O Ranking Mundial se modificou bastante com as últimas semanas de amistosos internacionais, mas o Brasil segue na mesma posição, o 36º lugar. Quem está no 35º lugar agora é a Suíça, após derrota para Portugal, com a Ucrânia ainda próxima, em 34º, enquanto o Zimbábue segue abaixo do Brasil, no 37º lugar. O Paraguai subiu e está em 38º após bater a Colômbia.

 

No próximo sábado, o Brasil encara novamente a Alemanha e no dia 1º de dezembro Portugal será o oponente. A Ucrânia não joga mais neste ano, nem o Zimbábue ou o Paraguai, enquanto a Suíça faz apenas mais uma partida, no próximo sábado, em casa, contra a Moldávia, que está em 32º lugar. Polônia, 33ª, e República Tcheca, 31ª, também não jogam mais em 2016.

 

- Continua depois da publicidade -

Assim, uma vitória brasileira sobre a Alemanha poderá conduzir o Brasil até o 31º lugar. Uma derrota para a Alemanha seguida de uma vitória sobre Portugal levaria o Brasil ao 33º lugar. O Brasil ainda poderia subir uma posição no ranking mesmo com duas derrotas para Alemanha e Portugal, caso a Suíça perca para a Moldávia. Duas vitórias também alçariam o Brasil ao 31º lugar, ao passo que duas derrotas não deverão alterar o Ranking brasileiro.

 

Para as seleções do primeiro escalão mundial, o Ranking tem importância redobrada, pois será o ranqueamento em maio do ano que vem que decidirá o sorteio da Copa do Mundo de 2019. Isto é, as quatro seleções que encerrarem maio entre o primeiro e o quarto lugares do Ranking serão os cabeças de chave do Mundial. Com a derrota para a Itália, a África do Sul lamentou sua queda para o 5º lugar, o que significa que dificilmente os Springboks serão cabeça de chave em 2019, já que os europeus ainda terão todo o Six Nations 2017 (que ocorre entre fevereiro e março) pela frente para subirem no Ranking. Depois de um excelente novembro, quem subiu para o quarto lugar foi a Irlanda.

 

Entre os sul-americanos, Argentina, Uruguai e Chile tiveram perdas no Ranking, com os Pumas caindo para o 9º lugar, os Teros para o 21º e os Cóndores para o 29º.

 

Vale lembrar que o Ranking mundial em questão conta somente os resultados do XV adulto masculino.

 

PosiçãoPaís
Nova Zelândia
Inglaterra
Austrália
Irlanda
África do Sul
Escócia
Gales
França
Argentina
10ºFiji
11ºJapão
12ºGeórgia
13ºItália
14ºTonga
15ºRomênia
16ºSamoa
17ºEstados Unidos
18ºUruguai
19ºRússia
20ºEspanha
21ºCanadá
22ºNamíbia
23ºHong Kong
24ºAlemanha
25ºPortugal
26ºHolanda
27ºBrasil
28ºChile
29ºBélgica
30ºQuênia
31ºCoreia do Sul
32ºRepública Tcheca
33ºSuíça
34ºPolônia
35ºUganda
36ºLituânia
37ºUcrânia
38ºMalta
39ºParaguai
40ºTunísia
41ºMoldávia
42ºColômbia
43ºSri Lanka
44ºMarrocos
45ºCazaquistão
46ºZimbábue
47ºMalásia
48ºMadagascar
49ºGuiana
50ºSenegal

 

Foto: Geka Images/CBRu

2 COMENTÁRIOS

  1. É uma pena a diferença escandalosa de nível entre os primeiros do ranking com os acima de 13° lugar e assim esses aos demais, subsequente. diferentemente da maioria de outros esportes em que apesar de haver favorito, existe equilíbrio entre as seleções. Tomara que a globalização venha com força no rugby e com o tempo possa haver jogos dos all blacks com o Brasil, por exemplo e mesmo a NZ sendo favorita, haja um equilibrio. isso seria a evolução popular do rugby.