Giro de notícias internacionais!

 

Sam Whitelock é eleito o melhor da Nova Zelândia

A União Neozelandesa de Rugby fez nesta semana sua festa de premiação dos melhores do ano e elegeu o segunda linha Sam Whitelock, dos Crusaders, como o melhor jogador de 2017 do país – e não Beauden Barrett, que já venceu o prêmio de melhor do mundo do World Rugby.

- Continua depois da publicidade -

No feminino de XV, a eleita foi Sarah Goss, com o técnico do ano vindo também das Black Ferns, Glenn Moore. No sevens feminino deu Ruby Tui, enquanto no sevens masculino o premiado foi DJ Forbes, que fez sua última temporada pelos All Blacks Sevens.

 

Nova York próxima da Major League Rugby

No ano que vem, a Major League Rugby, a nova liga profissional dos Estados Unidos, terá seu pontapé inicial com 7 franquias. E para 2019 uma nova equipe está praticamente confirmada em Nova York. A informação foi dada pelo Rugby Today, James Kennedy, novo presidente da “Rugby Club New York”, entidade que pretende ter uma franquia da cidade na liga. De acordo com Kennedy, tudo está certo já para a admissão.

 

Uma mulher liderará o rugby australiano

Na Austrália, a semana abriu com o anúncio de quem ocupará o cardo de CEO da União Australiana de Rugby. E pela primeira vez o rugby australiano será conduzido por uma mulher: Raelene Castle, que era a CEO do Canterbury Bulldogs, clube de rugby league da NRL, a liga nacional australiana.

 

Teto salarial flexível na Austrália

Com a saída do Western Force do Super Rugby, a União Australiana de Rugby permitiu suas franquias quebrarem o teto salarial atual de 5 milhões de dólares australianos de salários por elenco (cerca de 12,5 milhões de reais por temporada). Com isso, as franquias australianas – Waratahs, Reds, Brumbies e Rebels – deverão ter mais que 30 atletas em seus elencos, permitindo a migração dos jogadores que estavam no Force.

 

Jim Mallinder deixa o Northampton Saints

Na Inglaterra, a notícia é a demissão do diretor de rugby do Northampton Saints Jim Mallinder, que estava no cargo desde 2007 – sendo o mais antigo diretor de rugby de um clube da Premiership. A forma recente do clube está preocupando seus diretores.

 

Lucas Noguera troca Jaguares e Pumas pelo Bath

A Argentina perdeu um importante nome para o ano que vem: o pilar Lucas Noguera Paz. O jogador de 24 anos trocou com efeito imediato o Super Rugby para atuar pelo Bath, da Inglaterra.

 

Nani-Williams no Clermont

Os franceses do Clermont terão novo reforço para a próxima temporada. É o fullback samoano Tim Nanai-Williams, que fará sua última temporada pelos Chiefs no Super Rugby em 2018. O jogador ficará no Top 14 pelo menos até 2021.

 

JJ Engelbrecht retornará ao Super Rugby

O centro sul-africano estará de volta ao Super Rugby em 2018. O jogador de 28 anos jogou pelos Bulls até 2015, jogou pelos Ospreys, de Gales, em 2016 e desde então atua na Top League japonesa, pelo Toyota Shuttles.

 

Ulster fecha com Jordi Murphy

Na Irlanda, o terceira linha Jordi Murphy tem casa nova. Ele trocará o euro pela libra saindo do Leinster para defender o Ulster a partir da próxima temporada.