A Sociedade Esportiva Palmeiras e o Bandeirantes Saracens fecharam uma nova parceria para que o tradicional clube de rugby mande suas partidas em um campo dedicado à bola oval.

 

A estreia do novo endereço de mando de jogo da equipe paulistana é neste sábado às 14h00, em jogo válido pelo Super 8 contra o São José. O local do campo é o Clube de Campo da Sociedade Esportiva Palmeiras, situado na zona sul de São Paulo. As facilidades contam com campo nas dimensões oficiais, vestiários, área para terceiro tempo, bar, restaurante, ótima infra-estrutura para receber associados e torcedores, alojamentos para concentrações, além de um visual incrível à beira da represa de Guarapiranga.

 

O Palmeiras disponibilizou o seu Clube de Campo em caráter de uso exclusivo para o Band Saracens que, em contrapartida, será responsável pela implantação de treinamentos para as categorias de base do Palmeiras, criando um novo polo de desenvolvimento do rugby. Com esta parceria a Sociedade Esportiva Palmeiras mantém a tradição em apoiar diversos esportes.

 

O Clube de campo do Palmeiras esta localizado em Parelheiros, na Avenida Professor Hermann Von Lhering, 6300 – Parelheiros – São Paulo (SP), veja mapa indicativo: www.palmeiras.com.br/clube/clube_de_campo.

 

Segundo o CEO do Band Sarries, Antonio Martoni Neto “O Palmeiras sempre teve tradição em apoiar outros esportes, inclusive o rugby. Na década de 1920 os jogos de rugby eram realizados no antigo Parque Antártica. O Palmeiras também teve rugby no inicio dos anos 1980. Temos certeza que será uma grande parceria, em que nosso clube com mais de 30 anos de tradição dentro do rugby implantará e coordenará as categorias de base no Palmeiras, enquanto o gigante Palmeiras entra com a infraestrutura e o suporte visando a pratica do rugby. É uma parceria em que temos certeza de ser benéfica para ambos.” 

 

A Diretora do Clube de Campo Sueli Palma completa ” Estamos muito orgulhosos em receber o rugby em nossa casa”.

 

O Palmeiras e o Rugby na década de 1980

 

A Sociedade Esportiva Palmeiras possuiu uma vitoriosa equipe de rugby nos anos 1980. Até então, nenhum clube brasileiro ligado ao futebol profissional havia apoiado a modalidade, cabendo ao Palmeiras esse pioneirismo. Em 1980, a Sociedade Esportiva Palmeiras deu seu apoio ao time de rugby do Guarapiranga Golf & Country Club, que passou a treinar na sede de campo do Palmeiras no bairro. A equipe durou pouco, sendo extinta em 1983, porém marcou época.

 

O primeiro torneio disputado pelo time com a camisa do Palmeiras foi o Torneio Aberto Paulista de 1980 (o Campeonato Paulista), terminando em 5º lugar, com 4 vitórias e 6 derrotas. No mesmo ano, o Palmeiras disputou a Taça São Paulo de Rugby, sagrando-se vice-campeão, atrás apenas do São Paulo Athletic Club (SPAC), com 7 vitórias e 3 derrotas. A Taça São Paulo era o torneio disputado pelas equipes que não tinham se classificado para o Torneio Aberto Brasileiro (o Campeonato Brasileiro). No famoso Torneio de Sevens do SPAC, de Rugby de Sete, o Palmeiras chegou às semifinais com sua equipe principal, participando também com uma equipe B. No mesmo evento, o Palmeiras também participou com duas equipes do torneio juvenil e com uma equipe do torneio infanto-juvenil.

 

Em 1981, o Palmeiras abriu o ano participando da I Copa “Itaú” de Rugby, terminando em 3º lugar. Na sequencia, em abril, o Palmeiras foi vice-campeão do Torneio Internacional de Rugby de La Cachila, no Uruguai, perdendo apenas para o La Cachila, clube anfitrião. O Palmeiras participou novamente do Torneio Aberto Paulista e da Taça São Paulo, terminando em 4º lugar no Torneio Aberto Paulista, com 4 vitórias e 6 derrotas, e em 2º lugar na Taça São Paulo, com 7 vitórias e 3 derrotas. No Torneio Aberto Paulista de Aspirantes, o Palmeiras B terminou em 6º lugar. No Torneio de Sevens do SPAC, a equipe palmeirense adulta caiu nas quartas-de-final, perdendo para a Seleção Brasileira Juvenil. Já a equipe juvenil caiu na primeira rodada. A equipe juvenil do Palmeiras também disputou nesse ano o Campeonato Paulista Colegial, terminando em 4º lugar.

 

Em 1982, o rugby do Palmeiras conquistou seu primeiro título: a II Copa “Itaú” de Rugby, batendo nos tradicionais Bruder (atual Bandeirantes Rugby Clube), por 13 x 10, e no Alphaville (que seria o campeão brasileiro desse ano), por 15 x 13. Na sequência do ano, o Palmeiras caiu nas quartas-de-final do Torneio Início, e terminou em 3º lugar no Torneio Aberto Paulista, com 4 vitórias, 1 empate e 5 derrotas, garantindo classificação inédita para o Torneio Aberto Brasileiro da 1ª Divisão do ano seguinte. Na Taça São Paulo, o Palmeiras terminou com o 4º lugar, com 6 vitórias, 1 empate e 5 derrotas e, no Torneio Aberto Paulista de Aspirantes, a equipe B palmeirense terminou em 3º. No Sevens do SPAC, a equipe principal adulta caiu nas oitavas-de-final. Já as equipes B e C caíram nas rodadas preliminares. Na categoria juvnil, o Palmeiras terminou em 2º lugar no Campeonato Paulista Juvenil de Clubes, em 5º lugar no Torneio Aberto Paulista Juvenil, e caiu nas quartas-de-final do Sevens do SPAC.

 

O último ano de atividade do rúgbi palmeirense foi 1983. No começo do ano, o Palmeiras terminou em 3º lugar na Copa “Itaú” de Rugby, com 1 vitória. No Torneio Aberto Paulista, o time terminou em 6º (último) lugar, sem vitórias. A equipe B também terminou em último lugar no Torneio Aberto Paulista de Aspirantes. A má campanha se repetiu no Torneio Aberto Brasileiro, terminando em 5º e último lugar. O juvenis, no entanto, foram melhores, com a equipe sagrando-se campeão do Campeonato Paulista Juvenil de Clubes e terminando em 3º lugar no Torneio Aberto Paulista Juvenil. No Sevens do SPAC, apenas a equipe juvenil participou, caindo nas oitavas-de-final.

 

Fonte: Bandeirantes Saracens e Porcopedia/Portal do Rugby

Foto: Site do Clube de Campo da Sociedade Esportiva Palmeiras

Comentários