Foto: Susi Seitz

Os Estados Unidos foram o último time a anunciar sua convocação para a Copa do Mundo. O técnico sul-africano Gary Gold definiu seus 31 nomes após a vitória dos Eagles sobre o Canadá no sábado. O time será capitaneado pelo ponta e fullback Blaine Scully, que jogou até a temporada 2018-19 no PRO14 pelo Cardiff Blues, de Gales. Muitos nomes estão como “sem clube” pelas movimentações de atletas que ainda não se concretizaram envolvendo a Major League Rugby.

As principais ausências foram o primeira linha Chance Wenglewski, o terceira linha Psalm Wooching e o abertura Ben Cima. O segunda linha Samu Manoa havia já anunciado sua saída da seleção em junho.

 

Avançados: Dylan Fawsitt (United New York), James Hilterbrand (Manly Marlins, Austrália/clube amador), Joseph Taufete’e (Worcester Warriors, Inglaterra), David Ainu’u (Toulouse), Eric Fry (Vannes, França/2ª divisão), Olive Kilifi (Seattle Seawolves), Titi Lamositele (Saracens, Inglaterra), Paul Mullen (sem clube), Nate Brakeley (United New York), Nick Civetta (sem clube), Ben Landry (Ealing, Inglaterra/2ª divisão), Gregory Peterson (Newcastle Falcons, Inglaterra/2ª divisão), Malon Al-Jiboori (sem clube), Cam Dolan (New Orleans Gold), Hanco Germishuys (Glendale Raptors), Tony Lamborn (Melbourne Rebels, Austrália), Ben Pinkelman (USA Sevens), John Quill (United New York);

- Continua depois da publicidade -

Linha: Nate Augspurger (San Diego Legion), Shaun Davies (Glendale Raptors), Ruben De Haas (Free State Cheetahs, África do Sul/Currie Cup), AJ MacGinty (Sale Sharks, Inglaterra), Will Magie (sem clube), Bryce Campbell (London Irish, Inglaterra), Paul Lasike (Harlequins, Inglaterra), Thretton Palamo (Houston SaberCats), Marcel Brache (Western Force, Austrália/ NRC), Martin Iosefo (USA Sevens), Mike Te’o (San Diego Legion), Blaine Scully (sem clube) (c), Will Hooley (Bedford Blues, Inglaterra/2ª divisão);