Foto: World Rugby

ARTIGO COM VÍDEO – Campeões e líderes do circuito! Neste feriado de Carnaval, Las Vegas viveu emoções ainda mais fortes do que o normal, com as disputas da 5ª etapa da Série Mundial de Sevens Masculina, que chegou exatamente à metade de seus 10 torneios. E jogando em casa os Estados Unidos não desapontaram seu torcedor e fizeram o que lhes faltava até aqui na temporada: um título de etapa. Título em casa e com sabor de liderança, deixando para trás a então líder Nova Zelândia na semifinal e a surpreendente Samoa na grande decisão.

O Las Vegas Sevens ainda contou com mudança no pelotão de cima, com a Inglaterra ultrapassando a África do Sul e entrando para o G4, a zona de classificação direta aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Clique aqui para conferir como foi a sexta-feira de jogos.

Clique aqui para conferir como foi o sábado de jogos.

- Continua depois da publicidade -

Com os jogos do Las Vegas Sevens divididos em 3 dias, o domingo foi de semifinais e finais. As semifinais começaram com as disputas menores e com destaque para a vitória de Gales, penúltimo da temporada, por 31 x 14 sobre o lanterna Japão na luta 13º lugar.

Já a sensação do torneio, o Chile, país convidado da etapa, acabou se despedindo no domingo com derrota para a Escócia na semifinais pelo Challenge Trophy, o 9º lugar, mas com o gosto de superação ao encerrar o torneio entre os 10 melhores do mundo. Os escoceses acabaram faturando o Challenge Trophy com vitória posterior por 15 x 14 sobre a Espanha.

Nas disputas pelo 5º lugar, Fiji venceu duelo de pesos pesados contra a África do Sul por 14 x 12, mas acabou derrotado pela Inglaterra na final de 5º lugar por 19 x 15, em final de partida emocionante que teve os ingleses marcando os 2 tries da virada no fim, com Olowefela e Kerr.

As semifinais principais começaram com o jogaço entre Nova Zelândia e Estados Unidos que começou com os All Blacks atropelando com tries de Molia e Baker. Mas os Eagles reagiram de forma brilhante, com tries de Niua antes do intervalo e de Carlis Isles depois da pausa, voando na ponta. O veterano Mikkelson brilhou dando o troco para os neozelandeses, mas já com o tempo esgotado a defesa kiwi deixou o espaço na base do ruck para Isles cravar o try decisivo do 24 x 19, para o delírio da torcida.

Na sequência, Samoa e Argentina fizeram a inesperada outra semifinal e os samoanos mostraram que finalmente desabrocharam sob o comando do técnico Gordon Tietjens vencendo com categoria, 33 x 19. Em questão de 4 minitos Afamasaga, Vaili e Solia abriram 3 tries de frente, sustentando vantagem até o fim.

Porém, na grande final, Samoa não conseguiu repetir seu desempenho e foi totalmente dominada pelos EUA. Uma vitória para não deixar dúvidas, com os Eagles voando para 27 x 00, com Pinkelman marcando 2 tries e Leuta, Hughes e Brown deixando também os seus.

Here’s how the @DHLRugby performance tracker for the series looks. @AllBlacks7s Sione Molia leads the way with 178 points, followed by @RugbyCanada‘s Connor Braid on 177 and @fijirugby‘s Kalione Nasoko on 174#DHLImpactPlayer #DHLRugby pic.twitter.com/29lqEPGoP9

— World Rugby Sevens (@WorldRugby7s) 4 de março de 2019

A próxima etapa será no fim de semana que vem, em Vancouver, no Canadá.

 

HSBC Sevens World Series 2018-19 – Série Mundial de Sevens – 5ª etapa masculina, em Las Vegas,

Domingo, dia 03 de março

16h00 – Semifinal 13º lugar – Gales 31 x 14 Japão

16h22 – Semifinal 13º lugar – Canadá 28 x 12 França

16h44 – Semifinal Challenge Trophy (9º lugar) – Espanha 24 x 07 Quênia

17h06 – Semifinal Challenge Trophy (9º lugar) – Escócia 17 x 05 Chile

17h28 – Semifinal 5º lugar – Fiji 14 x 12 África do Sul

17h50 – Semifinal 5º lugar – Austrália 14 x 33 Inglaterra

18h12 – Semifinal Ouro – Nova Zelândia 19 x 24 Estados Unidos

18h34 – Semifinal Ouro – Samoa 33 x 19 Argentina

18h56 – Decisão de 13º lugar – Gales 12 x 21 Canadá

20h10 – Final Challenge Trophy (9º lugar) – Espanha 14 x 15 Escócia

20h35 – Decisão de 5º lugar – Fiji 14 x 19 Inglaterra

21h00 – Decisão de Bronze (3º lugar) – Nova Zelândia 26 x 19 Argentina

21h30 – FINAL – Decisão de Ouro (1º lugar) – Estados Unidos 27 x 00 Samoa

 SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6Etapa 7Etapa 8Etapa 9Etapa 10
EUA113191919192215
Nova Zelândia106221517221713
Fiji101132222151217
África do Sul89121715131022
Inglaterra8017138171312
Austrália6515101012108
Samoa59871231910
Argentina56108581510
Escócia47101013185
França4475210119
Espanha4251251073
Canadá355510537
Gales18321525
Quênia18137151
Japão14211712
- 1ª ao 4º colocados = classificados aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020
- 15º colocado = rebaixamento;

Obs 1: Japão já está classificado aos Jogos Olímpicos;
Obs 2: Inglaterra, Gales e Escócia não disputam os Jogos Olímpicos, sendo representados pela Grã-Bretanha. A seleção inglesa foi designada para buscar a qualificação da Grã-Bretanha. Os resultados de Escócia e Gales não valerão para qualificar a seleção britânica;
Obs 3: nossa tabela não mostra a pontuação das equipes convidadas


Pontuação:
1º - 22 pontos; 2º - 19 pts; 3º - 17 pts; 4º - 15 pts;
5º - 13 pts; 6º - 12 pts; 7º e 8º - 10 pts;
9º - 8 pts; 10º - 7 pts; 11º e 12º - 5 pts;
13º - 3 pts; 14º - 2 pts; 15º e 16º - 1 pt.