Campo de Rugby é inaugurado em Copacabana

Inauguração contou com a presença de atletas das seleções brasileiras, dirigentes da CBRu e da World Rugby, a principal federação internacional do esporte.

 

A Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) e a World Rugby (federação internacional) inauguraram, nesta quarta-feira, 24, o primeiro campo de rugby fixo em uma praia do Brasil. A estrutura, com duas traves em formato de “H”,fica na praia de Copacabana, entre o número 1.130 da Av. Atlântica e a Av. Princesa Isabel.

 

“O lançamento do programa do rugby na praia é fundamental para o conhecimento do esporte no Brasil. Primeiro, porque estamos a um ano dos Jogos Olímpicos e você precisa mostrar a modalidade para o povo fluminense. Segundo, porque colocar o rugby em um local que é tradicional do vôlei e do futebol de praia aguça a curiosidade pela modalidade. Esperamos que a estrutura seja usada também por clubes e projetos sociais da região e também para estender a utilização visando aos torneios internacionais de rugby de praia em que as seleções possam atuar”, declarou Sami Arap Sobrinho, presidente da CBRu.

 

“A World Rugby quer ajudar o esporte a crescer e, no Brasil, não há lugar melhor do que Copacabana para ‘apresentar’ a modalidade. Um local fabuloso e que é conhecido mundialmente. Esse campo vai dar mais visibilidade e pode ajudar também na preparação de atletas. O campo vai ajudar a difundir o rugby. As pessoas vão conhecer melhor o esporte até os Jogos Olímpicos”, afirmou Brett Gosper, CEO da World Rugby.

 

Quem for a Copacabana irá encontrar a nova instalação no ponto turístico do Rio de Janeiro. Uma das principais atletas do país, Beatriz ‘Baby’ Futuro, exaltou o campo de rugby na praia e comentou sobre o crescimento do esporte no país:

“É muito importante termos esse tipo de visibilidade, a divulgação do nosso esporte, ainda mais na praia de Copacabana. É um ponto internacional. É para o mundo saber que o rugby estará aqui e de volta aos Jogos Olímpicos”, afirma a atleta do Niterói RFC e da seleção.

 

Entre os torcedores olímpicos, o esporte já obtém bons resultados. Retornando aos Jogos Olímpicos após 92 anos, a modalidade é a 14ª no ranking geral de ingressos alocados, entre as 42 que serão disputadas. Segundo a Rio-2016, a final do torneio masculino, já esgotada, foi a 24ª mais solicitada dentre 256 finais.

 

Foto: João Neto/Fotojump

Comentários