mas os resultados de 2018 inspiram que os canadenses podem mais. Ao contrário do que muitos esperam, o time de Tonga é menor fisicamente que o do Canadá, com os canadenses tendo mais atletas com experiência no rugby profissional. Porém, o time polinésio é móvel e intenso e o jogo promete equilíbrio.

Olhos para o ponta tonganês Hateni Tafolo e para o pilar Lisivani Tuifua, ao passo que do lado canadense atenção para Will Percilier, scrum-half da base do Stade Français e que jpa jogou na seleção adulta, e para dois homens do fundo, Avery Oitomen, um dos artilheiros do Toronto Arrows na MLR, e para David Richard, que já jogou na seleção adulta de sevens.

 

versus copiar

12h00 – Tonga x Canadá – Grupo BBandSports YouTube

Árbitro: Damian Schneider (Argentina)

Tonga: 15 Hateni Tafolo, 14 Lisiate Folau, 13 Rodney Tongotea, 12 Malakai Uasi, 11 Taniela Filimone, 10 Filipe Samate, 9 Siaosi Nai, 8 Lopini Kioa, 7 Pita Halaifonua (c), 6 Asaeli Fanua, 5 Aisea Makasini, 4 Tupou Afungia, 3 Lisivani Tuifua, 2 Fifita Mafi, 1 Tevita Sole;

Suplentes: 16 Mesake Toumohuni, 17 Falamani Mafi, 18 Apitoni Toia, 19 Otunuku Pauta, 20 Roy Lolesio, 21 Alan Tukuafu, 22 Tuatao Savou, 23 Hesitoni Fa;

Canadá: 15 Avery Oitomen, 14 David Richard, 13 Gabriel Casey, 12 Quinn Ngawati, 11 Jarvis Dashkewytch, 10 Brock Webster, 9 Will Percillier (c), 8 Nick Carson, 7 Will Matthews, 6 Quentin James, 5 Tyler Duguid, 4 Frank Carson, 3 Tyler Rowland, 2 Michael McCarthy, 1 Josh Tweed;

Suplentes: 16 Jared Augustin, 17 Stefan Zuliani, 18 Guerschom Mukendi, 19 Reid Davis, 20 Thomas Isherwod, 21 Siaki Vikilani, 22 Jack Carson, 23 Lockie Kratz;

 

Debut de gala dos Curumins contra o favorito Japão

O Brasil irá a campo com uma árdua missão, pois encarará o maior favorito do campeonato. O Japão foi rebaixado na 1ª divisão do ano passado, mas se despediu com uma derrota dramática de 39 x 33 para ninguém menos que a Irlanda. O time japonês foi bastante renovado, mas o destaque de 2018, o asa Halatoa Vailea, nascido em Tonga, segue no grupo. Outro asa, Shota Fukui, atuou profissionalmente no poderoso Panasonic Wild Knights, da Top League, o que sugere uma seleção muito competente no contato e no breakdown – e, como esperado, poderosa nos tackles, como é característica do país. O centro Taihei Kusaka, por sua vez, foi campeão da Top League com o Kobelco Steelers, jogando com Dan Carter.

Os Curumins não fizeram boa campanha no Sul-Americano, com derrota larga para o Chile (39 x 10), mas o trabalho do time foi intenso dentro do NAR, com a base sendo mantida. O Brasil mostrou uma equipe fisicamente bem preparada e terá condições de jogar com intensidade os 80 minutos. Desponta como destaque o hooker Leonardo “Neymar” de Souza, uma das principais apostas de desenvolvimento para assumir a posição na seleção adulta que hoje é alternada principalmente entre Yan Rossetti e Murilo “Nelson” Rebolo.

 

versus copiar

14h00 – Japão x Brasil Grupo A – BandSports TV AO VIVO

Árbitro: Luke Rogan (EUA)

Japão: 15 Ryosuke Kawase, 14 Moeki Fukushi, 13 Tomoki Osada, 12 Yuichiro Wada, 11 Futo Yamaguchi, 10 Ryuto Fukuyama, 9 Kaisei Tamura, 8 Takamasa Maruo, 7 Shota Fukui (c), 6 Halatoa Vailea, 5 Ryusei Koike, 4 Shu Yamamoto, 3 Sho Maeda, 2 Mamoru Harada, 1 Yota Kamimori;

Suplentes: 16 Daiki Nishiyama, 17 Gun Tajima, 18 Shohei Tsujimura, 19 Ougi Yanamoto, 20 Kohki Matsumoto, 21 Akito Okui, 22 Hayato Fukunishi, 23 Ryota Tomoike;

Brasil: 15 Carlos Eduardo “Dudu” Proença, 14 Vicent Ramiro, 13 Gabriel Zurca, 12 Joel Santos, 11 Murilo Bonesso, 10 Lucas “Spaguinho” Spago, 9 Felipe Cunha, 8 Ádrio Luiz de Melo (c), 7 Rafael dos Santos, 6 Guilherme Dias, 5 Fillippo Bugno, 4 Samoel Bertan, 3 Henrique “Caminhoneiro” Ribeiro, 2 Leonardo “Neymar” da Silva, 1 Naasson Porto;

Suplentes: 16 Felipe Quevedo, 17 Marcos de Melo, 18 Henrique Pedro da Silva, 19 Gabriel Henrique Oliveira, 20 Weslley Barbosa, 21 Matheus “Acerola” de Oliveira, 22 Alisson Kalkmann, 23 Guylherme Rangel;

 

Teritos vão testar a força queniana

Não há dúvidas que o Uruguai é favorito diante do Quênia, ainda que o time africano seja uma incógnita, por não jogar o torneio há 10 anos. O fato dos quenianos terem derrotado a Namíbia (4ª colocada de 2016, 2017 e 2018) credencia os “Chipu” a serem uma promissor azarão no torneio, mas os Teritos chegam à competição tendo simplesmente derrotado a Argentina no Sul-Americano M20 (ainda que não fosse a seleção principal dos Pumitas que foi ao Mundial).

Os uruguaios são um time completo, fortes no contato e nas formações (sobretudo no maul), mas com qualidade com a bola em mãos. Olhos para o pilar uruguaio Reinaldo Piusi, que já está no Oyonnax, da França, enquanto o chutador e criador D’Avanzo é outro destaque importante.

 

versus copiar

17h00 – Quênia x Uruguai – Grupo A BandSports YouTube

Árbitro: Federico Vedeolli (Itália)

Quênia: 15 Jeff Mutuku, 14 Geofrey Okwach, 13 Dominic Coulson, 12 John Okoth, 11 Matoka Matoka, 10 Mikele Brighetti, 9 Samuel Asati, 8 Sheldon Kahi, 7 Brian Amaitsa, 6 James McGreevy, 5 Frank Aduda, 4 Emanuel Silungi, 3 Rotuk Rahedi, 2 Bonface Ochieng (c), 1 Andrew Siminyu;

Suplentes: 16 Wilfred Waswa, 17 Ian Njenga, 18 Ian Masheti, 19 Collins Obure, 20 Hibrahim Ayoo, 21 Samuel Were, 22 George Kyriazi, 23 Barry Robinson;

Uruguai: 15 José Iruleguy, 14 Juanpi Costabile, 13 Felipe Arcos Perez, 12 Alfonso Costa, 11 Balta Amaya, 10 Mati D’Avanzo, 9 Piojo Cat, 8 Santa Nicolich, 7 Pipe Lombardo, 6 Maxime Sonneveld, 5 Felipe Aliaga, 4 Juanjuan Garese (c), 3 Fausto Etchegorry, 2 Juanchi Rippe, 1 Ezequiel Ramos;

Suplentes: 16 Charlie Gruss, 17 Jorge Bonasso, 18 Chona Péculo, 19 Reinaldo Piussi, 20 Juanma Aguiar, 21 Charly Deus, 22 Cote Slinger, 23 Santi Del Cerro;

 

Portugal quer mostrar que sua vez chegou

Portugal vai ao jogo contra Hong Kong como amplo favorito, tendo uma seleção bastantye competente sob o comando do técnico Luís Pissarra. Portugal é intenso e muito técnico, com atletas ascendentes que em breve brilharão pela seleção adulta. Olhos para o centro/ponta Rodrigo Marta, um dos mais hábeis do time, o 3/4s sempre perigoso Raffaelle Storti, o oitavo José Roque, e o exímio tacleador Manuel Pinto.

Já Hong Kong mostrou evolução no ano passado atropelando a Romênia e com seu rugby cada vez mais profissional o time do território chinês é promissor, mas ainda não tem o mesmo status de Portugal. Atenção para os forwards dos jovens Dragões, pois já há 3 atletas profissionais de rugby: o asa Hugo Christopher, o pilar Rory Cinnamond e o hooker Callum Tam.

 

versus copiarhong kong rfu logo

19h00 – Portugal x Hong Kong – Grupo B BandSports YouTube

Árbitro: Gonzalo Ventoso (Argentina)

Portugal: 15 Simão Bento, 14 Raffelle Storti, 13 Rodrigo Marta, 12 José do Carmo, 11 Francisco Salgado, 10 Jerónimo Portela, 9 Pedro Lucas, 8 José Roque (c), 7 Helano Alberto, 6 Manuel Pinto, 5 Martim Belo, 4 Sebastião Silva, 3 António Cunha, 2 Federico Simões, 1 David Costa;

Suplentes: 16 Márcio Pinheiro, 17 Rodrigo Bento, 18 Duarte Conde, 19 José Madeira, 20 André Gouveia, 21 Manuel Maia, 22 Joaquim Félix, 23 Tomás Lamboglia;

Hong Kong: 15 Lucas Lacamp, 14 Tiernan Neville, 13 Kyle Kitney, 12 William Panday, 11 Tomek Tsang, 10 Paul Altier (c), 9 Henry Poon, 8 Hugo Christopher, 7 Joe Knight, 6 Oliver Overman, 5 Sam Tsoi, 4 James Rivers, 3 Rory Cinnamond, 2 Callum Tam, 1 Nicholas McGregory;

Suplentes: 16 Cheuk Wai, 17 David Tang, 18 Mikkel Christensen, 19 Wai Shing, 20 Jon Howells, 21 Sam Down, 22 Harry Laidler, 23 Thaddeus Summers;

 

Tabela de jogos completa

DiaHoraLocalTime 1PlacarversusPlacarTime 2Grupo/Fase
09/07/201912:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)TONGA26X25CANADÁGrupo B
09/07/201914:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)JAPÃO56X24BRASILGrupo A
09/07/201917:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)QUÊNIA11X63URUGUAIGrupo A
09/07/201919:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)PORTUGAL59X27HONG KONGGrupo B
13/07/201912:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)TONGA64X12HONG KONGGrupo B
13/07/201914:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)JAPÃO46X31URUGUAIGrupo A
13/07/201917:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)PORTUGAL49X21CANADÁGrupo B
13/07/201919:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)QUÊNIA26X24BRASILGrupo A
17/07/201912:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)CANADÁ78X26HONG KONGGrupo B
17/07/201914:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)TONGA03X40PORTUGALGrupo B
17/07/201917:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)JAPÃO48X34QUÊNIAGrupo A
17/07/201919:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)URUGUAI52X10BRASILGrupo A
21/07/201912:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)QUÊNIA13X52CANADÁDecisão de 5º lugar
21/07/201914:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)URUGUAI27X29TONGADecisão de 3º lugar
21/07/201917:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)BRASIL32X29HONG KONGDecisão de 7º lugar
21/07/201919:00Estádio Martins Pereira - São José dos Campos (Brasil)JAPÃO35X34PORTUGALFINAL