Em 2015, a Nova Zelândia venceu o Japão e Ma'a Nonu estava em campo pelos All Blacks. Foto: Getty Images

O rugby retorna aos canais ESPN nessa sexta-feira, dia 26! E é com um amistoso inusitado. A emissora mostrará o duelo entre o Japão – sede da Copa do Mundo de 2019 – com o World XV, uma seleção de atletas internacionais que atuam na Top League e reforçada por alguns atletas de Super Rugby de outros países. Esse é o primeiro jogo do Japão nos amistosos de fim de semana, com o país se preparando para receber os All Blacks no próximo dia 3 de novembro.

O Japão, treinado pelo neozelandês Jamie Joseph (ex Highlanders), conseguiu resultados expressivos nos amistosos de junho, vencendo a Geórgia por 28 x 00 e a Itália por 34 x 17 – em jogos em casa que renderam aos japoneses pontos valiosos no Ranking, estando o país hoje no 11º lugar. A única derrota foi no segundo jogo contra os italianos, por 25 x 22. A tais resultados soma-se a campanha dos Sunwolves no Super Rugby, onde jogam todos os jogadores dos Brave Blossoms (como é chamada a seleção japonesa). Os Sunwolves tiveram de novo a pior campanha da competição, mas conseguiram inspiradoras vitórias sobre Reds, Stormers e Bulls.

Para o duelo em Osaka com o World XV, Joseph apostou em experimentos em seu elenco, deixando de fora alguns nomes importantes – como o hooker Shota Horie, o terceira linha Amanaki Mafi e o fullback Kotaro Matsushima, todos titulares – por razões diversas. O elenco é a expressão do poder econômico da Top League, com o Japão sendo capaz de naturalizar muitos atletas de nível que optaram por defender os Brave Blossoms. Michael Leitch (neozelandês de nascimento, que vive no Japão desde os 15 anos de idade) segue como o líder da equipe, sendo uma grande arma da terceira linha nipônica, enquanto Lomano Lemeki, o centro que já causou impacto no sevens (inclusive no Rio 2016), chamando a atenção na linha. A forma do scrum japonês chama a atenção, com o time sempre forte nas formações – tendo provado isso se impondo sobre os poderosos packs de Itália e Geórgia. Olhos no poderoso pilar Inagaki.

O World XV tem como destaque a volta aos gramados do ex All Black Ma’a Nonu. O centro anunciou sua volta da aposentadoria e já se prepara para disputar o próximo Super Rugby pelos Blues em 2019, aos 36 anos. Dois argentinos dos Jaguares também estão no grupo: Leonardo Senatore e Santiago González Iglesias.

- Continua depois da publicidade -

Atletas neozelandeses que enfrentarão o Brasil no mês que vem também estão em campo: Nehe Milner Skudder e Jackson Hemopo, além de Wyatt Crockett e Andy Ellis (capitão), ambos com muita história pelos All Blacks, e dos também kiwis de destaque Tevita Li e Augustine Pulu. O sul-africano, ex Springboks, Adriaan Strauss, e os australianos Ben Alexander, ex Wallabies, e Sam Carter, completam a lista de atletas de peso que estarão no time treinador pelo vitorioso técnico neozelandês Robbie Deans. O elenco ainda tem o ótimo sul-africano Harold Vorster, o capitão de Tonga, Nili Latu, e um japonês, Keisuke Moriya, seguindo a lógica dos Barbarians. Para o World XV, o maior problema será obviamente o entrosamento.

O Japão já realizou 2 amistosos contra o World XV, ambas com vitórias japonesas. 45 x 20 em 2015 e 47 x 27 em 2017. Deans era o treinador do World XV nas duas oportunidades.

 

versus copiar

07h00 – Japão x World XV, em Osaka – ESPN AO VIVO / VT ESPN 17h00 e sábado 02h30

Árbitro: Brendon Pickerill (Nova Zelândia)

Japão: 15 Jamie Henry, 14 Lomano Lemeki, 13 Will Tupou, 12 Timothy Lafaele, 11 Kenki Fukuoka, 10 Yu Tamura, 9 Yutaka Nagare, 8 Hendrik Tui, 7 Shunsuke Nunonaki, 6 Michael Leitch (c), 5 Samuela Anise, 4 Wimpie van der Walt, 3 Hiroshi Yamashita, 2 Yusuke Niwai, 1 Keita Inagaki;

Suplentes: 16 Atsushi Sakate, 17 Koki Yamamoto, 18 Asaeli Valu, 19 Uwe Helu, 20 Masakatsu Nishikawa, 21 Vakauta Isileli Nakajima, 22 Fumiaki Tanaka, 23 Rikiya Matsuda, 24 Ryoto Nakamura, 25 Ryohei Yamanaka;

World XV: 15 Nehe Milner-Skudder, 14 Toni Pulu, 13 Harold Vorster, 12 Ma’a Nonu, 11 Tevita Li, 10 Lionel Cronje, 9 Andrew Ellis (c), 8 Leonardo Senatore, 7 Dillon Hunt, 6 Jackson Hemopo, 5 Jason Jenkins, 4 Sam Carter, 3 Hencus van Wyk, 2 Adriaan Strauss, 1 Craig Millar;

Suplentes: 16 Ricky Riccitelli, 17 Wyatt Crockett, 18 Ben Alexander, 19 Ben Gunter, 20 Willie Britz, 21 Augustine Pulu, 22 Santiago Gonzalez Iglesias, 23 Keisuke Moriya, 24 Nili Latu, 25 Corne Fourie;