De onde vem o termo “três quartos”?

Você certamente já deve ter se perguntado: por que se fala “3/4s” para designar atletas da linha? De onde vem esse nome?? Por que o nome é uma fração??? O termo é certamente intrigante, afinal os “3/4s” não são 3/4s da equipe.

 

A explicação é bem simples e é sim matemática. Nas origens, em meados do século XIX, o rugby era um esporte que consistia em um largo pack de forwards, que compunham a quase totalidade dos atletas em campo. Até o início dos anos 1870, o rugby era jogado por 20 jogadores de cada lado, dos quais 17 eram forwards, enquanto 3 atletas eram colocados no fundo do campo, os chamados “backs”, com a missão de apanharem os chutes, comuns nesse momento, e reconduzirem a bola aos rucks, mauls e scrums que faziam a essência do jogo.

 

Em 1875, a revisão das Leis do Rugby reduziu o jogo para 15 atletas de cada lado e em uma primeira evolução tática dos backs os três jogadores foram separados em um back (que posteriormente, já no século XX, viria a ser chamado de fullback, isto é, o “back inteiro”, aquele que fica mais ao fundo do campo) e dois half-backs (meios backs, isto é, que ficam entre o back pleno e os forwards). Os halfbacks seriam posteriormente separados quanto às suas funções, com a diferenciação entre o scrum-half e o fly-half (abertura). Tal inovação da especialização das funções é atribuída ao Cardiff RFC, de Gales, em 1878. Foi muito comum até o início do século XX se usar “1/2 back” para designar os half-backs, usando os numerais para tal.

 

A partir dos anos 1880, outra inovação tática ocorreu, promovida pelos times das universidades de Cambridge e Oxford, que apostaram em uma reorganização dos forwards, com sua redução para nove jogadores e a criação de mais três backs, a serem posicionados entre os “1/2″ backs” e o back. Matematicamente, a posição entre “1” (full back) e “1/2” é “3/4s”. Simples!

 

Em 1885, Cardiff ainda promoveu mais uma inovação, com a adição de um quarto 3/4s, correspondendo ao que se tornaram as posições de pontas e centros. Mas, a matemática não para por aí. Mudanças táticas também ocorriam em paralelo no Hemisfério Sul e as distâncias da época (e o fato das viagens intercontinentais ocorreram apenas por navios) faziam com que as inovações tivessem desenvolvimentos separados muitas vezes, demorando a serem padronizadas pelo mundo. Na Nova Zelândia, a criação do abertura levou à adoção de outro nome, “5/8s”, por se posicionar entre o “1/2” (half) e o “3/4s”. Até hoje o termo é utilizado no país e foi consolidado no Rugby League, no qual a posição do 5/8s é o nome oficialmente dado na NRL ao atleta que corresponde ao abertura do Union.

 

Gostou? Simples demais, né?

 

Quer saber mais sobre a história do rugby? Dê uma olhada em nossa página de História no Portal.

 

Para mais sobre a história das posições, acesse: www.rugbyfootballhistory.com

Comentários