Fiji atropela EUA na final. Foto: Mike Lee - KLC fotos for World Rugby

ARTIGO COM VÍDEO – A Série Mundial de Sevens Masculina – o circuito mundial 2018-19 – tem novo líder! É Fiji, que venceu o torneio da Nova Zelândia neste fim de semana e pulou para a primeira colocação, mas empatado em número de pontos com a sensação Estados Unidos, que acumulou seu terceiro vice consecutivo em etapas na temporada, depois de despachar os donos da casa, os All Blacks.

A Nova Zelândia está agora na terceira posição geral, acima da África do Sul, quarta, com esses países formando o G4, que dará vaga nos Jogos Olímpicos de 2020. O Japão segue na zona de rebaixamento.

Clique aqui para ver como foi o primeiro dia de jogos na Nova Zelândia

 

- Continua depois da publicidade -

Fiji domina o domingo em Hamilton

O domingo de playoffs na cidade de Hamilton começou como se esperava, com vitórias dos 4 favoritos. Fiji colocou 33 x 07 sobre o Canadá, ao passo que a África do Sul superou Samoa por 28 x 19. Na sequência, a Nova Zelândia venceu clássico contra a Austrália por 24 x 17, enquanto os Estados Unidos – sem Perry Baker, melhor jogador do mundo, lesionado – suaram para vencerem a Escócia por 19 x 14.

Nas semifinais, os confrontos tão aguardados entregaram em qualidade. Fiji mostrou todo seu poderio e despachou a África do Sul por impressionantes 29 x 07, com Nasoko brilhando e com o potente Tuimaba, de 23 anos, atropelando para 2 tries. No outro jogo, a torcida da casa lamentou a derrota dos All Blacks para os EUA por 17 x 07, em show dos Eagles que provaram sua força física segurando os kiwis e sua capacidade de definição aguçada com 3 tries, de Hughes, Tomasin e Isles, aproveitando erros neozelandeses.

Nas finais menores, a Inglaterra minimizou o prejuízo em sua campanha vencendo Samoa na final do Challenge Trophy (9º lugar). Já na decisão de bronze, a Nova Zelândia se despediu do torneio em casa com vitória sobre a arquirrival África do Sul por 29 x 07, com Ng Shiu marcando 2 tries.

Na grande final, Fiji não deu qualquer chance aos EUA atropelando por 38 x 00, em um show de offloads como o fã do sevens gosta (com Nasoko sempre venenoso). Tuwai e Naduva marcando 2 tries cada, enquanto Nacuqu e Tuimaba também deixaram os seus.

Fiji, com isso, assumiu a liderança da temporada, mas a regularidade em finais segue recompensando os EUA, que têm os mesmos pontos dos fijianos na classificação. A artilharia geral do circuito segue nas mãos do neozelandês Knewstubb, com 119 pontos, mas Naduva e Tuimaba estão no topo da artilharia em tries, com 15 e 14, respectivamente. Carlin Isles, a máquina americana de tries, tem 13.

A próxima etapa é no fim de semana que vem, em Sydney, na Austrália.

Nova Zelândia vence o Fast Sevens feminino

Enquanto isso, Hamilton ainda recebeu seu primeiro Fast Sevens, torneio apoiado pelo World Rugby com 4 seleções femininas, que marcou a estreia das Black Ferns jogando em casa em torneios World Rugby. Após vencerem Inglaterra e França no sábado, as neozelandesas garantiram o título derrotando no domingo a China (41 x 00) e novamente a França, na grande final (31 x 00). As francesas chegaram à final derrotando as inglesas antes (31 x 00). A Inglaterra ficou em 3º lugar batendo a China na despedida (26 x 07).

HSBC Sevens World Series 2018-19 – Série Mundial de Sevens – 3ª etapa, em Hamilton, Nova Zelândia

19h00 – Quartas de final Challenge Trophy – Argentina 35 x 00 Japão

19h22 – Quartas de final Challenge Trophy – Quênia 19 x 12 Tonga

19h44 – Quartas de final Challenge Trophy – Espanha 19 x 10 Gales

20h06 – Quartas de final Challenge Trophy – Inglaterra 21 x 05 França

20h36 – Quartas de final – 1º A x 2º D – Fiji 33 x 07 Canadá

20h58 – Quartas de final – 1º B x 2º C – África do Sul 28 x 19 Samoa

21h20 – Quartas de final – 1º D x 2º A – Nova Zelândia 24 x 17 Austrália

21h42 – Quartas de final – 1º B x 2º C – Estados Unidos 19 x 14 Escócia

22h10 – Semifinal pelo 13º lugar – Japão 07 x 31 Tonga

22h32 – Semifinal pelo 13º lugar – Gales 19 x 35 França

23h54 – Semifinal pelo Challenge Trophy – Argentina 07 x 24 Quênia

23h16 – Semifinal pelo Challenge Trophy – Espanha 07 x 38 Inglaterra

00h26 – Semifinal pelo 5º lugar – Canadá 19 x 28 Samoa

00h48 – Semifinal pelo 5º lugar – Austrália 14 x 24 Escócia

01h16 – Semifinal pelo Ouro – Fiji 29 x 07 África do Sul

01h38 – Semifinal pelo Ouro – Nova Zelândia 07 x 17 Estados Unidos

02h00 – Decisão de 13º lugar – Tonga 33 x 10 França

03h00 – Decisão do Challenge Trophy – Quênia 07 x 36 Inglaterra

03h26 – Decisão de 5º lugar – Samoa 19 x 24 Escócia

04h10 – Decisão de Bronze – África do Sul 07 x 29 Nova Zelãndia

05h10 – FINAL (Decisão de Ouro) – Fiji 38 x 00 Estados Unidos

 

Classificação geral

 SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6Etapa 7Etapa 8Etapa 9Etapa 10
EUA1451919191922151715
Fiji1421322221512172219
Nova Zelândia1302215172217131212
África do Sul1211217151310221022
Inglaterra107171381713121017
Samoa878712319101513
Austrália8015101012108510
Argentina791085815101310
França7175210119198
Escócia6210101318587
Espanha475125107332
Canadá41551053715
Quênia2613715153
Gales2532152525
Japão2221171271
- 1ª ao 4º colocados = classificados aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020
- 15º colocado = rebaixamento;

Obs 1: Japão já está classificado aos Jogos Olímpicos;
Obs 2: Inglaterra, Gales e Escócia não disputam os Jogos Olímpicos, sendo representados pela Grã-Bretanha. A seleção inglesa foi designada para buscar a qualificação da Grã-Bretanha. Os resultados de Escócia e Gales não valerão para qualificar a seleção britânica;
Obs 3: nossa tabela não mostra a pontuação das equipes convidadas


Pontuação:
1º - 22 pontos; 2º - 19 pts; 3º - 17 pts; 4º - 15 pts;
5º - 13 pts; 6º - 12 pts; 7º e 8º - 10 pts;
9º - 8 pts; 10º - 7 pts; 11º e 12º - 5 pts;
13º - 3 pts; 14º - 2 pts; 15º e 16º - 1 pt.