Federação Paranaense define nova Diretoria

Nesse fim de semana, foi eleita a nova diretoria da Federação Paranaense de Rugby (FPRu), com gestão para o triênio 2016-2019. Uma gestão cheia de desafios, que busca conciliar o desenvolvimento do esporte no estado como um todo, elevar o número de jogos e investir no aumento do quadro de árbitros.
 
Segundo Juarez Villela, novo presidente, “houve uma descentralização das atividades com maior autonomia a cada diretoria na área administrativa. Na parte financeira conta-se agora com um especialista na área que fará um melhor gerenciamento das contas da Federação que possui um caixa saudável mas que começará a.buscar outras fontes de renda que não somente a anuidade dos clubes.”
 
No âmbito esportivo, deverão haver mudanças significativas. O Paranaense será mais curto, em turno único e com jogos entre março e abril. Uma novidade é que todos os jogos entre equipes do interior e Curitiba serão precedidos de uma clínica preparada especificamente para cada clube para aprimoramento dos times, tendo em vista o melhor preparo e know-how do time curitibano, uma forma de elevar o nível de gestão e técnico dos demais clubes do estado.” Serão oficialmente criados polos de desenvolvimento que serão visitados para que seja feito diagnóstico das necessidades especificas e plano de desenvolvimento.
 
Mesmo com um campeonato estadual espremido em dois meses, a agenda deve ser cheia para os times do estado. Adicionalmente, de maio a junho as equipes jogarão entre si, mas como polos (centro/sul) x costa oeste x Norte com jogos já num melhor ritmo com vistas a Taça Tupi enquanto o Curitiba jogará a Liga Sul. Uma evolução em relação ao ano passado, os juvenis terão calendário colado ao masculino em ambos os torneios, enquanto o Circuito Feminino seguirá seu formato atual, com cinco etapas com mando das equipes participantes do circuito menos o Curitiba, que já co-organiza uma etapa da Liga Sul e outra do Super Sevens.”
 
O calendário feminino deve ter as seguintes sedes.
Março em Toledo
Maio em Londrina
Agosto em Maringá
Novembro junto com adulto masculino e juvenis em Londrina
Dezembro junto com masculino e juvenil encerrando a temporada em São José dos Pinhais
 
Na arbitragem serão feitos investimentos em duas frentes. Um quadro de não mais que 5 árbitros será treinado, acompanhado e monitorado para desenvolver de forma dinâmica a arbitragem, enquanto os clubes terão obrigatoriedade de formar em suas fileiras novos árbitros que serão pouco a pouco sendo utilizados.
 
 
Veja como ficou composta a Diretoria:

Presidente – Juarez Villela Filho “Jota”
Vice presidente – Fabio Rodrigues “Mau Mau”
Secretário Geral – Rafael Stocco
Diretor Desenvolvimento – Nei Vasconcelos
Diretor financeiro – Marcus Vinicius Pardo “Dida”
Diretor arbitragem – Eduardo Vila “Chile”
Coordenador rugby infantil – Aurelio Spegel
Coordenador rugby juvenil – Arnu AK

Comentários