Terça-feira foi dia de Troféu Brasil Rugby, a premiação anual da Confederação Brasileira de Rugby para os melhores atletas, equipes e profissionais do ano no rugby brasileiro!

 

A premiação

- Continua depois da publicidade -

A festa realizada no pub Kia Ora foi de ótima organização, mas com algumas ausências (speradas) entre os premiados. Na cerimônia, Sami Arap convidou alguns grandes personagens rugby brasileiro para entregar os troféus: Aubrey Friedman, Diego Padilla, Xavier Vouga e Waldo Hoffman, dando um ar descontraído às premiações, o que contribuiu positivamente para a festa.

O primeiro a ser premiado foi Moisés Duque, do São José e do Blagnac (da França), como melhor atleta do XV de 2012. O prêmio foi recebido por seu pai, José Geraldo Duque, que discursou sobre a necessidade de se apoiar os atletas no país.

Momento marcante também se deu na premiação para melhor árbitro. O premiado, Xavier Vouga, fez um agradecimento especial a Henrique Platais, exaltando o apoio do amigo e suas qualidades. Já Daniel Gregg, vencedor do prêmio de melhor try, lembrou todo o aspecto coletivo do rugby, frisando a participação de toda a seleção na construção daquele que foi o melhor try de 2012.

“Gostaria de lembrar que um try não se faz sozinho. Todos trabalham duro por isso. E vamos continuar melhorando. A cada jogo sentimos que é possível vencer, apenas precisamos acertar alguns detalhes e continuar acreditando”, ressaltou o jogador do Niterói.

 

“Vou trabalhar duro para que o rugby cresça e o sevens alcance seu melhor nível. O nono lugar na etapa de Houston para muitos pode parecer pouco, mas voltamos para o Brasil entre as dez melhores equipes do mundo. Não imaginava ganhar esse prêmio, competi contra muita gente boa e tomara que um dia conquiste o troféu de melhor atleta do feminino”, comentou Luiza Campos, jogadora do Charrua e eleita atleta revelação feminina.

 

Justas homenagens

Nas categorias Clubes Revelação e Fair-Play – troféu batizado em homenagem a Bill Rheims, ex-presidente da ABR nos anos 80 – a CBRu fez justas homenagens a três dos clubes que mais cresceram em 2012: Alecrim, de Natal, e Farrapos, de Bento Gonçalves, no masculino, e o Urutau, de Curitiba, no feminino.

Os apoiadores do rugby brasileiro também foram homenageados, com prêmios sendo entregues à CCR/Nova Dutra (pelo trabalho com as categorias de base, já contando com mais de 500 jovens praticando rugby no Vale do Paraíba), Heineken, Topper e Bradesco.

“Todos aqui estão fazendo história. Para nós da Topper é um orgulho muito grande fazer parte desse time. Hoje é possível ver a grande evolução do esporte. O rugby está na TV, no rádio, conquistou vários patrocínios. Percebemos desde o primeiro minuto que a CBRu estava disposta a fazer um bom trabalho e continuamos acreditando que isso ainda vai ser grande no Brasil”, destacou Germán Pipet (Topper), gerente da Topper no Brasil, patrocinadora mais antiga da modalidade.

“Estamos vivendo um momento único e colaborar para que o esporte cresça é uma satisfação. Trabalhamos com educação, mas hoje nossos alunos já atingiram um nível de alto rendimento. Dois atletas do Rugby para Todos foram escolhidos recentemente revelações da Copa Cultura Inglesa e isso mostra o nosso potencial. Agora estamos estendendo nossa estrutura e experiência para um projeto no Rio de Janeiro, na praia de Copacabana, que irá atender 200 crianças a partir de março deste ano”, explicou Fabrício Kobashi, vice-presidente do Rugby para Todos, vencedor na categoria melhor projeto social.

 

Embu em alta

Homenagens foram prestadas também à prefeitura de Embu das Artes – que anunciou reforma de 5 milhões de reais no estádio local, que deverá seguir recebendo o rugby -, à SPORTV, como melhor transmissão de TV, e à Rádio Bradesco Esportes FM, como melhor transmissão de rádio, pelo espaço dado ao rugby nacional na programação.

Já o Portal do Rugby se sagrou tricampeão na categoria mídia especializada. Agradecemos a todos pelo apoio ao longo de nossos quatro anos de vida!

Confira os vencedores de cada categoria. Neste ano, ao contrário de 2012, as escolhas foram realizadas exclusivamente por uma comissão da CBRu, sem a participação dos veículos de imprensa.

 

Veja as fotos da festa!

 

Finalistas por categoria:

Melhor atleta Masculino XV 

Felipe Claro (Alemão) – SPAC
Moisés Duque – São José RC – vencedor
Daniel Danielewicz – Desterro RC

Atleta revelação Masculino XV

Matheus Daniel (Matias) – Jacareí RC
Jardel Vettorato – Novo Hamburgo RC
Lucas Abud – SPAC – vencedor 

Melhor atleta Masculino 7s

João Luiz da Ros (Ige) – Desterro RC – vencedor
Diego Lopez – Pasteur
Lucas Duque (Tanque) – São José RC

Atleta revelação Masculino 7s

Eduardo Melotto (Duka) – Curitiba RC
Gustavo Albuquerque (Rambo) – Curitiba RC
Martin Schaefer – Rio Branco RC – vencedor

Melhor atleta Juvenil

Lucas Drudi – Jacareí RC
João Bello – SPAC – vencedor
Vitor Guastalli – Bandeirantes RC 

Atleta revelação Juvenil
Pedro Di Pilla – Pasteur
Lucas Tranquez – SPAC – vencedor
Rodrigo Andreoli – Chapecó

Melhor atleta Feminino
Paula Ishibashi – SPAC
Julia Sardá – Desterro

Juliana Santos (Xoxa) – Bandeirantes RC – vencedora

 

Atleta revelação Feminino

Luiza Campos – Charrua RC – vencedora
Taís Bernal Balconi – Desterro RC
Rachel Kochhann – Panteras Negras

Melhor técnico – Super 10

Ignacio Ferreyra – São José RC
Timothy King – SPAC – vencedor
Paulo Meireles (Teco) – Pasteur

Try do Ano

Daniel Gregg – Brasil x Uruguai – Campeonato Sul-Americano de XV -vencedor

Julia Sardá – Dubai 2012
Erick Cogliandro (Putim) – Brasil x Paraguai – Eliminatórias da Copa do Mundo de Rugby 

Melhor transmissão televisiva – Sportv

Melhor transmissão de rádio – Rádio Bradesco Esportes FM

Mídia Especializada – Portal do Rugby

Melhor Árbitro – Xavier Vouga 

Fair-Play Masculino (Troféu Bill Rheims) – Farrapos

Fair-Play Feminino (Troféu Bill Rheims) – Urutau

Clube Revelação – Alecrim

Empresa incentivadora do Rugby (categorias de base) – CCR Nova Dutra

Empresa incentivadora do Rugby (alto-rendimento) – Topper, Bradesco e Heineken

Melhor projeto social – Rugby para Todos

Benfeitor do rugby – Eduardo Mufarej